Sumário

Entre em contato com um especialista

    Por quais motivos posso processar uma faculdade/imobiliária/pessoa?

    Por quais motivos posso processar uma faculdade/imobiliária/pessoa?

    Quando eu posso processar uma imobiliária?

    A imobiliária pode ser processada quando existe a má-prestação de serviços, pois a imobiliária tem a obrigação de dizer ao cliente todas as informações verídicas a respeito do negócio firmado.

    A imobiliária tem o dever de manter profissionais registrados no Conselho Regional de Corretores de Imóvel.

    A imobiliária tem o dever de redigir um contrato específico e detalhado, dispondo sobre os direitos e obrigações das partes envolvidas, independente do tipo de contrato firmado.

    A imobiliária é responsável pela análise dos documentos enviados pelas partes e deve se atentar à veracidade destes, bem como, deve tomar as cautelas necessárias antes da formalização dos contratos, como por exemplo, auxiliando as partes no momento do requerimento das certidões negativas.

    Havendo apontamentos nas certidões, terá o dever de informar os interessados e os riscos.

    A imobiliária tem o dever de auxiliar os interessados desde o momento da intermediação e aproximação das partes interessadas, bem como, no momento de confecção do contrato e análise de documentos.

    Se caracterizada a falta do dever de informar e/ou atuação sem a diligência necessária, esta poderá ser responsabilizada.

    Como entrar na Justiça contra uma imobiliária?

    Recorrer a uma imobiliária para intermediar a compra, venda ou locação de um imóvel, é, sem dúvidas, uma forma de facilitar a vida e simplificar processos. Porém, às vezes, podem ocorrer algumas situações desconfortáveis nessa “relação”, que precisam ser solucionadas com urgência.

    Na maioria dos casos, as pessoas se sentem quase “sem saída” por não saber a quem devem recorrer. Sendo assim, a questão de onde reclamar contra imobiliária se torna um desafio que promove uma série de desconfortos e até mesmo, insatisfação.

    Mas calma! Neste artigo, reunimos informações valiosas para te ajudar nessa hora. Boa leitura!

    As imobiliárias atuam como representantes legais daqueles que possuem imóveis e desejam colocá-los à venda ou para alugar, assim como de quem deseja adquirir ou locar um imóvel. Ou seja, a empresa abrange profissionais de alta confiança que se tornam responsáveis por diversas documentações e processos envolvidos no setor imobiliário, e devem prestar contas com transparência aos proprietários e clientes.

    Com dedicação e muita atenção, a imobiliária deve ter muita responsabilidade para lidar com toda a burocracia envolvida, respeitando os direitos e deveres de todas as partes – proprietário, comprador e locatário. Ainda, precisa agir de acordo com a legislação e garantir segurança em absolutamente todos os momentos de qualquer negociação. Além disso, é importante estar de acordo com a consulta CRECI imobiliária.

    Os órgãos responsáveis diretamente pela fiscalização das imobiliárias são o CRECI (Conselhos Regionais dos Corretores de Imóveis) e o COFECI (Conselho Federal dos Corretores de Imóveis). O COFECI está localizado no Distrito Federal e sua atuação é destinada à esfera federal. Já o CRECI, consiste em diversas entidades que representam o COFECI que estão espalhadas pelo país.

    Ambos fiscalizam e regulam a profissão de corretor de imóvel, para garantir o seu correto exercício e tomar as medidas cabíveis em casos que não estão de acordo com a legislação – dentro da categoria do ramo imobiliário. Realizar a consulta CRECI imobiliária é importante para ter a certeza de que a empresa está dentro da lei.

    É importante dizer que sem a certificação do CRECI, é impossível atuar como corretor de imóveis de forma legal. Esse órgão é extremamente importante tanto para o profissional quanto para o consumidor, afinal, seu objetivo é fornecer a segurança de que todas as operações imobiliárias possuam amparo da lei, assim como reduzir os problemas com imobiliária.

    Saiba como alugar um imóvel de forma segura.

    Há diversos fatores que podem causar problemas para quem deseja vender, comprar ou alugar um imóvel – assim como para quem já está em processo de negociação. Por isso, é essencial que todas as partes envolvidas saibam onde reclamar contra imobiliária.

    É válido enfatizar que, antes de tomar uma medida mais drástica, vale a pena tentar uma conversa amigável para evitar maiores complicações. Porém, se não for possível ou se a conversa não apresentar nenhuma resolução.

    O que pode ser denunciado ao Creci?

    Tem medo de que possa sofrer uma denúncia no CRECI? Não sabe o que pode acontecer ou o que fazer para que isso não aconteça? Essas são questões importantes para quem quer atuar ou já atua no mercado imobiliário.

    Afinal, para ser um corretor de imóveis ou até mesmo, abrir a sua própria imobiliária, além de passar confiança e credibilidade para os seus clientes, também é essencial que tudo esteja em conformidade com as Leis para evitar problemas.

    Neste artigo, você vai encontrar as principais informações sobre como funciona a denúncia no CRECI e, principalmente, quais são as consequências para o corretor de imóveis que não atua com a autorização do CRECI. Confira:

    Antes de falarmos sobre como funciona a denúncia no CRECI, vamos entender melhor o que ele é. Pois bem, o CRECI (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis) é o órgão que regulamenta a profissão do corretor de imóveis.

    Além disso, o CRECI também é o nome dado ao registro que todos os corretores de imóveis devem obter para exercer a profissão no mercado imobiliário. E para estes profissionais, existe o CRECI de pessoa física e de pessoa jurídica.

    Criado em 1962, o intuito do CRECI é de controlar e regulamentar a atividade profissional de imobiliárias e corretores de imóveis, conforme a Lei Federal 6.530/78. Dessa forma, apenas profissionais registrados pelo CRECI podem exercer a profissão.

    Leia também | O que é e como tirar o CRECI

    Você pode estar se perguntando: “Mas pode existir uma denúncia do CRECI para um corretor de imóveis que não tem registro?” E a resposta, é que sim. Afinal, faz parte das responsabilidades desse órgão fiscalizar corretamente o exercício da função.

    Segundo a Lei (6.530/1978): o exercício da profissão é permitido ao possuidor do título de Técnico em Transações Imobiliárias, e o exercício da profissão sem o registro profissional no CRECI configura contravenções relativas à organização do trabalho (artigo 41 do Código Civil), cuja pena é de prisão simples, de 15 dias a três meses de detenção ou pagamento de multa.

    Além disso, a pessoa nessas condições pode sofrer tanto punição cível (caso prejudique o comprador financeiramente) quanto criminal, quando a pessoa responde por crimes de falsidade ideológica e até mesmo estelionato, se forem tiradas vantagens monetárias. Falaremos mais sobre a seguir:

    Se o corretor de imóveis recebe uma denúncia no CRECI, é claro que isso terá consequências. Afinal, como o exercício ilegal da corretagem de imóveis é crime, o profissional que o pratica irá sofrer punições aplicadas pelo órgão. Elas podem ser:

    Uma das punições aplicadas ao corretor de imóveis que exerce a profissão ilegalmente e recebe uma denúncia no CRECI é a cível. Essa, diz respeito a quando ele comete alguma falha em seus serviços prestados a um comprador e este tem, por exemplo, um prejuízo financeiro.

    Aqui, estamos falando da denúncia no CRECI de quando acontece alguma prática de estelionato no exercício da transação imobiliária, caracterizando-se, assim, como uma p.

    Como faço para reclamar de uma imobiliária?

    A locação ou compra/venda direto com proprietário pode gerar muitos problemas, por conta disso, algumas pessoas priorizam negociar com o intermédio da imobiliária. Mas isso não significa que você não terá problemas. Veja onde reclamar sobre problemas com a imobiliária e saiba resolver tudo da melhor forma.

    As negociações e tratativas de uma locação, ou da compra/venda de um imóvel, podem apresentar muitos problemas. Isso é ainda maior quando tudo é feito direto com o proprietário.

    Existem diversas situações que exigem um apoio profissional: Problemas com o pagamento do aluguel ou da compra; danos no imóvel; problemas com a documentação; despejo; inadimplência; entre outros.

    A imobiliária assume o papel de intermédio entre as partes, encontrando as melhores opções para a negociação e apresentando soluções. O processo como um todo é muito mais fácil e garantido quando você conta com profissionais preparados para lidar com as situações.

    Mas a dificuldade surge quando o proprietário e inquilino/comprador se deparam com falta de suporte, ou ainda, percebem falhas graves no serviço ou no atendimento da imobiliária.

    Nestas situações, é importante saber onde reclamar contra a imobiliária, para garantir os seus direitos e não perder oportunidades de negócios, seja na locação ou compra e venda de um imóvel.

    Se a empresa não está cumprindo com suas obrigações na locação ou venda de um imóvel, uma primeira ação deve ser o esclarecimento da insatisfação diretamente com os responsáveis da empresa. A intenção é buscar uma solução amigável antes de partir para medidas mais drásticas. Afinal, é muito menos trabalhoso resolver diretamente com a empresa, rescindindo o contrato de prestação de serviços, do que dedicar o seu tempo com um processo e outras medidas.

    Porém, se uma reclamação formal não funcionar, você pode buscar ajuda por alguns canais. Conheça quais são os principais meios e saiba onde reclamar contra a imobiliária.

    As imobiliárias são regulamentadas pelo CRECI – Conselho Regional de Corretores da sua cidade. Sendo assim, este é um dos primeiros canais que você pode buscar ajuda. Basta apenas registrar a situação junto ao conselho. Essa organização tem como objetivo fiscalizar a atuação, e garantir que os corretores e empresas sigam as regras éticas e técnicas para atuar no mercado imobiliário.

    Se você registrar uma reclamação no CRECI, a imobiliária ou corretor responsável pode ser submetido a um processo de investigação, para validar sua conduta e outros pontos que envolvam a situação.

    O Reclame Aqui, site que centraliza reclamações de consumidores sobre empresas, também é uma opção. Você pode fazer uma reclamação no site, registrando a situação e alertando outras pessoas sobre as experiências negativas que teve com aquela empresa. Isso cria um alerta para o negócio que recebe a reclamação, afinal, qualquer pessoa pode ter conhecimento sobre o problema.

    Quando processar uma imobiliária?

    A imobiliária pode ser processada quando existe a má-prestação de serviços, pois a imobiliária tem a obrigação de dizer ao cliente todas as informações verídicas a respeito do negócio firmado. A imobiliária tem o dever de manter profissionais registrados no Conselho Regional de Corretores de Imóvel. A imobiliária tem o dever de redigir um contrato específico e detalhado, dispondo sobre os direitos e obrigações das partes envolvidas, independente do tipo de contrato firmado.

    A imobiliária é responsável pela análise dos documentos enviados pelas partes e deve se atentar à veracidade destes, bem como, deve tomar as cautelas necessárias antes da formalização dos contratos, como por exemplo, auxiliando as partes no momento do requerimento das certidões negativas. Havendo apontamentos nas certidões, terá o dever de informar os interessados e os riscos.

    A imobiliária tem o dever de auxiliar os interessados desde o momento da intermediação e aproximação das partes interessadas, bem como, no momento de confecção do contrato e análise de documentos. Se caracterizada a falta do dever de informar e/ou atuação sem a diligência necessária, esta poderá ser responsabilizada.

    Como entrar na Justiça contra uma imobiliária?

    Recorrer a uma imobiliária para intermediar a compra, venda ou locação de um imóvel, é, sem dúvidas, uma forma de facilitar a vida e simplificar processos. Porém, às vezes, podem ocorrer algumas situações desconfortáveis nessa “relação”, que precisam ser solucionadas com urgência.

    Na maioria dos casos, as pessoas se sentem quase “sem saída” por não saber a quem devem recorrer. Sendo assim, a questão de onde reclamar contra imobiliária se torna um desafio que promove uma série de desconfortos e até mesmo, insatisfação.

    Mas calma! Neste artigo, reunimos informações valiosas para te ajudar nessa hora. Boa leitura!

    As imobiliárias atuam como representantes legais daqueles que possuem imóveis e desejam colocá-los à venda ou para alugar, assim como de quem deseja adquirir ou locar um imóvel. Ou seja, a empresa abrange profissionais de alta confiança que se tornam responsáveis por diversas documentações e processos envolvidos no setor imobiliário, e devem prestar contas com transparência aos proprietários e clientes.

    Com dedicação e muita atenção, a imobiliária deve ter muita responsabilidade para lidar com toda a burocracia envolvida, respeitando os direitos e deveres de todas as partes – proprietário, comprador e locatário. Ainda, precisa agir de acordo com a legislação e garantir segurança em absolutamente todos os momentos de qualquer negociação. Além disso, é importante estar de acordo com a consulta CRECI imobiliária.

    Os órgãos responsáveis diretamente pela fiscalização das imobiliárias são o CRECI (Conselhos Regionais dos Corretores de Imóveis) e o COFECI (Conselho Federal dos Corretores de Imóveis). O COFECI está localizado no Distrito Federal e sua atuação é destinada à esfera federal. Já o CRECI, consiste em diversas entidades que representam o COFECI que estão espalhadas pelo país.

    Ambos fiscalizam e regulam a profissão de corretor de imóvel, para garantir o seu correto exercício e tomar as medidas cabíveis em casos que não estão de acordo com a legislação – dentro da categoria do ramo imobiliário. Realizar a consulta CRECI imobiliária é importante para ter a certeza de que a empresa está dentro da lei.

    É importante dizer que sem a certificação do CRECI, é impossível atuar como corretor de imóveis de forma legal. Esse órgão é extremamente importante tanto para o profissional quanto para o consumidor, afinal, seu objetivo é fornecer a segurança de que todas as operações imobiliárias possuam amparo da lei, assim como reduzir os problemas com imobiliária.

    Saiba como alugar um imóvel de forma segura.

    Há diversos fatores que podem causar problemas para quem deseja vender, comprar ou alugar um imóvel – assim como para quem já está em processo de negociação. Por isso, é essencial que todas as partes envolvidas saibam onde reclamar contra imobiliária.

    É válido enfatizar que, antes de tomar uma medida mais drástica, vale a pena tentar uma conversa amigável para evitar maiores complicações. Porém, se não for possível ou se a conversa não apresentar nenhuma resolução.

    Quais são as obrigações de uma imobiliária?

    Vistoriar o imóvel na entrada e na saída, efetuar cobranças sejam extrajudiciais ou judiciais a fim de satisfazer débitos, caso existentes. Consultar débitos de água e energia elétrica quando da rescisão contratual, dentre outras responsabilidades basilares.

    O que fazer quando a imobiliária não cumpre o contrato?

    Acionar ao PROCON, tendo em vista essa relação ser entendida como de consumo; Buscar os Sindicatos de Habitação que auxiliam na resolução das demandas do mercado imobiliário; Além de acionar esses órgãos, o locador poderá rescindir o contrato, pela falta de cumprimento das obrigações pela imobiliária contratada!

    Veja mais
    Abrir conversa
    Fale com um especialista!
    Olá 👋, precisa de ajuda com Por quais motivos posso processar uma faculdade/imobiliária/pessoa?? Fale agora com um especialista pelo WhatsApp! Estamos prontos para ajudar.