Sumário

Entre em contato com um especialista

    Advogado especialista em causas complexas

    advogado especialista em causas complexas

    O que são causas complexas?

    Afinal, o que são as causas complexas? O nome “causas complexas” pode assustar. Mas a verdade é que este é um termo um tanto subjetivo no mundo do direito. Via de regra, entendemos por “complexa” a causa que exige uma produção de provas mais difícil, seja em termos de quantidade ou dificuldade de sua realização.

    Quanto custa um advogado de Pequenas Causas?

    Normalmente, o advogado cobra de honorários de êxito o valor de 30% da condenação da ação.

    O que faz um advogado especialista?

    Primeiramente é essencial entender o que é de fato um advogado especializado. De modo geral, o profissional é aquele que atua diretamente no campo jurídico. Ou seja, se especializa através de estudos em um dos ramos da profissão, bem como passa a oferecer seus serviços de forma específica.

    Quais são as causas que um advogado pode atuar?

    QUAIS AS PRINCIPAIS ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ADVOGADO?
    Direito Civil. A área cível é uma das mais abrangentes da advocacia. …
    Direito Tributário. O advogado tributarista cuida, como o próprio nome diz, das legislações envolvendo tributos. …
    Direito Trabalhista. …
    Direito Penal. …
    Direito Eleitoral. …
    Direito Ambiental. …
    Direito Digital.

    O que é um contencioso?

    O contencioso é um ramo de atuação rico em oportunidades para advogados. É, também, um ponto de atenção para as empresas. Isso porque o contencioso lida com processos judiciais e administrativos já estabelecidos, ou seja, lida com conflitos. E nenhuma organização quer perder em um processo.

    Nesse cenário, mais do que entender o que é o contencioso e entender em que formas ele pode se manifestar, é importante que o advogado compreenda como pode se inserir nessa área e representar seus clientes, obtendo sucesso na causa.

    Este último ponto – o sucesso da causa – está diretamente relacionado à boa gestão do contencioso. Por isso, neste artigo, além de entender o verdadeiro significado de contencioso, você ainda poderá se aprofundar em técnicas para otimizar o gerenciamento das demandas contenciosas. Vamos lá?

    O termo contencioso é largamente utilizado no Direito, mas pouco conhecido entre a população em geral. No mundo jurídico, essa palavra se refere aquilo que é alvo de contestação, de litígio, disputa ou conflito entre duas ou mais partes.

    Quando um empregado entra com uma ação trabalhista contra o empregador, ou quando uma empresa prestadora de serviço contesta, na justiça, os termos de um contrato firmado, estamos diante de temas contenciosos.

    Assim, tudo que é alvo de contenda no mundo jurídico, é considerado matéria contenciosa. Contudo, essa não é a única área de atuação dos advogados de escritório, autônomos ou corporativos. No outro extrema do contencioso, está o consultivo. Vamos ver quais as diferenças entre contencioso e consultivo? Continue a leitura!

    Se, por um lado, a advocacia contenciosa trata das demandas em que já há conflito estabelecido, a advocacia consultiva atua em um estágio anterior, buscando evitar que os litígios se estabeleçam. Essa é, portanto, a principal diferença entre consultivo ou contencioso.

    Para que reste ainda mais clara essa distinção, é o caso de exemplificar como se aplica a advocacia consultiva. Vejamos.

    Se um processo originado do conflito acerca do cumprimento das obrigações de um contrato é matéria contencioso, a elaboração, revisão e análise do contrato antes que ele seja firmado é um exemplo de atuação consultiva.

    Assim, gestão de contratos, de atos societários, de ativos imobiliários e veiculares, além da gestão e proteção de dados, são algumas das áreas contempladas pelo consultivo.

    Como você viu, o contencioso lida com tudo que envolve conflitos e disputas, no âmbito judicial, da arbitragem, ou ainda, em outras esferas de resolução. Em suma, o papel do profissional do direito nesses contextos é defender os interesses de seu cliente durante o litígio.

    Contudo, para ser advogado contencioso, não basta reunir conhecimento sobre as técnicas e procedimentos que norteiam o andamento dos processos judiciais. Isso porque, a depender da esfera em que o advogado contencioso atua, diferentes habilidades serão necessárias. Vejamos, abaixo, duas frentes de atuação contenciosa: o advogado contencioso em escritório de.

    O que é um contencioso trabalhista?

    Uma das maiores preocupações de qualquer gestor é quanto aos seus funcionários. Gerir esses recursos humanos é um verdadeiro desafio, sendo necessário justificar o valor da sua atuação constantemente, sem transgredir as normas do mercado de trabalho. Essa relação para muitos administradores, ficou ainda mais nebulosa com a implementação da reforma trabalhista. É comum empresas entrarem em contato com escritórios de advocacia, pois estão sofrendo processos trabalhistas e sequer sabem o motivo disso. Toda essa situação extremamente custosa para a organização, ocorre por falta do conhecimento jurídico e especializado. Com um profissional oferecendo todo o suporte nas decisões trabalhistas da sua gestão, você pode ter certeza de que problemas como processo de funcionários, não afetarão a sua empresa. O contencioso trabalhista é o serviço que age de forma preventiva nas questões do trabalho, conheça nesse artigo tudo o que você precisa saber para a sua contratação.

    Um dos aspectos que definem o sucesso de uma gestão é como ela trata o seu funcionário. Esse é o maior responsável pelo funcionamento diário do seu negócio, sem os funcionários, nenhum produto ou serviço é vendido. Justamente por essa importância, que cada questão envolvendo os trabalhadores deve ser observada com atenção. A principal entre essas questões é a preservação dos seus direitos, afinal é dessa forma que o empregador demonstra respeito ao funcionário.

    O grande problema é a complexidade da legislação brasileira, responsável por deixar muitos administradores verdadeiramente perdidos. O tradicional linguajar “juridiquês”, impossibilita o entendimento completo da lei, para aqueles que não são formados na área. Além disso, existem ferramentas que a maioria não conhece e podem proteger a sua gestão, contra possíveis queixas trabalhistas. O contencioso trabalhista é o serviço que promove a preservação da relação entre empregador e empregado, atuando de forma preventiva dentro da empresa. Esse serviço permite a elaboração de um planejamento de trabalho que respeite as leis, sem brechas para denúncias e processos por parte dos funcionários.

    Para que o contencioso trabalhista seja realizado com o máximo de eficiência, englobando todas as possíveis questões que podem ser levantadas pelos funcionários, a competência do responsável pelo serviço é essencial. Exija um advogado especializado em direito trabalhista na contratação do serviço.

    A RLima Advocacia e Assessoria Jurídica trabalha com comprometimento e conhecimento técnico no oferecimento de cada serviço. Com um corpo profissional preparado para atender as questões trabalhistas, entre em contato agora mesmo e saiba mais sobre esse e outros serviços.

    O que é gestão de contencioso?

    Muitos departamentos jurídicos precisam lidar diariamente com demandas litigiosas, que atingem diretamente seus clientes. São processos judiciais e extrajudiciais, que precisam ser monitorados, tratados e levados à resolução, com a menor perda possível. A essa área estratégica do jurídico damos o nome de gestão do contencioso.

    Embora o conceito de contencioso seja bastante conhecido entre quem atua na área, no momento de migrar para a prática, e fazer a gestão em si, advogados e gestores jurídicos podem ter muitas dúvidas.

    Neste artigo, você vai descobrir qual o real objetivo da gestão de contencioso, como operacionalizar sua atuação nessa área e, ao final, ainda vai encontrar dicas de formações para seguir se aperfeiçoando no tema. Vamos lá?

    A gestão do contencioso é a atuação consciente e planejada no gerenciamento e controle dos litígios e demandas judiciais a eles relacionadas, independente da posição ocupada pela empresa no conflito: parte passiva, ativa ou interessada.

    Mas, de que gerenciamento estamos falando? Ele envolve algumas esferas essenciais, como:

    • Prevenção de litígios;
    • Resolução de conflitos;
    • Redução de custos;
    • Garantia de compliance;
    • Proteção da imagem da empresa.

    Para fazer a gestão do contencioso, as empresas podem adotar diferentes estratégias, a depender de fatores como o volume de demandas e a complexidade delas. Terceirizar a atuação no contencioso judicial e investir em tecnologias de automação do peticionamento são dois exemplos de táticas comumente adotadas.

    A gestão do contencioso é necessária, em geral, quando a empresa atinge um certo número de processos judiciais, a partir do qual, faz-se necessário estruturar uma área, além de métodos e procedimentos para lidar com esses processos.

    Além disso, é importante entender que o gerenciamento estratégico do contencioso também se faz necessário quando a organização passa a ser impactada – em seu faturamento ou operação – pelas demandas contenciosas em andamento.

    Portanto, são duas as situações principais que desencadeiam o investimento em gestão contencioso:

    1. Volume de processos judiciais;
    2. Impacto nos resultados da empresa.

    Existem muitas maneiras de subdividir e classificar a gestão do contencioso. Com base no cenário encontrado nas empresas, é possível afirmar que há duas vertentes principais:

    Classificam-se as demandas litigiosas com base em como o trabalho de gestão contenciosa é dividido e delegado. Assim, tem-se dois tipos de gestão do contencioso: internalizada e terceirizada. Vejamos.

    O gerenciamento contencioso internalizado exige a criação de uma equipe própria, geralmente situada dentro do organograma do Departamento Jurídico da empresa, para assumir todos os processos judiciais e extrajudiciais da empresa.

    Ao assumir um modelo de contencioso internalizado, uma das maiores vantagens é ter um time de pessoas conectadas com o negócio, que compreende os objetivos estratégicos e se reporta às demais áreas e à gestão da organização.

    Por outro lado, a gestão do contencioso internalizada traz consigo um ônus: o alt

    Veja mais
    Contagem aposentadoria especial

    Como faz a contagem da aposentadoria especial? Entenda como calcular a aposentadoria especial por insalubridade ou periculosidade. Explico aqui como chegar no valor do benefício,

    Leia mais >
    Abrir bate-papo
    Fale com um especialista!
    Olá 👋 , tudo bem ?
    Parece que você está precisando de ajuda! Estamos aqui para ajudá-lo a resolver qualquer dúvida ou problema que esteja enfrentando. Clique aqui para falar com um dos nossos especialistas e encontrar a solução que você precisa. Não hesite, estamos prontos para ajudar!