Sumário

Entre em contato com um especialista

    Emprestei meu cartão e a pessoa não pagou, posso processar?

    Emprestei meu cartão e a pessoa não pagou, posso processar?

    O que fazer quando uma pessoa usa seu cartão e não paga?

    Acione o SPC e o Serasa Como um recurso mais rigoroso, se o devedor não quer pagar, informar a inadimplência aos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, pode ser efetivo. Essa medida costuma ser adotada após tentativas amigáveis de cobrança e pode incentivar o devedor a regularizar sua situação.

    Tem como processar uma pessoa que não me pagou?

    Tem como processar alguém que está te devendo? Isso pode ser feito por meio de uma ação monitória e ela deve ser formalizada no Juizado Especial Cível (JEC) mais próximo.

    Como processar uma pessoa que sujou o meu nome?

    As empresas não podem cobrar o consumidor após a prescrição das dívidas. Se isso ocorrer, ele deve formalizar uma reclamação por escrito, procurar o Procon e/ou ingressar com uma ação judicial exigindo reparação de danos.

    O que fazer quando alguém compra algo em seu nome e não paga?

    Sabemos que nem sempre é fácil negar o empréstimo do nome. Afinal, cada caso é específico e urgências podem acontecer com qualquer pessoa, inclusive as que são próximas de nós.

    No entanto, eis a dúvida de muita gente: Emprestei meu nome e não pagaram. O que fazer?

    O primeiro passo é saber que a responsabilidade é da pessoa que emprestou o nome – afinal, seus dados pessoais estão no contrato de concessão do crédito.

    O segundo passo é entrar em contato com a pessoa que pegou o empréstimo para saber o que aconteceu e negociar uma resolução.

    Em geral, o banco ou instituição financeira credora entrará em contato avisando sobre o débito, antes de negativar o CPF de quem emprestou o nome. O ideal é negociar antes da negativação.

    Caso ocorram a inadimplência e consequente inscrição do CPF nos órgãos de proteção ao crédito, é preciso tentar acordos de negociação de pagamento – e nesse caso, a pessoa que emprestou precisa assumir a dívida (ou negociar para que o devedor pague o acordo).

    Em todos os casos, lembre-se: a responsabilidade final do pagamento é de quem está com o nome no contrato. Ou seja, de quem emprestou o nome.

    A Serasa tem uma plataforma online grátis em que é possível consultar a situação do CPF e do Serasa Score – que também é um importante critério para analisar o crédito a ser concedido a quem vai emprestar ou não o nome.

    Veja mais
    Abrir conversa
    Fale com um especialista!
    Olá 👋, precisa de ajuda com Emprestei meu cartão e a pessoa não pagou, posso processar?? Fale agora com um especialista pelo WhatsApp! Estamos prontos para ajudar.