Sumário

Entre em contato com um especialista

    Planejamento previdenciário como fazer

    planejamento previdenciário como fazer

    Como fazer um planejamento previdenciário passo a passo?

    Planejamento Previdenciário: como funciona e por que fazer?

    O planejamento previdenciário é um dos serviços mais importantes dentro de uma empresa de advocacia previdenciária. É uma medida cujo objetivo é trazer agilidade para o trabalhador, minimizando erros e agilizando o encaminhamento até a aposentadoria.

    O sistema previdenciário do Brasil é burocrático e complexo. Com diversas opções de aposentadoria e regras, é importante estar em dia com o recolhimento das contribuições e com os documentos trabalhistas. Além disso, saber quais são os seus direitos e o que esperar da aposentadoria do INSS é primordial!

    Acompanhe esse texto até o fim e entenda o que é, como fazer e quanto custa um planejamento previdenciário.

    Leia também: 14º salário para aposentados: tudo sobre a aprovação do projeto

    O planejamento previdenciário é o estudo do histórico de tempo de serviço, da idade e das contribuições previdenciárias que o segurado possui com os diversos Regimes de Previdência, além da análise das atividades desenvolvidas ao longo da carreira, os salários de contribuição e a legislação aplicada ao caso específico.

    O documento irá apurar os resultados já existentes e realizando projeções futuras para orientar o segurado acerca das possibilidades de aposentadoria que possui e qual lhe será mais vantajosa. Em outras palavras, é a análise da situação do segurado na busca pelo melhor benefício em menor tempo possível.

    O planejamento permite organizar a vida contributiva de forma preventiva. Evitando prejuízos com recolhimentos desnecessários, equivocados e com código errado, com contribuições abaixo do mínimo exigido, com períodos contribuídos e não registrados nos CNIS, com pendências e erros, entre outras inconsistências.

    O planejamento previdenciário nada mais é do que um estudo preliminar que irá apontar quanto tempo uma pessoa ainda precisa contribuir para a previdência social até ter direito a aposentadoria.

    Outro ponto importante é a estimativa matemática que permite visualizar os valores que devem ser contribuídos para o valor do salário do benefício corresponder aos desejos do segurado.

    Na prática, é um documento com o cálculo, acompanhado de um estudo jurídico previdenciário, baseado no histórico de trabalho e nas informações previdenciárias do trabalhador. Essas informações são coletadas desde o começo da vida de trabalhador da pessoa até o momento do estudo.

    Com o planejamento previdenciário em mãos o trabalhador pode visualizar o futuro da sua aposentadoria e entender as estratégias para adquirir o melhor benefício para o seu caso.

    Vale lembrar que o planejamento previdenciário é uma estimativa, e, em muitos casos, é realizado com projeção a longo prazo. Sendo assim, não considera algumas informações como reajustes futuros, inflação e possíveis mudanças nas regras previdenciárias.

    Como o planejamento previdenciário tem muitas utilidades, ele pode ajudar todas aquelas pessoas que desejam se aposentar com segurança. Isto é, o planeja.

    Quanto custa para fazer um planejamento previdenciário?

    Você sabia que pode aumentar de forma significativa o valor da sua aposentadoria com o planejamento previdenciário? O planejamento de aposentadoria é a maneira de saber como obter o melhor benefício do INSS.

    Você sabia que existe a possibilidade de pagar menos como contribuição ao se organizar para dar entrada no benefício?

    Após a reforma previdenciária em 13 de novembro de 2019, criando com isso a Nova Previdência, onde as regras de aposentadoria foram drasticamente alteradas, se tornou essencial a realização do planejamento previdenciário aos segurados do INSS.

    Este serviço permite não apenas você saber qual o maior benefício do INSS a ser alcançado, mas principalmente a sua melhor aposentadoria.

    Com a orientação correta e especializada, é possível alcançar vantagens consideráveis ao solicitar a aposentadoria no INSS.

    Um especialista deverá analisar toda a sua documentação, e com isso trazer um estudo completo de quando será o momento de atingir a sua melhor aposentadoria.

    E, mesmo que já esteja recebendo o benefício, pode revisar o valor recebido e entender se ele é mesmo a melhor opção para seu perfil e histórico de contribuição.

    O planejamento de aposentadoria é essencial para autônomos e facultativos, onde saberão qual o melhor momento para aposentar-se e o quanto devem contribuir ao INSS.

    Porém, com a reforma previdenciária ele se mostra também indispensável para o trabalhador celetista.

    Quer saber o que é e como funciona o planejamento previdenciário em 2022? Quer obter a melhor aposentadoria do INSS?

    Então, acompanhe este conteúdo até o fim e descubra tudo sobre a estratégia que pode mudar para sempre a sua aposentadoria.

    Planejamento previdenciário é uma estratégia de análise das informações do contribuinte com o objetivo de determinar o melhor momento para solicitar a concessão de aposentadoria.

    Feito através de um estudo documental de toda atividade do trabalhador junto ao INSS, é estabelecido se já é o melhor momento de se aposentar, ou se ainda não for o momento, quando será, por quanto tempo deverá contribuir ao INSS e por quais valores.

    Sendo assim, é permitida uma avaliação aprofundada sobre as reais possibilidades às quais o filiado tem direito, entendendo qual delas é a mais interessante para seus propósitos com o benefício.

    Assim, o planejamento torna possível saber qual tipo de aposentadoria é mais vantajoso para o solicitante no menor espaço de tempo possível.

    O planejamento é um estudo minucioso de como (e quais valores) recolher, quando se aposentar, com quanto irá se aposentar e quais valores poderá receber se antecipar a sua aposentadoria antes de atingir um valor mais alto.

    Nem sempre o melhor benefício é o maior.

    Em muitos casos o segurado acredita que o melhor é esperar, mas ele está perdendo dinheiro ao adiar a sua aposentadoria, como existem casos em que se ele esperar poucos meses ou anos pode dobrar o valor do benefício.

    Planejamento previdenciário

    Qual o valor de um planejamento de aposentadoria?

    Não deixe para depois o que você pode fazer agora! Evite perder dinheiro para o INSS, faça seu planejamento e receba o melhor benefício de aposentadoria.

    Não deixe para última hora, comece a planejar hoje o melhor cenário para sua aposentadoria. Esteja preparado para receber o MELHOR benefício, de forma rápida, justa e segura. Somos seu guia nessa jornada, vamos te mostrar como usufruir do melhor benefício possível, por meio de um planejamento estratégico. Para isso, você conta com toda a estrutura da nossa empresa.

    Nossa análise profunda do seu caso, permite que você se prepare de forma estratégica para receber o MELHOR benefício disponível. Todo planejamento estará de acordo ao regime jurídico a qual você está assegurado. Esteja protegido de prejuízos futuros.

    Saiba tudo sobre o benefício antes e depois da reforma. Esteja preparado quando a grande hora chegar! Tenha a ajuda de um especialista para fazer a melhor escolha.

    Você responderá um formulário com perguntas específicas sobre o seu caso. Após análise de suas respostas, enviaremos um e-mail solicitando a documentação necessária. Tudo on-line, você não precisa sair de casa.

    Através da documentação enviada iremos avaliar suas contribuições, períodos e cenários antes e depois da Reforma. Produziremos seu Planejamento Previdenciário por escrito e te enviaremos um e-mail com nossa análise.

    Enviaremos um vídeo explicando todos os pontos do seu Planejamento. Você tem até 7 dias para tirar qualquer dúvida que surgir.

    Análise com informações essenciais sobre o seu caso e sua futura aposentadoria. Esse valor pode ser pago em até 18 parcelas.

    Análise profunda do seu caso + projeções completas para você se aposentar com segurança. Esse valor pode ser pago em até 18 parcelas.

    Análise completa do seu histórico de contribuição, com a simulação de todos os benefícios possíveis, e estratégias para usufruir do melhor benefício.

    Após o preenchimento do nosso formulário, vamos solicitar alguns documentos para a análise, como:

    • Aposentadorias do INSS.
    • Aposentadorias Servidor Público, seja CLT ou Regime Próprio.
    • Aposentadoria por Invalidez.
    • Aposentadoria Especial.
    • Aposentadoria por Pontos.
    • Aposentadoria Rural.

    Verificamos todas as regras antes e depois da Reforma. A produção do Planejamento é um serviço exclusivo para cada cliente, dependendo muito de cada caso, o que exige uma dedicação por dias para sua conclusão.

    O pagamento em reais é feito pelo Pagseguro, uma plataforma 100% segura que aceita boletos e cartões com parcelamento em até 10x sem juros.

    Usamos cookies em nosso site para te dar uma experiência mais relevante. Apertando “Aceito”, você consente com o uso de TODOS os cookies.

    Como fazer planejamento de aposentadoria?

    Stephen Zeigler/ Getty Images

    Fazer o quanto antes o plano de aposentadoria é algo que nenhum de nós pode se dar ao luxo de negligenciar. Se você está atento às notícias, sabe que depender apenas da previdência social para a aposentadoria pode não ser a melhor estratégia. Embora seja importante contribuir mensalmente para o INSS e garantir benefícios como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez, a previdência social enfrenta uma crise financeira há anos. Portanto, é importante que você comece a planejar sua aposentadoria o quanto antes, para não depender da aposentadoria do governo.

    Existem várias estratégias de investimento que podem garantir uma boa renda na aposentadoria, como planos de previdência privada, Tesouro Direto RendA+, dividendos de ações e fundos imobiliários. A escolha da estratégia de investimento ideal depende das suas metas financeiras.

    Importante dizer que, independente de suas metas, alguns passos são inevitáveis em seu planejamento para a aposentadoria:

    • Faça um balanço completo de sua vida financeira: renda, custos fixos e variáveis, investimentos atuais, bens e dívidas. A diferença entre o que você possui (ativos) e suas despesas recorrentes (passivo) é o seu patrimônio líquido. Ter clareza sobre esse número e revisá-lo anualmente ajudará você a manter-se dentro do plano de metas traçado.
    • Investir com o objetivo de se aposentar é muito vago. Para montar uma carteira estruturada, você precisa detalhar essa meta: qual idade você quer se aposentar? Qual será sua renda mensal quando parar de trabalhar? Quanto você precisa acumular até a data definida para se aposentar?
    • Lembre-se de incluir nessa conta, a projeção de inflação, do contrário, seu poder de compra será comprometido.

    No Brasil, existem dois tipos de previdência privada: VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) e PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre). Ambos permitem que você defina o valor e a periodicidade das suas contribuições, além do tipo de alíquota do Imposto de Renda.

    Considere conversar com um especialista que possa orientar qual o tipo de plano de previdência mais adequado ao seu caso.

    Se quiser conhecer um pouco mais sobre o tema, no meu canal do youtube tem uma aula gratuita com duas horas de duração, falando sobre previdência privada.

    Investir em ações e fundos imobiliários é uma ótima opção para quem deseja uma renda complementar à aposentadoria. Apesar da volatilidade desses ativos, eles oferecem maior valorização do patrimônio no longo prazo. Além disso, ações e fundos imobiliários asseguram uma renda perpétua, pois enquanto você mantiver os ativos sob sua custódia, irá receber os dividendos correspondentes isentos de Imposto de Renda.

    Quanto mais cedo você começar a investir para a aposentadoria, mais benefícios terá. Isso inclui criar o hábito de destinar uma parte da sua renda para esse fim todos os meses. Além disso, há uma série de outras vantagens em começar cedo: Por mais que as decisões sobre investimentos pareçam algo matemático e meramente.

    Como fazer um planejamento previdenciário passo a passo?

    Planejamento Previdenciário: como funciona e por que fazer?

    O planejamento previdenciário é um dos serviços mais importantes dentro de uma empresa de advocacia previdenciária. É uma medida cujo objetivo é trazer agilidade para o trabalhador, minimizando erros e agilizando o encaminhamento até a aposentadoria.

    O sistema previdenciário do Brasil é burocrático e complexo. Com diversas opções de aposentadoria e regras, é importante estar em dia com o recolhimento das contribuições e com os documentos trabalhistas. Além disso, saber quais são os seus direitos e o que esperar da aposentadoria do INSS é primordial!

    Acompanhe esse texto até o fim e entenda o que é, como fazer e quanto custa um planejamento previdenciário.

    Leia também: 14º salário para aposentados: tudo sobre a aprovação do projeto

    O planejamento previdenciário é o estudo do histórico de tempo de serviço, da idade e das contribuições previdenciárias que o segurado possui com os diversos Regimes de Previdência, além da análise das atividades desenvolvidas ao longo da carreira, os salários de contribuição e a legislação aplicada ao caso específico.

    O documento irá apurar os resultados já existentes e realizando projeções futuras para orientar o segurado acerca das possibilidades de aposentadoria que possui e qual lhe será mais vantajosa. Em outras palavras, é a análise da situação do segurado na busca pelo melhor benefício em menor tempo possível.

    O planejamento permite organizar a vida contributiva de forma preventiva. Evitando prejuízos com recolhimentos desnecessários, equivocados e com código errado, com contribuições abaixo do mínimo exigido, com períodos contribuídos e não registrados nos CNIS, com pendências e erros, entre outras inconsistências.

    O planejamento previdenciário nada mais é do que um estudo preliminar que irá apontar quanto tempo uma pessoa ainda precisa contribuir para a previdência social até ter direito a aposentadoria.

    Outro ponto importante é a estimativa matemática que permite visualizar os valores que devem ser contribuídos para o valor do salário do benefício corresponder aos desejos do segurado.

    Na prática, é um documento com o cálculo, acompanhado de um estudo jurídico previdenciário, baseado no histórico de trabalho e nas informações previdenciárias do trabalhador. Essas informações são coletadas desde o começo da vida de trabalhador da pessoa até o momento do estudo.

    Com o planejamento previdenciário em mãos o trabalhador pode visualizar o futuro da sua aposentadoria e entender as estratégias para adquirir o melhor benefício para o seu caso.

    Vale lembrar que o planejamento previdenciário é uma estimativa, e, em muitos casos, é realizado com projeção a longo prazo. Sendo assim, não considera algumas informações como reajustes futuros, inflação e possíveis mudanças nas regras previdenciárias.

    Como o planejamento previdenciário tem muitas utilidades, ele pode ajudar todas aquelas pessoas que desejam se aposentar com segurança. Isto é, o planeja.

    Como fazer planejamento previdenciário?

    A Análise e o Planejamento Previdenciário são dois pilares no campo de atuação do profissional previdenciarista. E entender a diferença e peculiaridades entre esses institutos é fundamental para o pleno exercício da atividade.

    A Análise Previdenciária é o ponto de partida do profissional. É um olhar para o passado contributivo do segurado. Já o Planejamento precisa da Análise Previdenciária para existir, pois não há como planejar o futuro contributivo sem conhecer o patrimônio previdenciário já constituído.

    Percebe como são instrumentos totalmente diferentes?! Então vamos aprofundar um pouco mais!

    Preliminarmente, precisamos tecer algumas palavras a respeito do CNIS – Cadastro Nacional de Informações Sociais – que é o principal instrumento de trabalho do profissional que atua no direito previdenciário. Nele encontramos, praticamente, todas as informações necessárias para a Análise Previdenciária, como os dados cadastrais do segurado, a relação de suas atividades laborativas, as remunerações e as contribuições.

    Como todo o sistema conectado com a internet é interligado, o CNIS é constantemente alimentado e atualizado por diversas bases de dados de órgãos e entidades da Administração Pública Federal. Quando o sistema cruza os dados e verifica a possível necessidade de procedimento a ser adotado pelo segurado, são gerados indicadores que sinalizam quando comprovar ou validar determinada informação. E, nessas situações, a expertise do profissional faz toda a diferença na Análise Previdenciária. Como dito, pela Análise Previdenciária se conhece o passado contributivo do segurado e um dos objetivos é identificar possíveis incoerências que podem prejudicar o que já foi conquistado, pois o que não é comprovado, não é considerado.

    Nesse sentido, é possível encontrar situações passíveis de regularização e elas são identificadas através dos indicadores, como o caso de:

    • Pendência suscetível de atualização de informação;
    • Necessidade de comprovação de algum dado;
    • Informações que apresentem erros ou estejam incompletas.

    E tudo isso é importante porque o INSS apenas considerará a informação inconsistente que foi devidamente tratada pelo segurado. Isso mesmo! Seu cliente poderá perder todo o período que houver algum tipo de inconsistência suscetível de regularização!

    Para fazer a análise previdenciária, o profissional precisa ser detalhista, olhar toda e qualquer informação contida no CNIS. E para que essa análise tenha qualidade, é fundamental conhecer todas as categorias de segurado e a forma de contribuição de cada uma.

    Conhecer as peculiaridades das atividades específicas, os períodos que o INSS considera como tempo de contribuição e os que não considera. Entender como funciona a qualidade de segurado, as regras de extensão do período de graça e o instituto da carência.

    E ainda, ter o conhecimento específico sobre os documentos hábeis para comprovar cada relação jurídica presente no documento, assim como a disposição de pesquisar as regras contidas na legislação.

    Quanto cobrar para um planejamento previdenciário?

    Não deixe para depois o que você pode fazer agora! Evite perder dinheiro para o INSS, faça seu planejamento e receba o melhor benefício de aposentadoria.

    Não deixe para última hora, comece a planejar hoje o melhor cenário para sua aposentadoria. Esteja preparado para receber o MELHOR benefício, de forma rápida, justa e segura. Somos seu guia nessa jornada, vamos te mostrar como usufruir do melhor benefício possível, por meio de um planejamento estratégico. Para isso, você conta com toda a estrutura da nossa empresa.

    Nossa análise profunda do seu caso, permite que você se prepare de forma estratégica para receber o MELHOR benefício disponível. Todo planejamento estará de acordo ao regime jurídico a qual você está assegurado. Esteja protegido de prejuízos futuros.

    Saiba tudo sobre o benefício antes e depois da reforma. Esteja preparado quando a grande hora chegar! Tenha a ajuda de um especialista para fazer a melhor escolha.

    Você responderá um formulário com perguntas específicas sobre o seu caso. Após análise de suas respostas, enviaremos um e-mail solicitando a documentação necessária. Tudo on-line, você não precisa sair de casa. Através da documentação enviada iremos avaliar suas contribuições, períodos e cenários antes e depois da Reforma. Produziremos seu Planejamento Previdenciário por escrito e te enviaremos um e-mail com nossa análise. Enviaremos um vídeo explicando todos os pontos do seu Planejamento. Você tem até 7 dias para tirar qualquer dúvida que surgir.

    Análise com informações essenciais sobre o seu caso e sua futura aposentadoria. Esse valor pode ser pago em até 18 parcelas. Análise profunda do seu caso + projeções completas para você se aposentar com segurança. Esse valor pode ser pago em até 18 parcelas. Análise completa do seu histórico de contribuição, com a simulação de todos os benefícios possíveis, e estratégias para usufruir do melhor beneficio.

    Após o preenchimento do nosso formulário, vamos solicitar alguns documentos para a análise, como:

    • Aposentadorias do INSS
    • Aposentadorias Servidor Público, seja CLT ou Regime Próprio
    • Aposentadoria por Invalidez
    • Aposentadoria Especial
    • Aposentadoria por Pontos
    • Aposentadoria Rural
    • Verificamos todas as regras antes e depois da Reforma

    A produção do Planejamento é um serviço exclusivo para cada cliente, dependendo muito de cada caso, o que exige uma dedicação por dias para sua conclusão. O pagamento em reais é feito pelo Pagseguro, uma plataforma 100% segura que aceita boletos e cartões com parcelamento em até 10x sem juros.

    Usamos cookies em nosso site para te dar uma experiência mais relevante. Apertando “Aceito”, você consente com o uso de TODOS os cookies.

    Quem deve fazer um planejamento previdenciário?

    Diversas mudanças nas regras da Previdência Social têm ocorrido de forma frequente nos últimos anos. Sendo a última delas em 2019, a grande Reforma da Previdência da Emenda Constitucional 103. Sendo assim, tem se tornando extremamente difícil diferenciar algumas regras muito importantes na escolha do melhor momento para pedir aposentadoria. Dessa forma, cada uma das modalidades da aposentadoria possuem particularidades de cálculo e saber qual delas é mais vantajosa não é uma tarefa simples.

    Além disso, o INSS vive momento complicado, com grandes filas de segurados esperando uma resposta sobre os requerimentos de benefícios. Tudo isso faz com que o tão esperado momento da aposentadoria seja também momento de frustração e dor de cabeça.

    Dessa forma, para evitar isso, existe o planejamento previdenciário. Com ele é possível saber quando e como você vai se aposentar! Assim, confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre esse procedimento!

    O planejamento previdenciário consiste em um mapeamento da vida previdenciária do segurado. Este mapeamento envolve não somente fazer a contagem do tempo de contribuição do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Dessa forma, o advogado deve analisar:

    • Idade do segurado;
    • Tempo de contribuição;
    • Regras de transição;
    • Impacto do fator previdenciário;
    • Entre outros.

    Por isso é tão importante planejar a aposentadoria, para que o cliente não tome uma decisão que irá se arrepender para sempre.

    Em resumo, o planejamento previdenciário é o meio para que o segurado obtenha o melhor benefício possível. Mas para além desse grande objetivo, o planejamento ajuda o segurado a:

    1. Ter segurança financeira na aposentadoria;
    2. Evitar erros e prejuízos;
    3. Garantir o melhor valor de benefício;
    4. Entre outros.

    O planejamento previdenciário é recomendado para qualquer pessoa que contribui para a previdência e deseja receber uma aposentadoria. Assim, são eles:

    • Trabalhadores ativos;
    • Trabalhadores autônomos;
    • Servidores públicos;
    • Profissionais liberais;
    • Entre outros.

    Além disso, pessoas que já se aposentaram e querem analisar o benefício recebido também podem realizar um estudo de possíveis ações revisionais.

    É muito importante juntar toda a sua documentação trabalhista e previdenciária e procurar um advogado de sua confiança o quanto antes. Isso porque, o quando antes você planejar a sua futura aposentadoria, maiores são as chances de vocês garantir o melhor valor de benefício

    Na prática, o planejamento previdenciário considera 5 principais pontos. Dessa forma, são eles:

    1. Idade do segurado;
    2. Tempo de contribuição;
    3. Regras de transição;
    4. Impacto do fator previdenciário;
    5. Entre outros.

    O planejamento previdenciário deve ser elaborado por um advogado especialista em direito previdenciário. Visto que, só ele conhece as técnicas, leis, benefícios e todo o passo a passo para garantir a melhor aposentadoria.

    Assim, caso você ainda não tenha um advogado de confiança, não deixe de acessar o Diretório de Advogados do Prev! Nele você encontra uma lista com mais de 10 mil advogados especiali.

    Veja mais
    Abrir conversa
    Fale com um especialista!
    Olá 👋, precisa de ajuda com Planejamento previdenciário como fazer? Fale agora com um especialista pelo WhatsApp! Estamos prontos para ajudar.