Sumário

Entre em contato com um especialista

    Advogado trabalhista taguatinga df

    advogado trabalhista taguatinga df

    Qual o valor que um advogado trabalhista pode cobrar?

    Um advogado trabalhista pode cobrar de 20% a 50% daquilo que você recebe no processo, vai depender da tabela da OAB do Estado em que ele está inscrito, conforme o artigo 48 do Código de Ética da Advocacia.

    Saber quanto cobra um advogado trabalhista é bem importante para quem precisa resolver algum problema no trabalho. Eu já te adianto que não existe um valor fixo que deve ser cobrado. Esse preço varia de acordo com o serviço, mas segue alguns parâmetros estabelecidos pela OAB.

    Aqui você vai entender exatamente que parâmetros são esses, como costumam cobrar na prática e o que você precisa considerar antes de contratar um advogado trabalhista.

    Existem duas premissas básicas na hora de um advogado cobrar seus honorários:

    Começando pela segunda premissa, é bem simples:

    Se você recebeu R$100 mil no processo, o seu advogado não pode receber mais do que R$50 mil. Se ele receber mais do que isso, estará recebendo mais que você, concorda? O limite máximo que pode ser cobrado por um advogado é o valor que você recebe no processo. Ele nunca poderá receber mais do que você.

    A outra premissa é que um advogado não pode cobrar um valor inferior ao estabelecido pela OAB do Estado em que ele está inscrito. Por exemplo, segundo a Tabela da OAB/CE, o limite mínimo a ser cobrado em uma Ação Trabalhista é de 20% do valor recebido pelo cliente. Esse valor sobe para 30% quando a Ação tramitar até o Tribunal Superior do Trabalho.

    Se um advogado cobra menos do que isso, ele está descumprindo o Código de Ética.

    Considerando as premissas que mostrei, um advogado trabalhista poderá cobrar entre 20% e 50% daquilo que você receber no Processo, nunca mais, nunca menos. Assim, a regra é que esse valor fique em um meio termo.

    Na prática, a maioria dos Escritórios cobra 30% daquilo que você recebe e dependendo do caso, um valor de entrada, para cobrir os custos iniciais.

    Como na maioria dos casos trabalhistas o cliente receberá um valor na Justiça, os advogados não costumam cobrar um valor fixo, antes de entrar com o processo. A regra é que os advogados trabalhistas cobram um percentual daquilo que você vai receber ao fim do processo.

    Chamamos esse tipo de contrato de contrato de risco ou quota litis. Através desse tipo de contrato, o advogado só receberá honorários se você ganhar o processo. Caso não ganhe, o seu advogado não receberá nada. É como uma verdadeira sociedade para aquela causa. O seu advogado só receberá sobre aquele valor que você.

    Qual o valor da consulta de um advogado trabalhista?

    Nem sempre um contrato de trabalho é firmado com tranquilidade. Com isso, muitos trabalhadores acabam tendo problemas, principalmente na hora de finalizar o vínculo. Se este é o seu caso e você está pensando em contratar um profissional para te auxiliar, uma das providencias que deve tomar é saber quanto custa um advogado trabalhista.

    E para obter esse tipo de informação, é preciso que você entenda como esse tipo de serviço é cobrado.

    Continue sua leitura e conheça alguns fatores que deve levar em consideração na hora de contratar um advogado trabalhista.

    Seu orçamento é:

    R$ –

    Orçamento aproximado.

    Para saber quanto custa um advogado trabalhista, você precisa entender os fatores que podem ser levados em consideração na cobrança desse tipo de serviço. Entre os principais estão:

    A primeira coisa que você precisa ter em mente é que os serviços de advocacia possuem uma tabela de preços emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil de cada Estado.

    Essa é uma tabela que serve de base para todos os profissionais saberem a média de valores cobrados na Região. Claro que não são todos os especialistas nessa área que seguem ela, uma vez que os valores podem mudar com o tamanho da ação.

    Contudo, consultar essa tabela já ajuda a ter uma base sobre o preço cobrado por determinados serviços.

    Por exemplo, um Pedido de homologação judicial de demissão de estável e de transação com opção pelo FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) custa em média R$ 2.977,13, e tem uma porcentagem de 20% sobre a ação.

    Agora, a representação em uma ação coletiva de uma empresa de até 100 empregados custa em média R$ 5.954,25. Uma ação de indenização por acidente de trabalho, por sua, vez, terá uma porcentagem de 20% a 30% sobre o valor econômico da questão, além da cobrança de R$ 3.695,01 de honorários.

    Todos esses valores são da “TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS” da OAB SP. Ou seja, em outros Estados brasileiros esses valores podem mudar.

    Um segundo fator que você precisa entender para saber quanto custa um advogado trabalhista, é se ele atua com risco. O que isso quer dizer?

    Basically esse tipo de profissional não cobra nenhum valor de entrada ou mensalmente enquanto o processo transita. Mas, quando o acordo for feito pela justiça, é cobrado um percentual em cima do valor determinado pela justiça.

    Geralmente essa porcentagem varia entre 20% e 30%. Vamos supor, por exemplo, que o advogado cobra 30% e que a sua ação ganha rendeu R$ 3.000.

    Isso quer dizer que o advogado vai cobrar R$ 900 pelo serviço.

    Normalmente, especialistas que cobram honorários dessa forma são iniciantes, ou trabalham exclusivamente com o ramo trabalhista.

    O bom desse tipo de cobrança é que o trabalhador não precisa tirar nenhum dinheiro do bolso de imediato. Apenas quando ele receber é que ele terá que dar parte do acordo para o advogado.

    Essa é uma excelente alternativa para quem não tem muito conhecimento sobre o assunto, mas sa.

    Onde posso conseguir um advogado trabalhista gratuito?

    O atendimento da Defensoria Pública é gratuito e prestado a pessoas que não tenham condições financeiras para contratar advogado.

    O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, disponível das 8h às 18h, em dias úteis.
    Assista aqui ao vídeo explicativo sobre o agendamento.

    Se tiver dificuldade com o agendamento online, você também pode agendar ligando gratuitamente para 0800 773 4340. Disponível das 7h às 19h, em dias úteis.

    O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, que você encontra no canto inferior direito da sua tela. Ele está disponível em dias úteis das 8 às 18 horas.

    Nos finais de semana e feriados, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo presta atendimento somente para casos URGENTES, no horário das 7 às 12 horas.

    Caso tenha dúvidas se seu caso é urgente, clique aqui para saber mais.

    Como funciona o pagamento de um advogado trabalhista?

    Os honorários advocatícios são a forma mais comum de pagamento para um advogado trabalhista. Esse tipo de pagamento geralmente é uma porcentagem do valor total que você recebe como indenização ou acordo em um caso trabalhista. O valor da porcentagem pode variar dependendo do advogado e do caso específico.

    Qual o valor de um advogado trabalhista?

    Nem sempre um contrato de trabalho é firmado com tranquilidade. Com isso, muitos trabalhadores acabam tendo problemas, principalmente na hora de finalizar o vínculo. Se este é o seu caso e você está pensando em contratar um profissional para te auxiliar, uma das providencias que deve tomar é saber quanto custa um advogado trabalhista.

    E para obter esse tipo de informação, é preciso que você entenda como esse tipo de serviço é cobrado.

    Continue sua leitura e conheça alguns fatores que deve levar em consideração na hora de contratar um advogado trabalhista.

    Seu orçamento é:
    R$ –
    Orçamento aproximado.

    Para saber quanto custa um advogado trabalhista, você precisa entender os fatores que podem ser levados em consideração na cobrança desse tipo de serviço. Entre os principais estão:

    1. A primeira coisa que você precisa ter em mente é que os serviços de advocacia possuem uma tabela de preços emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil de cada Estado.
    2. Essa é uma tabela que serve de base para todos os profissionais saberem a média de valores cobrados na Região. Claro que não são todos os especialistas nessa área que seguem ela, uma vez que os valores podem mudar com o tamanho da ação.
    3. Contudo, consultar essa tabela já ajuda a ter uma base sobre o preço cobrado por determinados serviços.

    Por exemplo, um Pedido de homologação judicial de demissão de estável e de transação com opção pelo FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) custa em média R$ 2.977,13, e tem uma porcentagem de 20% sobre a ação.

    Agora, a representação em uma ação coletiva de uma empresa de até 100 empregados custa em média R$ 5.954,25. Uma ação de indenização por acidente de trabalho, por sua, vez, terá uma porcentagem de 20% a 30% sobre o valor econômico da questão, além da cobrança de R$ 3.695,01 de honorários.

    Todos esses valores são da “TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS” da OAB SP. Ou seja, em outros Estados brasileiros esses valores podem mudar.

    Um segundo fator que você precisa entender para saber quanto custa um advogado trabalhista, é se ele atua com risco. O que isso quer dizer?

    Basically esse tipo de profissional não cobra nenhum valor de entrada ou mensalmente enquanto o processo transita. Mas, quando o acordo for feito pela justiça, é cobrado um percentual em cima do valor determinado pela justiça.

    Geralmente essa porcentagem varia entre 20% e 30%. Vamos supor, por exemplo, que o advogado cobra 30% e que a sua ação ganha rendeu R$ 3.000.

    Isso quer dizer que o advogado vai cobrar R$ 900 pelo serviço.

    Normalmente, especialistas que cobram honorários dessa forma são iniciantes, ou trabalham exclusivamente com o ramo trabalhista.

    O bom desse tipo de cobrança é que o trabalhador não precisa tirar nenhum dinheiro do bolso de imediato. Apenas quando ele receber é que ele terá que dar parte do acordo para o advogado.

    Essa é uma excelente alternativa para quem não tem muito conhecimento sobre o assunto, mas sa.

    Tem advogado trabalhista de graça?

    O atendimento da Defensoria Pública é gratuito e prestado a pessoas que não tenham condições financeiras para contratar advogado.

    O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, disponível das 8h às 18h, em dias úteis. Assista aqui ao vídeo explicativo sobre o agendamento.

    Se tiver dificuldade com o agendamento online, você também pode agendar ligando gratuitamente para 0800 773 4340. Disponível das 7h às 19h, em dias úteis.

    O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, que você encontra no canto inferior direito da sua tela. Ele está disponível em dias úteis das 8 às 18 horas.

    Nos finais de semana e feriados, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo presta atendimento somente para casos URGENTES, no horário das 7 às 12 horas.

    Caso tenha dúvidas se seu caso é urgente, clique aqui para saber mais.

    Como advogado trabalhista cobra?

    Um advogado trabalhista pode cobrar de 20% a 50% daquilo que você recebe no processo, vai depender da tabela da OAB do Estado em que ele está inscrito, conforme o artigo 48 do Código de Ética da Advocacia.

    Saber quanto cobra um advogado trabalhista é bem importante para quem precisa resolver algum problema no trabalho. Eu já te adianto que não existe um valor fixo que deve ser cobrado. Esse preço varia de acordo com o serviço, mas segue alguns parâmetros estabelecidos pela OAB.

    Aqui você vai entender exatamente que parâmetros são esses, como costumam cobrar na prática e o que você precisa considerar antes de contratar um advogado trabalhista.

    Existem duas premissas básicas na hora de um advogado cobrar seus honorários:

    Começando pela segunda premissa, é bem simples: Se você recebeu R$100 mil no processo, o seu advogado não pode receber mais do que R$50 mil. Se ele receber mais do que isso, estará recebendo mais que você, concorda? O limite máximo que pode ser cobrado por um advogado é o valor que você recebe no processo. Ele nunca poderá receber mais do que você.

    A outra premissa é que um advogado não pode cobrar um valor inferior ao estabelecido pela OAB do Estado em que ele está inscrito. Por exemplo, segundo a Tabela da OAB/CE, o limite mínimo a ser cobrado em uma Ação Trabalhista é de 20% do valor recebido pelo cliente. Esse valor sobe para 30% quando a Ação tramitar até o Tribunal Superior do Trabalho.

    E cá entre nós, que tipo de serviço será prestado por alguém que está cobrando abaixo do mínimo? O ideal é que você pesquise no google pela Tabela da OAB do seu Estado e confira qual o valor mínimo estabelecido. Para fazer isso, basta pesquisar “Tabela honorários OAB + seu estado” no Google.

    Considerando as premissas que mostrei, um advogado trabalhista poderá cobrar entre 20% e 50% daquilo que você receber no Processo, nunca mais, nunca menos. Assim, a regra é que esse valor fique em um meio termo.

    Na prática, a maioria dos Escritórios cobra 30% daquilo que você recebe e dependendo do caso, um valor de entrada, para cobrir os custos iniciais. Como na maioria dos casos trabalhistas o cliente receberá um valor na Justiça, os advogados não costumam cobrar um valor fixo, antes de entrar com o processo.

    A regra é que os advogados trabalhistas cobram um percentual daquilo que você vai receber ao fim do processo. Chamamos esse tipo de contrato de contrato de risco ou quota litis. Através desse tipo de contrato, o advogado só receberá honorários se você ganhar o processo. Caso não ganhe, o seu advogado não receberá nada.

    É como uma verdadeira sociedade para aquela causa. O seu advogado só receberá sobre aquele valor que você.

    Como funciona o pagamento de um advogado trabalhista?

    Os honorários advocatícios são a forma mais comum de pagamento para um advogado trabalhista. Esse tipo de pagamento geralmente é uma porcentagem do valor total que você recebe como indenização ou acordo em um caso trabalhista. O valor da porcentagem pode variar dependendo do advogado e do caso específico.

    Veja mais
    Contagem aposentadoria especial

    Como faz a contagem da aposentadoria especial? Entenda como calcular a aposentadoria especial por insalubridade ou periculosidade. Explico aqui como chegar no valor do benefício,

    Leia mais >
    Abrir bate-papo
    Fale com um especialista!
    Olá 👋 , tudo bem ?
    Parece que você está precisando de ajuda! Estamos aqui para ajudá-lo a resolver qualquer dúvida ou problema que esteja enfrentando. Clique aqui para falar com um dos nossos especialistas e encontrar a solução que você precisa. Não hesite, estamos prontos para ajudar!