Sumário

Entre em contato com um especialista

    Tipos de advogados

    TIPOS DE ADVOGADOS

    Quantos tipos de advogados existem?

    Quando você escolhe estudar Direito, provavelmente não tem a noção de quantas possibilidades de carreira existem dentro dessa área. E então, durante a faculdade descobre que existem vários tipos de advogados e percebe que precisa escolher qual caminho vai seguir.

    Para tomar essa decisão, procure o máximo possível de informações. Afinal, é uma daquelas escolhas que vão afetar sua vida de maneira definitiva.

    Você está terminando a faculdade ou acabou de se formar e ainda não sabe para onde conduzir a sua carreira? Para ajudá-lo, preparamos esse artigo apresentando os principais tipos de advogados que existem e informações sobre o mercado de trabalho para cada um deles. 🙂

    É uma profissão com uma longa história. Alguns afirmam que os pais da advocacia foram os gregos antigos, especialmente os retóricos, conhecidos por suas habilidades de oratória e persuasão.

    A advocacia como conhecemos hoje surgiu após a Revolução Francesa, quando também surgiu o conceito moderno de Direito, apoiado no princípio da igualdade formal entre os homens. O grande marco foi a criação do Código Civil francês, ou Código Napoleônico.

    A lista é longa, refletindo a complexidade da área e da profissão. Para tornar o assunto menos complicado, podemos trabalhar com algumas distinções:

    O advogado público, isto é, aquele que atua na direito público, é um profissional que atua a serviço do Estado. Ele ingressa na carreira por meio de concurso público, e pode estar vinculado a um Município, Estado, Distrito Federal ou União.

    Uma das vantagens da carreira como advogado público são os altos salários iniciais. Um Advogado Geral da União pode receber, no começo da carreira, mais de R$ 21 mil. Outro diferencial é a estabilidade, que traz mais segurança para você que quer se estabelecer em um emprego e ficar lá por bastante tempo.

    O advogado privado é aquele que atua a serviço de uma pessoa natural ou de uma pessoa jurídica de direito privado, como uma empresa, associação ou fundação. Ele pode trabalhar como autônomo, ser vinculado a um escritório de advocacia ou, ainda, colaborador do setor jurídico de uma empresa.

    Entre as vantagens da carreira como advogado privado, podemos citar a maior liberdade para fazer escolhas pessoais (onde você quer trabalhar, quais casos quer aceitar) e a possibilidade de crescimento que não tem limites.

    O advogado contencioso é aquele que atua nos processos. O trabalho dele é ajudar o cliente a obter o melhor resultado possível na causa que está em julgamento. Em alguns casos, isso pode envolver até uma audiência de conciliação em busca de um acordo com a outra parte, para assim evitar uma sentença desfavorável.

    Advogados contenciosos precisam conhecer muito bem o direito processual. Outro traço importante é a organização, já que um dos principais inimigos dessa função é a perda de prazos processuais. Felizmente, eles podem contar com um software para escritório de advocacia que ajuda no controle de processos judiciais.

    Por outro lado, o advogado consultivo não atua.

    Quais tipos de advogados ganham mais?

    Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

    Selecionamos informações sobre a profissão de Advogado, incluindo salários por cidade e especialidade. Tudo para você escolher a carreira perfeita para você. Com a Quero Bolsa é assim, a gente te ajuda a escolher sua carreira e entrar na faculdade ideal com um super desconto.

    Salário médio no Brasil

    Advogado R$ 4.752,14
    Maior salário médio por estado Distrito Federal R$ 7.310,51
    Maior salário médio por especialidade Advogado (Direito do Trabalho) R$ 11.023,82

    O salário médio de um Advogado no Brasil é de R$ 4.752,14.

    Os estados onde a profissão de Advogado têm os melhores salários são Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo.

    As especialidades com os melhores salários são Advogado (Direito do Trabalho), Advogado (Direito Penal) e Advogado (Areas Especiais).

    Essas informações são baseadas nas 11475 contratações que aconteceram no último ano, em todo o Brasil.

    Salário de um Advogado por especialidade

    Um advogado é um profissional que trabalha no campo do direito, representando indivíduos, empresas ou organizações em questões legais. O trabalho de um advogado começa com a análise do caso e a pesquisa de leis e precedentes relevantes. Eles se comunicam com seus clientes para entender os fatos e circunstâncias do caso e discutir as opções disponíveis. O advogado de defesa então prepara documentos legais, como petições, moções e ações judiciais, e apresenta-os aos tribunais ou outras autoridades competentes. Eles também podem negociar acordos com a outra parte, representar seus clientes em audiências e julgamentos, e fornecer aconselhamento jurídico contínuo. Além disso, os advogados também são responsáveis por manter-se atualizados com as mudanças na legislação e regulamentação e interpretar o impacto dessas mudanças para seus clientes. Eles também podem aconselhar empresas em questões relacionadas à conformidade regulatória e gerenciamento de risco. A atuação do advogado envolve atividades de advocacia e de consultoria jurídica. Ambas as denominações se referem a atuações distintas. Isso porque a advocacia envolve representar e defender os interesses legais de clientes em processos judiciais ou administrativos. Já a consultoria jurídica envolve fornecer aconselhamento e orientação jurídica a indivíduos, empresas e organizações em questões legais, sem necessariamente representá-los em processos judiciais. A advocacia abrange diferentes áreas de especialização, permitindo que os advogados concentrem seus conhecimentos e práticas em diferentes ramos do direito.

    Quais são as áreas da advocacia?

    O curso de Direito é um dos mais antigos do Brasil. As primeiras instituições com essa especialização iniciaram suas atividades no país a partir do começo do século XIX, cerca de 1827, e suas primeiras sedes estavam nos estados de Pernambuco e São Paulo. A profissão continua a crescer a cada ano, sendo uma das mais respeitadas e populares atualmente. Em 11 de agosto, é comemorado o Dia do Advogado. Você sabe em quantas áreas esses profissional pode trabalhar? Confira no blog!

    Uma das áreas mais abrangentes. Refere-se aos interesses individuais do cotidiano dos cidadãos, como, por exemplo, ao adquirirem bens e propriedades, se divorciarem ou na partilha de heranças. São apenas alguns exemplos mais populares de incumbências. Devido à multiplicidade de possibilidades, existem especializações no campo jurídico para situações específicas, como Direito da Família, Consultoria Jurídica e Advocacia Pública.

    Campo que foca em ações de delitos e infrações. O especialista na área pode apresentar a defesa ou acusação de envolvidos nos processos, seja pessoa física ou jurídica.

    Esse ramo surgiu devido à preocupação em promover um desenvolvimento sustentável que busca prevenir danos ambientais, um assunto que tem se tornado relevante para a sociedade. Por isso, há uma alta demanda por advogados ambientais.

    O profissional tem ótima empregabilidade no setor público e privado, assim como em organizações do terceiro setor. Entre as diversas atividades da área estão os procedimentos administrativos ligados à autorização ambiental, a emissão de pareceres e também a prestação da consultoria jurídica.

    O advogado trabalhista foca nas relações de trabalho entre funcionários e seus empregadores. O principal objetivo é garantir uma situação de trabalho regulamentada com todos os direitos. O profissional costuma representar tanto trabalhadores quanto empregadores em disputas relacionadas a questões sindicais e previdenciárias. Outra opção é a consultoria para empresas.

    Sobre a regulamentação de acordos para o pacto entre duas ou mais pessoas físicas ou jurídicas. Estabelece regras que serão cumpridas posteriormente. O advogado auxilia o cliente nas etapas que envolvem a assinatura do contrato. Após a assinatura, também monitora o cumprimento das obrigações estabelecidas no acordo e toma providências se isso não ocorrer.

    Também conhecida como Direito Fiscal. O ramo trata da arrecadação de tributos, define as obrigações tributárias e regula a ação dos órgãos fiscalizadores. O profissional é muito requisitado por empresas que estão em situação irregular e precisam de assistência.

    Área responsável por regulamentar as atividades comerciais de pessoas físicas e jurídicas. O ramo engloba os direitos e deveres dos empresários e sociedades, bem como seus contratos de comércio. Algumas atividades comuns incluem abertura e encerramento de empresas, processos de falência e registro de marcas. Outra atribuição é a assessoria para tomadas de decisão.

    O advogado pode atuar com consultoria e assess

    Quais os cargos da advocacia?

    Para quem sempre se interessou por como são feitas as leis e quais profissionais estão envolvidos em fazer as regras serem cumpridas em sociedade, o Direito é uma das melhores opções de graduação. Uma das vantagens dessa profissão é o grande leque de áreas que o graduado em Direito pode seguir, desde escritórios particulares de advocacia até importantes cargos estáveis e comissionados no serviço público. Se essa área chamou a sua atenção, este post é para você! Compreenda a importância de saber bem quais são as principais carreiras do Direito e como escolher a que mais tem a ver com seu perfil. Vamos lá?

    Embora um grande número de áreas para seguir seja um ótimo atrativo na escolha de qualquer profissão, muitas vezes essa variedade pode representar uma indecisão na cabeça de vestibulandos e estudantes de graduação que precisam escolher um campo para focar nos estudos. Veja abaixo por que é importante conhecer as áreas do direito!

    Uma das coisas que você precisa saber antes de estudar Direito é a importância de ler e pesquisar bastante sobre todas as áreas, o que pode evitar arrependimentos. O direito é um campo vasto e abrangente, com diversas áreas, como direito civil, penal, constitucional, comercial, ambiental, entre outros. Ao conhecer as áreas específicas, os estudantes e futuros profissionais podem escolher se especializar em um campo que lhes interessa, o que os tornará mais competentes e ampliará as opções na área escolhida.

    Cada área de direito oferece oportunidades únicas. Alguém interessado em direitos humanos, por exemplo, pode se envolver na advocacia internacional, enquanto alguém interessado em propriedade intelectual pode trabalhar com questões de patentes e marcas registradas. Também, independentemente da escolha, ter uma visão geral sobre os ramos de sua área é essencial para se tornar um profissional completo no mercado de trabalho e ajudar na hora de estudar Direito para o concurso.

    Outro motivo pelo qual conhecer essas áreas é importante: você precisa ter todas as possibilidades em mente na hora de descobrir qual forma de atuação tem mais a ver com o seu perfil. Cada área do direito tem suas próprias nuances e complexidades. Ao conhecê-las, os profissionais podem desenvolver estratégias mais eficazes para resolver casos e alcançar os melhores resultados. Além disso, como verá ao longo deste artigo, entender quais são seus objetivos e pretensões com o Direito facilita na hora de escolher uma área e se sentir profissionalmente realizado nela.

    Quando pensamos em graduados em Direito, uma imagem comum envolve profissionais que trabalham em escritórios particulares. De maneira geral, esses estabelecimentos são formados por um ou mais advogados que trabalham com casos de diferentes especialidades, como o Direito de família ou criminal.

    Embora o trabalho em escritórios seja uma das formas de atuação mais comuns, existem diversas outras possibilidades para se trabalhar com Direito. Continue a leitura e descubra as 5 principais carreiras do Direito.

    Quais são os tipos de advogados e suas funções?

    Quando você escolhe estudar Direito, provavelmente não tem a noção de quantas possibilidades de carreira existem dentro dessa área. E então, durante a faculdade descobre que existem vários tipos de advogados e percebe que precisa escolher qual caminho vai seguir.

    Para tomar essa decisão, procure o máximo possível de informações. Afinal, é uma daquelas escolhas que vão afetar sua vida de maneira definitiva.

    Você está terminando a faculdade ou acabou de se formar e ainda não sabe para onde conduzir a sua carreira? Para ajudá-lo, preparamos esse artigo apresentando os principais tipos de advogados que existem e informações sobre o mercado de trabalho para cada um deles. 🙂

    É uma profissão com uma longa história. Alguns afirmam que os pais da advocacia foram os gregos antigos, especialmente os retóricos, conhecidos por suas habilidades de oratória e persuasão.

    A advocacia como conhecemos hoje surgiu após a Revolução Francesa, quando também surgiu o conceito moderno de Direito, apoiado no princípio da igualdade formal entre os homens. O grande marco foi a criação do Código Civil francês, ou Código Napoleônico.

    A lista é longa, refletindo a complexidade da área e da profissão. Para tornar o assunto menos complicado, podemos trabalhar com algumas distinções:

    O advogado público, isto é, aquele que atua na direito público, é um profissional que atua a serviço do Estado. Ele ingressa na carreira por meio de concurso público, e pode estar vinculado a um Município, Estado, Distrito Federal ou União.

    Uma das vantagens da carreira como advogado público são os altos salários iniciais. Um Advogado Geral da União pode receber, no começo da carreira, mais de R$ 21 mil. Outro diferencial é a estabilidade, que traz mais segurança para você que quer se estabelecer em um emprego e ficar lá por bastante tempo.

    O advogado privado é aquele que atua a serviço de uma pessoa natural ou de uma pessoa jurídica de direito privado, como uma empresa, associação ou fundação. Ele pode trabalhar como autônomo, ser vinculado a um escritório de advocacia ou, ainda, colaborador do setor jurídico de uma empresa.

    Entre as vantagens da carreira como advogado privado, podemos citar a maior liberdade para fazer escolhas pessoais (onde você quer trabalhar, quais casos quer aceitar) e a possibilidade de crescimento que não tem limites.

    O advogado contencioso é aquele que atua nos processos. O trabalho dele é ajudar o cliente a obter o melhor resultado possível na causa que está em julgamento. Em alguns casos, isso pode envolver até uma audiência de conciliação em busca de um acordo com a outra parte, para assim evitar uma sentença desfavorável.

    Advogados contenciosos precisam conhecer muito bem o direito processual. Outro traço importante é a organização, já que um dos principais inimigos dessa função é a perda de prazos processuais. Felizmente, eles podem contar com um software para escritório de advocacia que ajuda no controle de processos judiciais.

    Por outro lado, o advogado consultivo não atua.

    Quais os cargos de advogado?

    Para quem sempre se interessou por como são feitas as leis e quais profissionais estão envolvidos em fazer as regras serem cumpridas em sociedade, o Direito é uma das melhores opções de graduação.

    Uma das vantagens dessa profissão é o grande leque de áreas que o graduado em Direito pode seguir, desde escritórios particulares de advocacia até importantes cargos estáveis e comissionados no serviço público.

    Se essa área chamou a sua atenção, este post é para você! Compreenda a importância de saber bem quais são as principais carreiras do Direito e como escolher a que mais tem a ver com seu perfil. Vamos lá?

    Embora um grande número de áreas para seguir seja um ótimo atrativo na escolha de qualquer profissão, muitas vezes essa variedade pode representar uma indecisão na cabeça de vestibulandos e estudantes de graduação que precisam escolher um campo para focar nos estudos. Veja abaixo por que é importante conhecer as áreas do direito!

    Uma das coisas que você precisa saber antes de estudar Direito é a importância de ler e pesquisar bastante sobre todas as áreas, o que pode evitar arrependimentos. O direito é um campo vasto e abrangente, com diversas áreas, como direito civil, penal, constitucional, comercial, ambiental, entre outros. Ao conhecer as áreas específicas, os estudantes e futuros profissionais podem escolher se especializar em um campo que lhes interessa, o que os tornará mais competentes e ampliará as opções na área escolhida.

    Cada área de direito oferece oportunidades únicas. Alguém interessado em direitos humanos, por exemplo, pode se envolver na advocacia internacional, enquanto alguém interessado em propriedade intelectual pode trabalhar com questões de patentes e marcas registradas. Também, independentemente da escolha, ter uma visão geral sobre os ramos de sua área é essencial para se tornar um profissional completo no mercado de trabalho e ajudar na hora de estudar Direito para o concurso.

    Outro motivo pelo qual conhecer essas áreas é importante: você precisa ter todas as possibilidades em mente na hora de descobrir qual forma de atuação tem mais a ver com o seu perfil. Cada área do direito tem suas próprias nuances e complexidades. Ao conhecê-las, os profissionais podem desenvolver estratégias mais eficazes para resolver casos e alcançar os melhores resultados. Além disso, como verá ao longo deste artigo, entender quais são seus objetivos e pretensões com o Direito facilita na hora de escolher uma área e se sentir profissionalmente realizado nela.

    Quando pensamos em graduados em Direito, uma imagem comum envolve profissionais que trabalham em escritórios particulares. De maneira geral, esses estabelecimentos são formados por um ou mais advogados que trabalham com casos de diferentes especialidades, como o Direito de família ou criminal.

    Embora o trabalho em escritórios seja uma das formas de atuação mais comuns, existem diversas outras possibilidades para se trabalhar com Direito. Continue a leitura e descubra as 5 principais carreiras do D.

    Qual é o tipo de advogado que ganha mais?

    Sem advogados, não se faz justiça. A frase é bem conhecida, mas na verdade esse mérito se estende a uma série de profissionais que decidiram seguir a carreira em Direito: juízes, promotores, procuradores, delegados, entre outros.

    Esses profissionais têm um papel fundamental no momento de defender interesses públicos ou privados. Por isso, não é de se admirar que eles recebam uma excelente remuneração. Também por esse motivo, a ocupação dessas funções gera os concursos mais concorridos no país.

    E você, quer saber que carreiras em Direito são essas? Então, continue a leitura! Vamos explicar quais são as melhores oportunidades no setor privado e também no funcionalismo público. Acompanhe e prepare-se para disputar essas vagas!

    No topo da lista, aparece o advogado tributarista. O prestígio — e a alta remuneração — são perfeitamente explicáveis. Afinal, o profissional especializado nessa área orienta as empresas quanto ao pagamento correto de tributos, evitando multas e outras sanções que ela pode ter por não acertar as contas com o fisco.

    Além disso, o especialista em Direito Tributário ajuda a empresa a encontrar brechas na legislação para pagar menos impostos, mas da maneira correta. Com um bom planejamento na área fiscal, as organizações conseguem maximizar seus lucros.

    Também, a remuneração de um advogado tributarista varia, mas para os profissionais experientes o salário pode chegar a mais de 20 mil reais. Portanto, quem se especializa e se destaca pode prestar consultoria ou ser contratado pelas organizações, multiplicando seus rendimentos.

    O advogado que atende empresas realmente tem um campo de trabalho amplo e muito rentável. O dia a dia das organizações exige a elaboração de documentos e contratos, além de atividades como a compra e venda de ativos, gerenciamento de patrimônio, entre outras demandas.

    Por isso, o advogado especializado em Direito Empresarial é muito procurado pelas organizações. Ele trata de todas essas questões que aparecem no dia a dia de uma empresa, gerencia o setor burocrático e aconselha a administração.

    Também neste caso, o profissional experiente pode ganhar até 20 mil reais mensais. Para isso, é importante que ele se especialize no ramo, apresente bons resultados e saiba fazer seu marketing pessoal.

    Essa é outra área com forte demanda e que tem uma previsão de alta com a perspectiva de retomada da economia. O advogado imobiliário lida com os trâmites referentes à compra, venda, locação e concessão de bens, atendendo tanto a empresas como pessoas físicas.

    Dessa maneira, trata-se de outro cargo com remuneração alta, que pode chegar facilmente aos 20 mil reais. Portanto, também é uma excelente opção para quem quer seguir carreira em Direito.

    Existem ainda outras áreas promissoras no Direito. Elas são valorizadas devido a uma série de pautas políticas e por mudanças sociais e no comportamento do consumidor. No entanto, embora algumas delas estejam em ascensão — como o Direito Eletrônico ou Digital — ainda não são as mais bem pagas.

    Quais são as áreas que um advogado pode atuar?

    QUAIS AS PRINCIPAIS ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ADVOGADO?
    Direito Civil. A área cível é uma das mais abrangentes da advocacia. …
    Direito Tributário. O advogado tributarista cuida, como o próprio nome diz, das legislações envolvendo tributos. …
    Direito Trabalhista. …
    Direito Penal. …
    Direito Eleitoral. …
    Direito Ambiental. …
    Direito Digital.

    Veja mais
    Abrir conversa
    Fale com um especialista!
    Olá 👋, precisa de ajuda com Tipos de advogados? Fale agora com um especialista pelo WhatsApp! Estamos prontos para ajudar.