Sumário

Entre em contato com um especialista

    Advogados civil

    ADVOGADOS CIVIL

    O que o advogado cível faz?

    Cuida de interesses individuais e particulares em ações referentes a propriedade e posse de bens. Também cuida de questões familiar, como divórcios e heranças, ou transações de locação, compra e venda.

    Quanto é um advogado civil?

    A média salarial paga ao Advogado Civil é de R$ 4.798,44 dentro da jornada de 41 horas semanais e o teto no valor de R$ 11.423,79. O piso salarial médio no Brasil é de R$ 4.379,48 sob a mesma jornada semanal. Esses valores podem variar conforme a localização.

    Como funciona advogado civil?

    A carreira de um advogado civil envolve muito mais do que simplesmente conhecer as leis e sua aplicabilidade. Demanda habilidades analíticas e críticas, peças processuais bem construídas, excelência na argumentação e, sobretudo, profundo conhecimento sobre os meandros da profissão. Afinal, o advogado civil é um defensor dos direitos individuais e coletivos em diversas instâncias e litígios, atuando em casos de família, consumidor, imóveis, contratos e muito mais.

    Desvendar a trajetória para se tornar um advogado civil, entender a remuneração na área e as perspectivas de carreira são etapas fundamentais para quem pretende ingressar nesse ramo do Direito. Por isso, convidamos você a prosseguir na leitura deste artigo, onde abordaremos todos estes tópicos detalhadamente, oferecendo-lhe o conhecimento direcionado ao estudo da carreira jurídica que você precisa. Fique conosco e boa leitura!

    Um advogado civil é um profissional do direito especializado em questões que envolvem o Direito Civil, que trata das relações entre indivíduos e empresas, regulamentando e protegendo os direitos e deveres de cada uma das partes. Esse ramo do direito abrange uma ampla gama de assuntos, como contratos, responsabilidade civil, direitos de propriedade, entre outros.

    Um advogado civil pode atuar em diversas áreas relacionadas ao Direito Civil. Algumas das principais áreas de atuação são:

    • Contratos
    • Responsabilidade civil
    • Direitos de propriedade

    O campo do direito oferece diversas oportunidades para profissionais que desejam seguir uma carreira promissora e ajudar a resolver questões legais. Ser advogado civil no Brasil é uma escolha popular para aqueles que desejam lidar com questões relacionadas ao direito civil, como disputas contratuais, responsabilidade civil e obrigações legais. Se você está interessado em se tornar um advogado civil, existem alguns passos importantes que você precisa seguir.

    O primeiro passo para se tornar um advogado civil é concluir a graduação em Direito. Para isso, é necessário ingressar em um curso de bacharelado em Direito em uma instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Durante o curso, você estudará disciplinas relacionadas ao direito civil, como teoria geral do direito civil, direito das obrigações, direito das coisas, entre outras.

    Após concluir a graduação em Direito, é necessário ser aprovado no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para obter a licença para exercer a advocacia. Esse exame é composto por duas etapas, sendo a primeira uma prova objetiva sobre diversas áreas do direito, e a segunda uma prova prática em que o candidato deve elaborar uma peça processual e responder a questões relacionadas ao direito civil e demais áreas do direito.

    Além de obter a aprovação no Exame da OAB, é necessário realizar um estágio em Direito para completar as horas exigidas pela OAB como parte das exigências para a obtenção da licença para exercer a advocacia. Durante o estágio, você terá a oportunidade de vivenciar a prática jurídica, auxiliando advogados em escritórios de advocacia.

    Quais são as áreas de Direito Civil?

    O Direito Civil é uma das ramificações mais abrangentes e vitais do Direito, considerado a espinha dorsal da ordem jurídica de muitos países. Ele governa nossas relações cotidianas, desde questões pessoais, como casamento e filiação, até assuntos de natureza patrimonial, como a compra de uma casa ou a celebração de um contrato. Para saber mais, siga a leitura!

    O Direito Civil é o conjunto de normas que regula as relações entre os particulares, que são os indivíduos e as entidades privadas. Ele abrange uma ampla gama de tópicos, incluindo questões de família, propriedade, contratos, obrigações e responsabilidades civis. Seu objetivo é garantir a ordem, a segurança e a justiça nas interações do dia a dia.

    O direito civil é matéria abrangente e disciplina direitos e deveres das nossas relações, sejam com pessoas ou coisas. As relações familiares também estão inclusas. Cuida do nascimento até a morte do indivíduo.

    Ainda que muitas vezes não percebamos, o direito civil se faz presente em nosso dia a dia.

    No cotidiano, quando alguém, em uma conversa, diz: “tenho um imóvel” ou “sou divorciado”, está fazendo uso de uma faculdade prevista no código civil. No primeiro exemplo, faz relação à propriedade e no outro ao estado civil. Deu para entender a importância dessa área para a sociedade?

    O contrato pode ser definido como um acordo de vontade entre as partes. Complementando esse conceito, Anderson Schereiber nos ensina que: “o contrato é usualmente definido pela doutrina brasileira como o acordo de vontades destinado a criar, modificar ou extinguir obrigações”.

    Significa dizer que, ainda hoje, o contrato é aprendido sob a ótica da sua gênese voluntarista (o acordo de vontades) a que todos os seus efeitos são remetidos.

    No entanto, a doutrina vem trazendo um duplo significado ao contrato. Além do acordo de vontades, ela traz a ideia da formação e desenvolvimento de uma relação jurídica com a efetiva atuação das partes em prol da finalidade em comum. Nesse caso, o contrato é o fruto do exercício de autonomia das partes.

    Tendo como base que uma das fontes da norma jurídica são os costumes, nem sempre é possível que a legislação acompanhe as constantes modificações em nossa sociedade, principalmente na velocidade em que a modernidade traz inovações.

    Citamos como exemplo a questão do casamento entre pessoas do mesmo sexo, que embora já seja considerada uma entidade familiar por força de uma decisão do STF, não tem previsão em nosso código civil. Outros desafios a serem enfrentados são o da eutanásia, da.

    Como conseguir um advogado civil gratuito?

    A Defensoria Pública atende pessoas que não tenham condições financeiras para pagar pelos serviços de um advogado. Para isso, é feita uma avaliação para verificar a renda familiar, o patrimônio e os gastos mensais da pessoa. Podem ser solicitados documentos como Carteira de Trabalho e holerite, entre outros, para verificação das informações.

    Família com mais de 5 pessoas;

    Gastos mensais comprovados com tratamento médico por doença grave ou aquisição de medicamentos de uso contínuo;

    Família que tenha pessoa com deficiência ou transtorno global do desenvolvimento;

    Família com pessoa idosa ou egressa do sistema prisional, desde que constituída por 4 ou mais membros.

    Violência doméstica e familiar contra a mulher, de modo a adotar as medidas de urgência para garantia de sua incolumidade física;

    Curadoria especial processual.

    Tem algum advogado online grátis?

    Acessando o formulário Advogado Online, você pode escolher qual é o assunto jurídico do seu problema, responder a algumas perguntas básicas e enviar a sua mensagem automaticamente para advogados cadastrados na sua região e especialistas nesse tipo de situação.

    Como saber se o advogado online é confiável?

    Como identificar um falso advogado?

    Para enviar gratuitamente o seu pedido de diligência aos advogados cadastrados, acesse a página Diretório de Advogados Jusbrasil e siga os passos abaixo:

    Os números de telefone do chat de atendimento do WhatsApp começam com o número: +1 5517868
    Os e-mails do WhatsApp terminam com o endereço: @support.whatsapp.com

    O direito de defesa é garantido pela Constituição e é feito pela Defensoria Pública para quem não tem condição de pagar. As defensorias dão assistência jurídica e atuam em processos de diferentes assuntos, como área familiar, criminal, processos de pensão, trânsito, previdência e etc.

    Como falar com advogado público pelo WhatsApp?

    “Chatbot da Defensoria Pública da União orienta sobre serviços disponíveis e documentos necessários para orientação jurídica e defesa perante o Poder Judiciário da UniãoCerca de dois milhões de pessoas receberam atendimento gratuito pelos defensores públicos da União no ano passado. As ações são as mais variadas, desde benefícios previdenciários e assistenciais pagos pelo INSS, a autorizações de exames, remédios e tratamentos de saúde não fornecidos pelo poder público. No rol, lista-se ainda crimes federais, questões de moradia e direitos de migrantes e refugiados.Todas essas ações envolvem órgãos federais como Correios, Caixa Econômica, Incra, Ibama. E isso porque a DPU atende, exclusivamente, casos que envolvem a União ou órgãos públicos federais, realizando esse atendimento de forma gratuita para todos os cidadãos que não têm condições de pagar por um advogado particular.A Defensoria Pública da União possui mais de 70 endereços físicos em todo o Brasil e, para encontrar um que esteja próximo a você, basta acessar seu canal de atendimento, disponibilizado pelo WhatsApp. O assistente virtual é capaz de orientar sobre quem tem direito a receber assistência jurídica gratuita, quais os documentos são necessários para determinado atendimento, além dos endereços das unidades da DPU para atendimento presencial.O serviço foi implantado pelo Serpro, empresa de tecnologia do Governo Federal, em parceria com a Defensoria Pública da União, colaborando com seu processo de transformação digital, caminho trilhado junto a toda administração pública federal.Para acessar o DPU Cidadão no WhatsApp, é necessário apenas salvar o telefone [55] 61 3318 7617 em seu celular e iniciar uma conversa. O assistente virtual oferece opções como condições para ajuda, documentação e endereços.A solução reforça a atuação da Defensoria Pública da União em sua missão de defender os mais necessitados, especialmente nesse momento em que novos desafios são impostos pela crise sanitária e o contingente populacional em situação de vulnerabilidade tende a aumentar. O chatbot, nesse cenário, municia essa população com informações em tempo real, assertivas e confiáveis.A solução encontra-se em fase experimental, nesse primeiro momento com interação meramente informativa, e em breve será possível ampliar o escopo de atendimento, incluindo procedimentos transacionais.A Defensoria Pública da União (DPU) é um órgão permanente da Administração Pública Federal e presta orientação e assistência jurídica gratuita na defesa dos necessitados, em todos os graus, judicial e extrajudicialmente. Seus membros, os defensores públicos federais, possuem independência funcional na preservação dos direitos fundamentais, do devido processo legal e da ampla defesa dos necessitados.”

    Como procurar a Justiça gratuita?

    A Assistência Judiciária Gratuita está prevista no artigo 5o, inciso LXXIV da Constituição Federal, que atribui ao Estado a obrigação de garantir que a pessoa com poucos recursos financeiros tenha acesso a um advogado, sem ter que arcar com o custo de sua contratação. Na maioria das vezes, é exercida pela Defensoria Pública, mas caso não exista, pode ser por advogado dativo, ou seja, nomeado pelo juiz, que será remunerado pelo Estado.

    A Gratuidade de Justiça está regulamentada nos artigos 98 a 102 do Código de Processo Civil, que revogou algumas disposições da Lei 1.060/50. Conforme artigo 98, a parte que comprovar que não tem condições de arcar com as taxas e custas exigidas para a tramitação de um processo judicial, seja pessoa física ou jurídica, pode ter o benefício concedido por meio da decisão de magistrado, mesmo que tenha advogado particular. O benefício pode solicitado em qualquer fase do processo.

    A isenção deste benefício alcança as taxas ou custas processuais; honorários de advogado (sucumbência), perito, contador ou tradutor; eventuais indenizações a testemunhas; custas como exames de DNA e outros necessários ao processo; depósitos para interposição de recursos ou outros atos processuais; despesas com envio de documentos e publicações; entre outros.

    Veja o que diz a lei: Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

    …LXXIV – o Estado prestará assistência jurídica integral e gratuita aos que comprovarem insuficiência de recursos;

    Código de Processo Civil – Lei no 13.105, de 16 de março de 2015.

    Da Gratuidade da Justiça

    Art. 98. A pessoa natural ou jurídica, brasileira ou estrangeira, com insuficiência de recursos para pagar as custas, as despesas processuais e os honorários advocatícios tem direito à gratuidade da justiça, na forma da lei.

    § 1º A gratuidade da justiça compreende:
    • as taxas ou as custas judiciais;
    • os selos postais;
    • as despesas com publicação na imprensa oficial, dispensando-se a publicação em outros meios;
    • a indenização devida à testemunha que, quando empregada, receberá do empregador salário integral, como se em serviço estivesse;
    • as despesas com a realização de exame de código genético – DNA e de outros exames considerados essenciais;
    • os honorários do advogado e do perito e a remuneração do intérprete ou do tradutor nomeado para apresentação de versão em português de documento redigido em língua estrangeira;
    • o custo com a elaboração de memória de cálculo, quando exigida para instauração da execução;
    • os depósitos previstos em lei para interposição de recurso, para propositura de ação e para a prática de outros atos processuais inerentes ao exercício da ampla defesa e do contraditório;
    • os emolumentos devidos a notários ou regist
    Veja mais
    Abrir conversa
    Fale com um especialista!
    Olá 👋, precisa de ajuda com Advogados civil? Fale agora com um especialista pelo WhatsApp! Estamos prontos para ajudar.