Sumário

Entre em contato com um especialista

    Processo de cidadania italiana

    processo de cidadania italiana

    Quanto tempo demora um processo de cidadania italiana?

    Iniciar o processo de reconhecimento da cidadania italiana é um caminho cheio de detalhes. Neste vídeo, a Ferrara Cidadania Italiana desmistifica o tempo necessário para o processo de cidadania italiana, alertando sobre promessas falsas e ilusões comuns no campo.

    Expectativas vs. Realidade:

    • Documentação: O fator crucial no tempo do seu processo de cidadania italiana.
    • Prazos Variáveis: Não existe um período pré-definido; tudo depende de sua genealogia e da escolha do método de reconhecimento.
    • Montagem da Pasta: A preparação dos documentos no Brasil é a etapa mais importante. As regras e interpretações dos Consulados Italianos, Comuni e juízes variam e devem ser consideradas, especialmente em relação às necessárias retificações de documentos.

    Tempo de Processamento:

    • No Consulado: A espera nas filas para apresentar a documentação pode levar de 6 a 12 anos. Após isso, os consulados têm até 730 dias para dar um parecer.
    • Via Judicial: O processo judicial para cidadania italiana pode variar de 2 a 3 anos, sem contar a preparação dos documentos.
    • Na Itália: Ao optar por fazer o processo diretamente em um Comune italiano, o tempo total estimado é de cerca de 3 meses, incluindo a visita do vigile e a resposta dos consulados italianos no Brasil.

    Cuidado com Promessas Falsas: Muitas vezes, prazos garantidos em um primeiro contato podem ser enganosos. Cada processo de cidadania é único e requer um olhar cuidadoso sobre os documentos e a história individual.

    Entendendo o Direito à Cidadania: É essencial lembrar que a cidadania italiana não é um produto, mas um direito. Isso significa que o resgate de sua história e a pesquisa de registros antigos são processos que demandam tempo e dedicação.

    Conselho Final: Tenha paciência e confie sua jornada a especialistas que conhecem profundamente o processo, como a equipe da Ferrara Cidadania Italiana. Comece sua jornada de cidadania com quem pode oferecer a orientação e o suporte corretos.

    Quer Saber Mais? Acesse: https://www.ferraracidadaniaitaliana.com.br

    Índice do vídeo:

    • 00:00: Como entender o tempo que leva o processo
    • 00:33 O que depende o tempo do processo
    • 00:50 Quanto tempo demora para reunir os documentos
    • 01:56 Quanto tempo demora as retificações
    • 02:06 Quanto tempo demora a cidadania italiana no consulado
    • 03:23 Quanto tempo demora a cidadania judicial
    • 04:07 Quanto tempo demora a cidadania na Itália
    • 05:29 Dicas para não cair em armadilhas

    Quanto custa um processo de cidadania italiana?

    Neste vídeo, Camila Malucelli, CEO da Ferrara Cidadania Italiana, aborda um tema crucial para todos que estão considerando o processo de cidadania italiana: os custos envolvidos. Obter a cidadania italiana não é apenas um direito; é um investimento que requer planejamento e compreensão dos vários fatores que influenciam o orçamento.

    Entendendo os Custos:

    Cada processo de cidadania italiana tem seu custo particular, dependendo de fatores como o número de requerentes, a via escolhida e a complexidade das certidões e retificações necessárias.

    Cuidado com Orçamentos Irrealistas:

    Desconfie de orçamentos rápidos ou muito abaixo do mercado. A cidadania italiana não é um produto, mas um direito, e cada processo é único.

    Custos nos Consulados Italianos:

    Varia de 5 mil a 30 mil reais, dependendo do número de familiares envolvidos, emissão e retificação de certidões, tradução, apostilamento e taxas consulares.

    Cidadania Italiana na Itália:

    Pode custar de 30 a 100 mil reais, considerando viagem, estadia, documentação, assistência de um assessor local, entre outros.

    Cidadania Italiana via Judicial:

    Varia de 30 a 100 mil reais, incluindo honorários advocatícios, documentação e procedimentos específicos.

    Via Mais Econômica:

    Realizar o processo nos consulados do Brasil tende a ser a opção mais barata, mas ainda requer cuidado com a documentação e possível assistência especializada.

    Como Economizar:

    Evite profissionais sem experiência ou que prometem resultados milagrosos. Guias prontos podem ser úteis, mas não substituem o conhecimento de especialistas atualizados com as mudanças frequentes nas regras.

    Importância das Retificações:

    O número e o tipo de retificações necessárias (extrajudiciais ou judiciais) são um fator significativo no custo total do processo.

    Cuidado com Propostas Enganosas:

    Propostas muito atrativas e abaixo do padrão do mercado podem ser arriscadas. A cidadania italiana exige investimentos inevitáveis e um planejamento cuidadoso.

    Mantenha-se Informado:

    Continue assistindo nossos vídeos para mais orientações sobre as etapas para obter seu passaporte italiano.

    Inscreva-se no canal para informações atualizadas ou acesse nosso site: https://www.ferraracidadaniaitaliana.com.br

    Índice do vídeo:

    00:00 Introdução

    00:30 O que envolve o custo do processo

    01:42 Valores Cidadania Italiana nos Consulados

    02:30 Valores Cidadania Italiana na Itália

    03:20 Valores Cidadania Italiana Judicial

    04:14 Qual a via mais barata

    05:12 Como economizar no processo

    06:33 Por que as retificações determinam o valor?

    Como funciona o processo de cidadania italiana?

    1. Quem tem direito à cidadania italiana por descendência?

    A cidadania italiana jure sanguinis é transmitida a partir do(a) ascendente italiano(a)- nascido na Itália – aos descendentes (desde que não tenha havido perda da cidadania italiana por aquisição de cidadania estrangeira) sem interrupção e sem limite de gerações. A única exceção se refere à descendência por parte materna, se a mulher na sua linha de ascendência, tiver tido filhos antes de 01/01/1948. De fato, caso haja uma mulher na linha de transmissão de cidadania (bisavó, avó, mãe) somente os filhos dela (e assim também os descendentes), nascidos a partir de tal data, poderão solicitar a cidadania italiana através deste Consulado.

    2. Preciso ter um passaporte italiano para ser considerado cidadão italiano?

    Não, o passaporte é apenas um documento de viagem.

    3. Alguém que perdeu a nacionalidade italiana pode obtê-la novamente?

    Um cidadão italiano que tenha obtido a nacionalidade estrangeira antes de 16 de Agosto de 1992, e por conseguinte perdido a sua nacionalidade italiana, pode obtê-la novamente se residir em território italiano e declarar à Comuna que deseja readquirir a nacionalidade italiana. Aqueles que obtiveram a nacionalidade estrangeira após 16/08/1992 mantêm a nacionalidade italiana, a menos que tenham renunciado expressamente a ela.

    4. O que acontece com o cidadão italiano que se naturalizou?

    O cidadão italiano que se naturalizou e obteve outra cidadania estrangeira antes de 16/08/1992, conforme normativa da época, perdeu a cidadania italiana. O italiano que obteve a cidadania estrangeira depois de 16/08/1992, manteve a cidadania italiana, a menos que tenha expressamente renunciado a ela.

    5. Se me tornar cidadão, tenho alguma obrigação com a Itália?

    O único dever do cidadão italiano que reside no exterior é manter atualizado o cadastro consular de seu próprio núcleo familiar. Todas as instruções de como fazê-lo estão publicadas neste site. Ao não cumprir este dever, fica prejudicada a possibilidade de o cidadão italiano solicitar serviços consulares. A longa fila de espera neste Consulado é resultado desta falta de registros atualizados pelas gerações anteriores. O voto não é obrigatório.

    6. Os cônjuges têm direito à cidadania italiana?

    As mulheres que contraíram matrimônio com cidadão italiano até 27 de abril de 1983 têm direito ao reconhecimento de cidadania automático quando a cidadania do marido for reconhecida. Para tanto, deverão providenciar a própria Certidão de Nascimento em original recente, com tradução e apostila (na original e na tradução). Também deverá pagar a taxa e preencher os devidos formulários. Clique aqui para todas as informações. Tal norma não se aplica aos homens casados com cidadãs italianas até tal data. Os cônjuges que tenham contraído matrimônio após 27 de abril de 1983, independente da data do casamento, não têm direito automático à cidadania italiana. Os interessados podem pleitear a naturalização italiana por casamento somente após o cônjuge ser cidadão ital.

    Como está a Fila para cidadania italiana?

    SEM TEMPO PARA LER? Dê um play para ouvir o conteúdo

    Guia rápido ⚡️

    O tempo de demora do processo de cidadania via consulado no Brasil pode variar de 6 a 11 anos. Não há um prazo certo, pois depende do procedimento do consulado em relação aos atendimentos e o volume de solicitações.

    De acordo com o decreto do presidente do conselho dos ministérios italianos de número 33 de 17 de janeiro de 2014, publicado na Gazzetta Ufficiale n. 64 de 18/03/ 2014, o procedimento de análise para o reconhecimento da cidadania italiana será concluído no prazo de 730 dias a partir da data de apresentação do pedido de reconhecimento da cidadania.

    Entretanto, no Brasil, os Consulados e Embaixada contam com uma fila de espera que tem durado, em média, 08 anos, ou seja, o prazo legal determinado nunca é cumprido, o que possibilita as proposituras de ações para o reconhecimento da cidadania diretamente nos tribunais italianos.

    O ingresso na fila para o pedido de cidadania varia de acordo com cada consulado.

    Através do PRENOTAMI, a cada mês é liberada lista com novas vagas de acordo com a capacidade de atendimento do consulado. Caso as vagas estejam esgotadas no momento do acesso, não será possível se inscrever na lista do referido mês, e deverá aguardar a lista do mês seguinte.

    As poucas vagas liberadas em comparação com a grande quantidade de requerentes e a presença de empresas que utilizam sistemas de robôs para o agendamento, faz com que a chance de conseguir uma vaga, manualmente, seja uma missão quase impossível.

    Não, cada consulado adota o seu próprio sistema de ingresso nas filas para solicitação da cidadania italiana.

    Sim, é possível fazer o agendamento através de sistema online. A grande maioria dos consulados italianos no Brasil hoje operam através do sistema PRENOTAMI de agendamento.

    No entanto, as poucas vagas liberadas e a grande demanda, tornam o sistema pouco efetivo para solicitação da cidadania italiana.

    Sim, é necessário comprovar residência para solicitar o reconhecimento da cidadania italiano no consulado.

    Os consulados atendem somente os requerentes que residem na sua região de jurisdição e, portanto, em várias fases do processo é necessária a apresentação de comprovante que demonstre que ali o requerente reside há pelo menos 12 meses.

    O status da fila no consulado pode ser verificado através do próprio site do consulado inserindo o seu número de chamada. O consulado informa a sua posição na fila pelo site e para as convocações utiliza também outros canais de comunicação como redes sociais.

    Não, os consulados atendem os requerentes da sua região de jurisdição. Residindo em determinado estado dever.

    Quanto tempo demora o processo de cidadania italiana via judicial?

    Iniciar o processo de reconhecimento da cidadania italiana é um caminho cheio de detalhes. Neste vídeo, desmistifica-se o tempo necessário para o processo de cidadania italiana, alertando sobre promessas falsas e ilusões comuns no campo.

    Expectativas vs. Realidade:

    • Documentação: O fator crucial no tempo do seu processo de cidadania italiana.
    • Prazos Variáveis: Não existe um período pré-definido; tudo depende de sua genealogia e da escolha do método de reconhecimento.
    • Montagem da Pasta: A preparação dos documentos no Brasil é a etapa mais importante. As regras e interpretações dos Consulados Italianos, Comuni e juízes variam e devem ser consideradas, especialmente em relação às necessárias retificações de documentos.

    Tempo de Processamento:

    No Consulado: A espera nas filas para apresentar a documentação pode levar de 6 a 12 anos. Após isso, os consulados têm até 730 dias para dar um parecer.

    Via Judicial: O processo judicial para cidadania italiana pode variar de 2 a 3 anos, sem contar a preparação dos documentos.

    Na Itália: Ao optar por fazer o processo diretamente em um Comune italiano, o tempo total estimado é de cerca de 3 meses, incluindo a visita do vigile e a resposta dos consulados italianos no Brasil.

    Cuidado com Promessas Falsas: Muitas vezes, prazos garantidos em um primeiro contato podem ser enganosos. Cada processo de cidadania é único e requer um olhar cuidadoso sobre os documentos e a história individual.

    Entendendo o Direito à Cidadania: É essencial lembrar que a cidadania italiana não é um produto, mas um direito. Isso significa que o resgate de sua história e a pesquisa de registros antigos são processos que demandam tempo e dedicação.

    Conselho Final: Tenha paciência e confie sua jornada a especialistas que conhecem profundamente o processo. Comece sua jornada de cidadania com quem pode oferecer a orientação e o suporte corretos.

    Quer Saber Mais? Acesse: https://www.ferraracidadaniaitaliana.com.br

    Índice do vídeo:

    1. Como entender o tempo que leva o processo
    2. O que depende o tempo do processo
    3. Quanto tempo demora para reunir os documentos
    4. Quanto tempo demora as retificações
    5. Quanto tempo demora a cidadania italiana no consulado
    6. Quanto tempo demora a cidadania judicial
    7. Quanto tempo demora a cidadania na Itália
    8. Dicas para não cair em armadilhas

    Quais as etapas do processo de cidadania italiana?

    O processo de cidadania italiana é muitas vezes encarado como um caminho burocrático e demorado, mas a via judicial oferece uma alternativa que pode surpreender pela eficiência. Ao optar por esse método, é fundamental compreender as etapas do processo de cidadania via judicial para garantir uma transição suave e aproveitar suas vantagens.

    Neste artigo, vamos explorar desde a documentação necessária até a conclusão do processo, destacando as fases cruciais que tornam esse caminho tão atraente para aqueles que buscam a cidadania italiana.

    Antes de iniciar o processo de cidadania italiana via judicial, é essencial reunir uma série de documentos que servirão como base para a solicitação. Além dos documentos pessoais, como certidões de nascimento, casamento e óbito, é necessário obter documentos que comprovem a linhagem italiana, como certidões de nascimento dos antepassados italianos.

    Essa fase exige atenção aos detalhes e a validação dos documentos junto aos órgãos competentes. Contratar um profissional especializado nesse momento pode facilitar o processo, garantindo que todos os documentos estejam em conformidade com as exigências legais.

    Com a documentação em mãos, a próxima etapa envolve a organização cuidadosa dos papéis em uma “pasta de documentos” que será submetida ao processo de cidadania. Esta fase é crucial para garantir que a papelada seja clara, completa e de fácil compreensão para as autoridades judiciais italianas.

    A precisão na preparação da pasta de documentos pode acelerar o processo, evitando possíveis atrasos causados por inconsistências ou omissões. O auxílio de um advogado especializado em cidadania italiana via judicial pode ser valioso nesse momento, garantindo que todos os requisitos sejam atendidos de maneira eficiente.

    Se tiver dúvidas, você pode contatar a equipe da Simonato Cidadania para auxiliar você com os principais questionamentos, tanto em relação aos documentos necessários como sobre a montagem da pasta.

    Conhecer todas as etapas do processo de cidadania italiana via judicial é crucial para quem busca eficiência e rapidez nesse caminho. Desde a montagem da árvore genealógica até o acompanhamento do processo, cada fase desempenha um papel fundamental na busca pela cidadania italiana.

    O ponto de partida para o processo de cidadania italiana via judicial é a montagem cuidadosa da árvore genealógica. Identificar e documentar todos os antepassados italianos é crucial, mapeando as conexões familiares de forma clara e precisa.

    Essa etapa é a base do processo, fornecendo as informações necessárias para prosseguir com a busca das certidões e documentos que comprovem a cidadania.

    Para isso, recomendamos que você converse com as pessoas mais velhas da sua família porque elas podem ter informações valiosas para ajudar. Além disso, você também pode fazer buscas sobre o seu sobrenome italiano e até em grupos de redes sociais.

    Com a árvore genealógica em mãos, inicia-se a fase de busca ativa das certidões e documentos que comprov

    Como funciona o processo judicial cidadania italiana?

    SEM TEMPO PARA LER? Dê um play para ouvir o conteúdo

    Guia rápido ⚡️

    O custo para o processo judicial é dividido em duas partes, uma bem variável referente ao preparo dos documentos e outra parte fixa que diz respeito as taxas de protocolo no tribunal italiano e honorários advocatícios.

    O custo do preparo dos documentos é de difícil projeção sem ao menos conferir os documentos familiares. Os casos são diversos e únicos, portanto, não há um valor fixo que possa ser determinado.

    Na Ferrara Cidadania Italiana, o valor fixo relacionado à parte judicial é de 3400 euros para um requerente e mais 400 euros para cada requerente extra maior de 14 anos. Menores de 14 anos não pagam a parte judicial, apenas o preparo dos documentos.

    É o processo ideal para um grupo familiar grande, pois todos podem aproveitam dos mesmos documentos em comum e praticamente dividir os custos advocatícios. O limite de requerentes por processo varia de 12 a 15 pessoas de acordo com cada caso.

    O tempo de duração de um processo é determinado por duas etapas.

    A primeira etapa de preparo dos documentos que pode variar de 6 meses a 2 anos dependendo da complexidade familiar.

    E a segunda etapa pós protocolo, ou seja, parte referente aos ritos processuais que em média tem levado 2 anos até a conclusão e o trânsito em julgado.

    Não há uma maneira de acelerar o processo de cidadania especialmente após o protocolo. Uma vez protocolada a ação, o prazo seguirá de acordo com os ritos e procedimentos daquele tribunal ou da via administrativa escolhida.

    A única maneira de tornar o processo um pouco mais rápido seria na etapa de preparo dos documentos, ou seja, um preparo simples, sem pesquisas ou retificações podem economizar um bom tempo de processo.

    O processo de cidadania italiana judicial funciona como uma alternativa de reconhecimento da cidadania frente às grandes filas encontradas atualmente nos consulados italianos no Brasil.

    A alta demanda faz com que os prazos de reconhecimento via administrativas tornem-se inviáveis e dão margem a proposituras de ações diretas nos tribunais italianos.

    Funciona também como a única opção de reconhecimento para aqueles que possuem mulheres em sua linha direta de ascendência que tenham tido filhos nascidos antes de 1948. São os processos via materna, que dependem do sistema judicial italiano para aprovação. Não podem ser analisados administrativamente.

    Depois da audiência na Itália, o juiz terá alguns meses de “Riserva” para analisar a ação e deferir ou não a cidadania, deverá depois desse prazo despachar ou sentenciar sobre a decisão.

    Em processos normais, após a sentença favorável, irá determinar a transcrição das certidões pelo Comune do nascimento do ascendente italiano e arquivar o processo.

    Você receberá login e senha para consultar e acompanhar o andamento do seu processo a partir do agendamento da audiência.

    Com esse login e senha poderá acessar o aplicativo do tribunal e acompanhar a atualização de todas as etapas até a conclusão do processo com a sentença do ju.

    Como é a audiência cidadania italiana?

    A audiência é agendada pelo juiz de acordo com sua agenda e dessa forma indicado o dia que será realizada. É durante a audiência que o juiz irá analisar e julgar o processo de cidadania. O proferimento da sentença varia de juiz para juiz e pode levar dias, semanas e meses no geral para divulgação da mesma.

    Veja mais
    Aposentadoria especial 2019

    Como fica aposentadoria especial após reforma 2019? O Senado aprovou nesta quarta-feira (10) um projeto de lei complementar que regulamenta a aposentadoria especial por periculosidade.

    Leia mais >
    Abrir bate-papo
    Fale com um especialista!
    Olá 👋 , tudo bem ?
    Parece que você está precisando de ajuda! Estamos aqui para ajudá-lo a resolver qualquer dúvida ou problema que esteja enfrentando. Clique aqui para falar com um dos nossos especialistas e encontrar a solução que você precisa. Não hesite, estamos prontos para ajudar!