Sumário

Entre em contato com um especialista

    Curso de advocacia previdenciária

    curso de advocacia previdenciária

    Como se tornar um advogado previdenciário?

    O advogado previdenciário é o profissional que atua em casos relacionados à concessão de aposentadorias, pensões e benefícios previdenciários em geral. Esses casos de âmbito jurídico, normalmente, estão vinculados a problemas relacionados a idade, morte e doenças, e são revertidos em pedidos para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

    Trata-se de um profissional essencial para pessoas em processo de pedido de aposentadoria, pensão por invalidez ou pensão por morte, uma vez que ele consegue verificar quais são os benefícios previdenciários mais vantajosos para seu cliente.

    Qual o salário de um advogado previdenciário?

    Salários do cargo de Advogado Previdenciário – Brasil A média salarial do cargo de Advogado Previdenciário (Brasil) é de R$ 4.165 por mês. A remuneração variável do cargo de Advogado Previdenciário nessa localização (Brasil) é de R$ 423, variando entre R$ 407 e R$ 440.

    Quanto custa os honorários de um advogado previdenciário?

    Clareza e confiança são as duas coisas que devem ter na relação entre advogado e cliente. Quando se trata de obter seus benefícios previdenciários, é fundamental entender como os honorários advocatícios são determinados. Normalmente, os advogados especializados em direito previdenciário adotam abordagens flexíveis e transparentes para atender às necessidades individuais de seus clientes. Lembre-se de que os honorários advocatícios podem variar dependendo da complexidade do caso, da experiência do advogado e de outros fatores relevantes. No entanto, é essencial que haja uma discussão clara e prévia sobre os honorários, bem como o registro desses termos em um contrato de prestação de serviços.

    Para vocês terem uma ideia, a própria Ordem dos Advogados do Brasil, dependendo do Estado, especifica a forma de cobrança. Vejam, por exemplo, como que OAB/PE estabelece os honorários em Pernambuco:

    Atividade Mínimo Cobrável Porcentagem Cobrável
    Concessão, revisão ou restabelecimento de aposentadorias programadas em geral, auxílio reclusão, auxílio acidente, pensão por morte, benefícios assistenciais-BPC e outros não listados. R$ 4.705,42 20% a 30% do proveito econômico do cliente
    Concessão ou restabelecimento de auxílio por incapacidade temporária, inclusive por acidente do trabalho. R$ 1.759,11 20% a 30% do proveito econômico do cliente
    Concessão de salário maternidade(B-80) R$ 1.548,35 20% a 30% do proveito econômico do cliente
    Solicitação e expedição de Certidão de Tempo de Contribuição R$ 3.560,57
    Procedimento de Justificação administrativa R$ 3.560,57
    Retificação e atualização cadastral do Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS R$ 3.560,57
    Planejamento previdenciário com parecer, cálculos de tempo de contribuição e simulações de RMI/RMA presentes e futuras R$ 3.560,57
    Calculo de contagem de tempo de contribuição tomando como referência o CNIS e documentos particulares do segurado R$ 586,72
    Atuação somente a partir da fase recursal R$ 2.932,55 20% a 30% do proveito econômico do cliente
    Procedimento visando a restituição de valores indevidamente cobrados e/ou declaração de inexigibilidade dos valores cobrados pelo gestor do regime previdenciário, inclusive no caso de benefício de prestação continuada (LOAS), bem como repetição de indébito R$ 3.560,57 20% a 30% do proveito econômico do cliente
    Sustentação oral perante órgãos recursais administrativos desvinculada do êxito do processo administrativo R$ 1.289,94
    Defesa administrativa para evitar a suspensão do benefício previdenciário ou assistencial; R$ 4.705,42 20% a 30% do proveito econômico do cliente
    Parecer jurídico solicitado por entidades sindicais, associações, gestores de regimes previdenciários e outras pessoas jurídicas R$ 5.864,04
    Consulta presencial (a cada hora de duração) R$ 321,96
    Consulta por vídeo conferência ou em condições excepcionais, com exame de documentos(a cada hora de duração) R$ 862,08

    Como aprender Direito Previdenciário do zero?

    Será que a melhor forma de começar no previdenciário é fazendo uma pós graduação? Toda semana recebo muitos emails e mensagens de advogados perguntando como estudar direito previdenciário. A maioria quer uma indicação de pós graduação para começar a atuar na área.

    Errado! Sei que é normal pensar assim, pois quase nenhuma faculdade de direito no Brasil tem previdenciário na sua grade curricular, então parece que a coisa natural é partir para pós. Mas um erro frequente que vejo é advogados que não atuam e nunca estudaram Previdenciário darem o primeiro passo realizando uma pós graduação.

    Eu não sou contra especializações, eu mesmo fiz especialização e aproveitei muito, mas fazer uma pós não é a melhor forma de começar.

    Primeiro, porque uma pós demora de 12 a 18 meses, isso é muito lento para você ter uma visão geral do Previdenciário. Segundo, porque você vai aproveitar muito pouco sua pós se não entender alguns conceitos e leis primeiro. Já vou te explicar isto.

    Então, se você quer estudar previdenciário e atuar com sucesso na área siga estes 5 passos, que coloquei na ordem que vai maximizar seu aprendizado, e você vai deslanchar!

    Se você já entende bastante e já está voando no direito previdenciário, a sequência que vou te passar pode servir para uma ótima revisão, porque é importante sempre nos atualizarmos!

    Com essas dicas você vai fazer parte do seleto grupo de previdenciaristas que realmente entende o direito previdenciário, ajuda muitas famílias e ganha dinheiro na área.

    Mas olha, já te adianto que o segredo mesmo do Previdenciário são os cálculos, viu?! Por isso, logo de cara, vou deixar o relato que a Advogada Suellem Medeiros compartilhou sobre a melhor ferramenta para quem está dando os primeiros passos no Direito. Dá uma olhada:

    Gostei, quero começar o teste agora

    Segredo revelado, vem comigo descobrir como estudar essa área com sucesso.

    Você escolheu o Direito e já deve saber que para atuar bem na área você precisa ler. Ler bem e constantemente. Então isto vai ser moleza para você!

    Eu recomendo começar com livros que mostram o previdenciário como um todo, abordando os aspectos atuais, jurisprudência, a prática previdenciária e os princípios que balizam tudo.

    A verdade é que existem poucos livros assim. Eu indico o livro de Direito Previdenciário do Fábio Zambitte. É um livro que gosto muito, completo e que vem sendo atualizado ano a ano. Na minha opinião é o melhor para quem quer atuar com excelência no previdenciário.

    Obs: Muitos advogados me mandaram email falando que o livro do Fábio Zambitte está em falta. Tem outros livros muito bons, completos e didáticos. Esses são os meus livros preferidos de direito previdenciário:

    • Leia o livro de cabo a rabo sem pular nenhuma palavra.
    • Abra as Leis que o livro for te apresentando e leia elas na mesma ordem do livro. Este é o primeiro passo.

    Mais uma dica valiosa, preste atenção especialmente quando ele fala sobre os princípios do direito previdenciário. Os princípios são a base de todo o direito previdenciário, não adian.

    Qual é o melhor livro de prática previdenciária?

    De qualquer forma, é preciso considerar que os professores João Batista e Carlos Alberto são uma das melhores referências de Previdenciário da atualidade (2021). Naturalmente, por isso, aparecem mais de uma vez em nossos favoritos.

    Como começar a atuar na área previdenciária?

    O advogado previdenciário é o profissional que atua em casos relacionados à concessão de aposentadorias, pensões e benefícios previdenciários em geral. Esses casos de âmbito jurídico, normalmente, estão vinculados a problemas relacionados a idade, morte e doenças, e são revertidos em pedidos para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

    Trata-se de um profissional essencial para pessoas em processo de pedido de aposentadoria, pensão por invalidez ou pensão por morte, uma vez que ele consegue verificar quais são os benefícios previdenciários mais vantajosos para seu cliente.

    Quanto custa uma análise previdenciária?

    Você sabia que pode aumentar de forma significativa o valor da sua aposentadoria com o planejamento previdenciário? O planejamento de aposentadoria é a maneira de saber como obter o melhor benefício do INSS.

    Você sabia que existe a possibilidade de pagar menos como contribuição ao se organizar para dar entrada no benefício?

    Após a reforma previdenciária em 13 de novembro de 2019, criando com isso a Nova Previdência, onde as regras de aposentadoria foram drasticamente alteradas, se tornou essencial a realização do planejamento previdenciário aos segurados do INSS.

    Este serviço permite não apenas você saber qual o maior benefício do INSS a ser alcançado, mas principalmente a sua melhor aposentadoria.

    Com a orientação correta e especializada, é possível alcançar vantagens consideráveis ao solicitar a aposentadoria no INSS.

    Um especialista deverá analisar toda a sua documentação, e com isso trazer um estudo completo de quando será o momento de atingir a sua melhor aposentadoria.

    E, mesmo que já esteja recebendo o benefício, pode revisar o valor recebido e entender se ele é mesmo a melhor opção para seu perfil e histórico de contribuição.

    O planejamento de aposentadoria é essencial para autônomos e facultativos, onde saberão qual o melhor momento para aposentar-se e o quanto devem contribuir ao INSS.

    Porém, com a reforma previdenciária ele se mostra também indispensável para o trabalhador celetista.

    Quer saber o que é e como funciona o planejamento previdenciário em 2022? Quer obter a melhor aposentadoria do INSS?

    Então, acompanhe este conteúdo até o fim e descubra tudo sobre a estratégia que pode mudar para sempre a sua aposentadoria.

    Planejamento previdenciário é uma estratégia de análise das informações do contribuinte com o objetivo de determinar o melhor momento para solicitar a concessão de aposentadoria.

    Feito através de um estudo documental de toda atividade do trabalhador junto ao INSS, é estabelecido se já é o melhor momento de se aposentar, ou se ainda não for o momento, quando será, por quanto tempo deverá contribuir ao INSS e por quais valores.

    Sendo assim, é permitida uma avaliação aprofundada sobre as reais possibilidades às quais o filiado tem direito, entendendo qual delas é a mais interessante para seus propósitos com o benefício.

    Assim, o planejamento torna possível saber qual tipo de aposentadoria é mais vantajoso para o solicitante no menor espaço de tempo possível.

    O planejamento é um estudo minucioso de como (e quais valores) recolher, quando se aposentar, com quanto irá se aposentar e quais valores poderá receber se antecipar a sua aposentadoria antes de atingir um valor mais alto.

    Nem sempre o melhor benefício é o maior.

    Em muitos casos o segurado acredita que o melhor é esperar, mas ele está perdendo dinheiro ao adiar a sua aposentadoria, como existem casos em que se ele esperar poucos meses ou anos pode dobrar o valor do benefício.

    Planejamento previdenciário

    O que é curso previdenciário?

    Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

    Saiba tudo sobre o curso de Direito Previdenciário e comece a estudar com ajuda da Quero Bolsa

    O curso de Direito Previdenciário é uma área específica do Direito que se dedica ao estudo e compreensão das normas e princípios relacionados à seguridade social. Essa disciplina abrange as regras que regem os direitos e deveres dos segurados, bem como a organização e funcionamento dos órgãos responsáveis pela gestão da previdência social.

    Ao longo do curso, os estudantes têm a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos sobre os regimes previdenciários, tais como o Regime Geral de Previdência Social (RGPS), que abrange os trabalhadores do setor privado, e o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), destinado aos servidores públicos.

    Dentre os temas abordados, destacam-se as diferentes espécies de benefícios previdenciários, como aposentadorias, pensões, auxílios e salário-maternidade. Além disso, o curso explora as normas que disciplinam as contribuições sociais, as regras de cálculo dos benefícios, as mudanças legislativas e jurisprudenciais, bem como as medidas de proteção social.

    A complexidade do Direito Previdenciário exige dos estudantes uma análise crítica das normas e uma compreensão profunda das peculiaridades de cada caso. A prática jurídica é fundamental, seja na análise de casos concretos, no acompanhamento de processos administrativos ou na atuação em demandas judiciais.

    Vale ressaltar que a área previdenciária está em constante evolução, sujeita a reformas e ajustes legislativos. Portanto, os profissionais formados nesse campo devem manter-se atualizados para oferecer um serviço jurídico de qualidade e orientar seus clientes de acordo com a legislação vigente.

    Ao concluir o curso de Direito Previdenciário, os graduados estarão aptos a atuar como advogados especializados, consultores, peritos ou mesmo como servidores públicos em órgãos relacionados à previdência social.

    Veja bolsas de estudo para o curso de Direito Previdenciário

    O tipo de formação para o curso de Direito Previdenciário é:

    • pós-graduação

    No curso de Direito Previdenciário, os estudantes adquirem conhecimentos especializados sobre as normas e princípios que regem a seguridade social. A disciplina abrange uma ampla gama de temas relacionados aos direitos e deveres dos segurados, assim como às diversas modalidades de benefícios previdenciários.

    Os alunos começam estudando os fundamentos do sistema previdenciário, compreendendo as diferenças entre o Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). Isso inclui uma análise detalhada das contribuições previdenciárias, que são a base para a concessão dos benefícios.

    Ao longo do curso, são exploradas as regras específicas que regem a aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, salário-maternidade, entre outros benefícios. Os alunos aprendem a identificar os r

    Veja mais
    Abrir bate-papo
    Fale com um especialista!
    Olá 👋 , tudo bem ?
    Parece que você está precisando de ajuda! Estamos aqui para ajudá-lo a resolver qualquer dúvida ou problema que esteja enfrentando. Clique aqui para falar com um dos nossos especialistas e encontrar a solução que você precisa. Não hesite, estamos prontos para ajudar!