Sumário

Entre em contato com um especialista

    Artigos

    artigos

    Quais são os artigos?

    Artigo é a palavra que se antepõe ao substantivo com a intenção de particularizar ou indefinir o nome. Como classe gramatical, possui reduzido valor semântico demonstrativo por ter uma função delimitada na língua portuguesa, exercendo o papel de adjunto dos substantivos. Pode ser classificado como definido ou indefinido.

    O artigo pode ser dispensado quando outro identificador – lembrando que os artigos são adjuntos adnominais – estiver explícito em uma frase. Por exemplo:

    Aquele homem pegou meu livro emprestado.

    Outra função importante pode ser atribuída ao artigo: a função de substantivação. Ocorrerá quando o artigo estiver associado a qualquer outro tipo de palavra, sendo assim, ele exercerá o papel de substantivo.

    O artigo pode, também, combinar-se com algumas preposições, formando assim uma só palavra.

    Os funcionários aderiram à paralisação defendida pelo sindicato.

    Além de definir ou indefinir o substantivo, o artigo pode também indicar seu gênero (feminino/masculino) e número (singular/plural).

    Sintetizando: o artigo se antepõe ao substantivo para determiná-lo ou particularizá-lo. Podem ser definidos ou indefinidos e dentre suas variadas funções, está a substantivação, que acontece quando o artigo assume o papel de substantivo em uma frase. Você aprendeu.

    Quais são todos artigos?

    Na gramática, o artigo é a classe de palavras que antecede o substantivo para determiná-lo de modo particular ou geral.

    Há dois tipos de artigos:

    • Os artigos definidos determinam um sujeito específico. Ou seja, são utilizados para especificar e particularizar algo para o leitor ou receptor da mensagem.

    Exemplo de artigo definido: Eu conheci o professor de matemática ontem.

    Neste caso, o interlocutor especifica que conheceu o professor de matemática, alguém que numa forma de definir exatamente quem é o professor especificando e particularizando a pessoa.

    • Já os artigos indefinidos abordam um sujeito de forma generalizada. São utilizados para apontar algo ou alguém que não é especificado no contexto de quem fala.

    Exemplo de artigo indefinido: Eu conheci um professor de matemática ontem.

    Neste caso, a pessoa não se preocupa em definir ou particularizar a pessoa que conheceu, por isso utilizou um artigo indefinido.

    Além de anteceder um substantivo, o artigo também pode substantivar uma palavra. Ou seja, se a palavra não é um substantivo, mas é colocado um artigo antes dela, automaticamente ela é transformada em um substantivo.

    Exemplo: Entre o amar e o odiar, eu prefiro o primeiro.

    Amar e odiar são verbos, não substantivos. Porém, o artigo definido “o” foi utilizado para anteceder os dois e, consequentemente, os substantivou.

    Os artigos também têm a função de ajudar a identificar o gênero (feminino e masculino) e o número (singular e plural) dentro de uma frase.

    Exemplos: o dó; a alface; a cal; o ônibus; os ônibus; umas mulheres; a mulher.

    Quando o locutor não tem precisão da quantidade de algo, ele utiliza artigos indefinidos para chegar o mais próximo possível da quantidade estimada.

    Exemplo: Quando um artigo é combinado com uma preposição, ele forma uma nova preposição. Veja os exemplos:

    O aluno, cujo foco é passar no vestibular, será recompensado se estudar bastante.

    Exemplo: “Encontrei meus amigos ontem à noite” ou “Encontrei os meus amigos ontem à noite.”

    Exemplo: Eu li a notícia em A Folha de São Paulo.

    Veja também outros temas sobre gramática:

    Review técnica by Carlos Neto

    Formado em Ciências Sociais (FFLCH-USP), Carlos é mestre em Estudos Portugueses, com especialização em Literatura Portuguesa Contemporânea. É escritor e dá aulas de Redação e Sociologia na Educação Básica desde 2007.

    Outros conteúdos que podem interessar

    O que é um artigo definido exemplos?

    O artigo definido é o tipo de artigo usado para determinar de forma precisa os substantivos que o seguem. Exemplo 1: Maria Júlia foi à feira e comprou a banana. Perceba que no exemplo 1, o artigo definido especifica que Maria Júlia comprou a banana, e não qualquer fruta.

    Como identificar um artigo no texto?

    O artigo integra as dez classes gramaticais que conhecemos, definindo-se como o termo que antepõe o substantivo para determiná-lo ou indeterminá-lo, indicando, também, o gênero (masculino/feminino) e o número (singular/plural).

    Os artigos subdividem-se em definidos e indefinidos:

    Artigos definidos – São aqueles usados para indicar seres determinados, expressos de forma individual, e são representados por: o, a, os, as.

    Exemplos:

    • A funcionária se veste muito bem. As funcionárias se vestem muito bem.
    • O diretor parabenizou a todos. Os diretores parabenizaram a todos.

    Artigos indefinidos – São aqueles usados para indicar seres de modo vago, impreciso, e são representados por um, uma, uns, umas.

    Exemplos:

    • Uma aluna se sobressaiu entre as demais. Umas alunas se sobressaíram entre as demais.
    • Um participante entregou os prêmios aos vencedores. Uns participantes entregaram os prêmios aos vencedores.

    Utilização do artigo:

    Ambos os garotos decidiram participar das olimpíadas.

    São Paulo, O Rio de Janeiro, Veneza, A Bahia…

    O trabalho dignifica o homem.

    Cristina é a mais extrovertida das irmãs.

    O Pedro é o xodó da família.

    Os Maias, os Incas, Os Astecas…

    Toda a classe parabenizou o professor. (a sala toda)

    Toda classe possui alunos interessados e desinteressados. (qualquer classe)

    Adoro o meu vestido longo. Adoro meu vestido longo.

    O máximo que ele deve ter é uns vinte anos.

    Não sei o porquê de tudo isso.

    O que é um artigo exemplos?

    O artigo é uma das dez classes gramaticais da língua portuguesa. São vocábulos que modificam o substantivo e fornecem informações sobre ele, pois ajudam a especificar seu referente. Os artigos sempre precedem os substantivos, lhes conferem um sentido de determinado ou indeterminado e concordam com o substantivo em gênero e número. Por exemplo: A casa é grande. Aqui, o artigo “a” determina o substantivo casa, e ambos estão no feminino e no singular.

    Atenção: os artigos podem substantivar (tornar substantivo) qualquer classe de palavra, por exemplo: “Um sim é a resposta que quero ouvir” (sim, advérbio substantivado) ou “Quero apossar-me do é da coisa” (Clarice Lispector) (é, verbo substantivado).

    Dependendo se os substantivos (seres, qualidades, ações, estados) já são conhecidos ou não pelo emissor, os artigos são divididos em definidos e indefinidos. Por exemplo: O gato entrou pela janela. Um gato entrou pela janela. No primeiro caso, o emissor conhece o gato e está se referindo a um gato específico (um ser determinado), enquanto no segundo caso ele se refere a um animal que ele não conhece (um ser indeterminado).

    São utilizados quando o ser, qualidade, ação, estado que designa o substantivo já é conhecido. Os artigos definidos são:

    • O (masculino singular)
    • A (feminino singular)
    • Os (masculino plural)
    • As (feminino plural)

    Atenção: o artigo definido pode denotar familiaridade junto a nomes próprios. Por exemplo: A Maria falou comigo ontem. Também é comum que apareça ao lado de nomes próprios geográficos como países, oceanos, rios. Por exemplo: o Brasil, a Argentina, o Atlântico, o Nilo.

    Os artigos indefinidos são utilizados quando o elemento que designa o substantivo não é conhecido ou não pode ser identificado, geralmente, quando nos referimos a algo e depois mudamos para o artigo definido. Por exemplo: Encontrei um cachorrinho abandonado. O cachorrinho é muito carinhoso.

    • Um (masculino singular)
    • Uma (feminino singular)
    • uns (masculino plural)
    • umas (feminino plural)

    Atenção: Antes de um pronome com sentido indefinido (certo, vários, outra) é dispensado o uso do pronome indefinido. Por exemplo: Depois de certa hora, já estavam cansados.

    Os artigos podem juntar-se com uma preposição de duas formas: por combinação (preposição e artigo um ao lado do outro) ou por contração (artigo e preposição se juntam, porém há perda ou transformação fonética). Quando ocorre a contração da preposição “a” com o artigo definido “a” temos uma fusão chamada crase: à.

    O papel sintático dos artigos é o de modificadores diretos ou determinadores, já que eles acompanham o substantivo e especificam sua referência, estabelecendo se algo é definido ou indefinido.

    Os artigos podem cumprir esta função em qualquer estrutura sintática na qual aparece um substantivo, ou seja, em qualquer sintagma nominal. Por exemplo: Um funcionário solicitou a nossa presença. / Nós lhe daremos a palavra. / Joaquim, o irmão mais velho, foi na frente.

    A letra “A” pode funcionar como artigo, pronome ou como preposição dentro de uma frase e a letra “O” além de artigo também pode ser um pronome pessoal oblíquo, o que pode ser confuso. Para distingui-los, é necessário v

    O que é artigo é um exemplo?

    Artigos são palavras que acompanham os substantivos, indicando o seu número (singular ou plural) e o seu gênero (masculino ou feminino). Podem ser classificados em artigos definidos e indefinidos.

    Artigos definidos determinam os substantivos: o garoto.

    Artigos indefinidos indeterminam os substantivos: um garoto.

    Os artigos definidos são o, a, os, as. Determinam os substantivos de forma particular, objetiva e precisa, individualizando seres e objetos:

    • Em alguns nomes de cidades, estados, países,…
    • Em nomes de estações do ano
    • Em nomes de pontos cardeais
    • Em nomes de feriados e datas comemorativas
    • Em cognomes e títulos
    • Em nomes próprios, transmitindo conhecimento e familiaridade

    Nota: O uso do artigo neste caso é facultativo.

    • Com pronomes possessivos

    Nota: O uso do artigo neste caso é facultativo.

    • Com a palavra todos, para indicar uma totalidade
    • Após o numeral ambos

    Os artigos indefinidos são um, uma, uns, umas. Indeterminam os substantivos, caracterizando-os de forma vaga, imprecisa e generalizada, sem particularizar e individualizar seres e objetos:

    • Com números quando indica aproximação numérica
    • Para enfatizar
    • Para comparar alguém com uma figura conhecida
    • Para referir obras de um artista
    • Para indicar uma pessoa de uma família

    Os artigos contraem-se com as preposições a, em, de e por.

    Artigos definidos contraídos com preposições:

    • Preposição a
    • Preposição de
    • Preposição em
    • Preposição por

    Artigos indefinidos contraídos com preposições:

    • Preposição em
    • Preposição de

    Exemplos de contração de preposições com artigos:

    Além de definir e indefinir substantivos, indicando o gênero e número destes, os artigos possuem outras funções muito importantes, como a substantivação de palavras e a distinção entre palavras homônimas.

    No processo de substantivação, os artigos criam substantivos a partir de outras classes gramáticas, transformando, por exemplo, adjetivos e verbos em substantivos.

    Relativamente à distinção entre substantivos homônimos, é através do artigo que se faz a distinção entre o feminino e o masculino da palavra e a consequente distinção entre seus significados.

    Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

    Quais são os artigos?

    Artigo é a palavra que se antepõe ao substantivo com a intenção de particularizar ou indefinir o nome. Como classe gramatical, possui reduzido valor semântico demonstrativo por ter uma função delimitada na língua portuguesa, exercendo o papel de adjunto dos substantivos. Pode ser classificado como definido ou indefinido.

    O artigo pode ser dispensado quando outro identificador – lembrando que os artigos são adjuntos adnominais – estiver explícito em uma frase. Por exemplo:

    Aquele homem pegou meu livro emprestado.

    Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

    Outra função importante pode ser atribuída ao artigo: a função de substantivação. Ocorrerá quando o artigo estiver associado a qualquer outro tipo de palavra, sendo assim, ele exercerá o papel de substantivo.

    Podem, também, combinar-se com algumas preposições, formando assim uma só palavra:

    a + a (preposição + artigo) per/por + os (preposição + artigo)
    Os funcionários aderiram à paralisação defendida pelo sindicato.

    Além de definir ou indefinir o substantivo, o artigo pode também indicar seu gênero (feminino/masculino) e número (singular/plural).

    Sintetizando: o artigo se antepõe ao substantivo para determiná-lo ou particularizá-lo. Podem ser definidos ou indefinidos e dentre suas variadas funções, está a substantivação, que acontece quando o artigo assume o papel de substantivo em uma frase. Você aprendeu.

    Como identificar um artigo exemplo?

    O artigo é a classe gramatical que geralmente antecede um substantivo, sendo variável em gênero e em número. Pode ser contraído com algumas preposições e, às vezes, ter outras funções nos enunciados conforme aprenderemos a seguir.

    Leia também: Quais são os casos em que não se usa o artigo?

    O artigo costuma anteceder o substantivo para fazer referência a ele, podendo indicar que se trata de um ser já conhecido do interlocutor (no caso dos artigos definidos) ou que se trata de um representante não específico da espécie (no caso dos artigos indefinidos). Assim, os artigos não funcionam sozinhos no enunciado, estando sempre acompanhados de outro substantivo.

    Os artigos definidos indicam que um ser é específico por já ter sido citado ou por ser de conhecimento mútuo dos interlocutores. Os artigos definidos são variáveis em gênero (masculino ou feminino) e em número (singular ou plural).

    Masculino Feminino
    Singular o a
    Plural os as

    Por sua vez, os artigos indefinidos servem para indicar que ocorre uma generalização ou que é a primeira ocorrência do representante de determinada espécie, ainda não sendo de conhecimento mútuo dos interlocutores, visto ser a primeira vez em que aparece no discurso.

    Os artigos indefinidos também são variáveis em gênero e número.

    Masculino Feminino
    Singular um uma
    Plural uns umas

    É necessário entender que o artigo indefinido não pode ser confundido com um numeral. Ele não está atrelado ao número um, mas à ideia de generalização, conforme mencionado.

    Os artigos podem juntar-se a algumas preposições, formando uma única palavra contraída. Vejamos na tabela a seguir como essa contração ocorre:

    Preposição Contração
    de do, da, dos, das
    em no, na, nos, nas
    a ao, à, aos, às
    por pelos, pela, pelos, pelas
    Veja mais
    Aposentadoria especial 2019

    Como fica aposentadoria especial após reforma 2019? O Senado aprovou nesta quarta-feira (10) um projeto de lei complementar que regulamenta a aposentadoria especial por periculosidade.

    Leia mais >
    Abrir bate-papo
    Fale com um especialista!
    Olá 👋 , tudo bem ?
    Parece que você está precisando de ajuda! Estamos aqui para ajudá-lo a resolver qualquer dúvida ou problema que esteja enfrentando. Clique aqui para falar com um dos nossos especialistas e encontrar a solução que você precisa. Não hesite, estamos prontos para ajudar!