Sumário

Entre em contato com um especialista

    Advogado trabalhista jardim botanico df

    advogado trabalhista jardim botanico df

    Qual o valor que o advogado trabalhista cobra?

    Ao procurar por um advogado trabalhista, é comum que passe algumas dúvidas a respeito do assunto. Mas, de todas elas, com certeza a mais comum diz respeito a quanto custa um advogado trabalhista.

    Por mais que seja algo do qual você se vê na obrigação de contratar, isso não quer dizer que não se pode procurar saber a média que geralmente se cobra. No entanto, quanto a esse assunto, há algumas coisas a se considerar.

    Primeiro que, como se trata de uma prestação de serviço, cada advogado pode cobrar o valor que achar justo pelo seu trabalho. Isso quer dizer que é um tanto difícil afirmar que o preço é X ou Y.

    É possível obter uma estimativa do valor. Mas, para que isso aconteça, é necessário levar em consideração alguns fatores, os quais iremos colocar em pauta no decorrer deste artigo. Confira.

    Se você está com o intuito de descobrir o preço de um advogado trabalhista, saiba que há algumas coisas das quais deve levar em conta, uma vez que o valor pode variar bastante de acordo com inúmeras questões. Iremos falar com mais detalhe a seguir.

    Cada advogado tem o livre arbítrio de cobrar os valores que achar mais adequado, uma vez que cada um sabe quais resultados é capaz de proporcionar. Esse é um dos motivos que fazem os valores variarem bastante.

    No entanto, até mesmo para que o consumidor possa ter uma previsibilidade de gastos, é interessante que se tenha ao menos uma base de quais serão os valores cobrados.

    Por isso, nos tópicos seguintes, iremos falar um pouco mais sobre alguns dos fatores que se deve considerar.

    A primeira e principal coisa que se deve atentar diz respeito à região onde você pretende contratar esse serviço. E isso acontece porque cada local possui uma tabela de valores às quais os advogados estão sujeitos.

    Cada estado está sujeito aos valores dispostos na tabela, a qual é emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil de cada Estado. Por isso, a primeira coisa que se deve procurar é essa tabela.

    No entanto, é válido salientar que nem todos os profissionais seguem à risca tudo o que está descrito nesta tabela, uma vez que pode variar de acordo com o tamanho de cada ação e outras características.

    Outro fator a se considerar é se o seu advogado atua com risco, mas o que exatamente isso quer dizer? Em suma, trata-se do profissional que não cobra qualquer valor de entrada ou mensal durante a tramitação do processo.

    Mas, quando é feito um acordo pela justiça, o profissional cobra um percentual. Na maioria das vezes, a porcentagem varia entre 20% e 30%, mas isso depende do profissional.

    Isso quer dizer que, supondo que a sua ação rendeu R$5.000,00, e o advogado cobra o percentual de 30%, o valor que deve ser repassado ao advogado é de R$1.500,00.

    Nesse caso, são os profissionais que cobram um valor de entrada e mais a porcentagem, quando sair o acordo pela justiça. Na maioria dos casos, cobra-se entre R$400,00 e R$800,00.

    Em relação a porcentagem, ela também varia entre 20% e 30%, que é o percentual que está nas tabelas estaduais da OAB.

    Isso vai depender.

    Quanto é para contratar um advogado trabalhista?

    Nem sempre um contrato de trabalho é firmado com tranquilidade. Com isso, muitos trabalhadores acabam tendo problemas, principalmente na hora de finalizar o vínculo. Se este é o seu caso e você está pensando em contratar um profissional para te auxiliar, uma das providências que deve tomar é saber quanto custa um advogado trabalhista.

    E para obter esse tipo de informação, é preciso que você entenda como esse tipo de serviço é cobrado.

    Continue sua leitura e conheça alguns fatores que deve levar em consideração na hora de contratar um advogado trabalhista.

    Seu orçamento é:

    • R$ –
    • Orçamento aproximado.

    Para saber quanto custa um advogado trabalhista, você precisa entender os fatores que podem ser levados em consideração na cobrança desse tipo de serviço. Entre os principais estão:

    1. A primeira coisa que você precisa ter em mente é que os serviços de advocacia possuem uma tabela de preços emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil de cada Estado.
    2. Essa é uma tabela que serve de base para todos os profissionais saberem a média de valores cobrados na Região. Claro que não são todos os especialistas nessa área que seguem ela, uma vez que os valores podem mudar com o tamanho da ação.
    3. Contudo, consultar essa tabela já ajuda a ter uma base sobre o preço cobrado por determinados serviços.

    Por exemplo, um Pedido de homologação judicial de demissão de estável e de transação com opção pelo FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) custa em média R$ 2.977,13, e tem uma porcentagem de 20% sobre a ação.

    Agora, a representação em uma ação coletiva de uma empresa de até 100 empregados custa em média R$ 5.954,25. Uma ação de indenização por acidente de trabalho, por sua vez, terá uma porcentagem de 20% a 30% sobre o valor econômico da questão, além da cobrança de R$ 3.695,01 de honorários.

    Todos esses valores são da “TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS” da OAB SP. Ou seja, em outros Estados brasileiros esses valores podem mudar.

    Um segundo fator que você precisa entender para saber quanto custa um advogado trabalhista, é se ele atua com risco. O que isso quer dizer?

    Basicamente esse tipo de profissional não cobra nenhum valor de entrada ou mensalmente enquanto o processo transita. Mas, quando o acordo for feito pela justiça, é cobrado um percentual em cima do valor determinado pela justiça.

    Geralmente essa porcentagem varia entre 20% e 30%. Vamos supor, por exemplo, que o advogado cobra 30% e que a sua ação ganha rendeu R$ 3.000.

    Isso quer dizer que o advogado vai cobrar R$ 900 pelo serviço.

    Normalmente, especialistas que cobram honorários dessa forma são iniciantes, ou trabalham exclusivamente com o ramo trabalhista.

    O bom desse tipo de cobrança é que o trabalhador não precisa tirar nenhum dinheiro do bolso de imediato. Apenas quando ele receber é que ele terá que dar parte do acordo para o advogado.

    Essa é uma excelente alternativa para quem não tem muito conhecimento sobre o assunto, mas sa.

    Quanto ganha um advogado no processo trabalhista?

    Se você deseja seguir carreira na área do Direito, já deve ter se perguntado: quanto ganha um advogado trabalhista? Certamente, essa é uma dúvida bastante comum para quem está em busca de uma profissão.

    A área jurídica oferece ótimas remunerações, dependendo da região, do campo de atuação e do tempo de trabalho. Por isso, preparamos este artigo para explicar quanto ganha um advogado trabalhista. Boa leitura!

    Atualmente no Brasil, um advogado trabalhista ganha em média R$ 6.232,53* para uma jornada de trabalho de 42 horas semanais. No entanto, os valores podem ser bem maiores, já que o teto salarial é cerca de R$ 14.979,35*.

    Vale destacar que existem diversos fatores que podem influenciar na remuneração do advogado. Principalmente a região onde o profissional atua. Nesse caso, o valor pode sofrer alterações, como:

    • Quantidade de horas trabalhadas
    • Nível de experiência
    • Porte da empresa

    Para garantir um futuro profissional de sucesso, é fundamental conhecer a média salarial por cargo e área de atuação. Sabendo o quanto você pode ganhar no decorrer da carreira, fica muito mais fácil se planejar financeiramente.

    Confira a seguir, o valor médio do advogado trabalhista em diferentes áreas e cargos!

    Pequenas Empresas Médias Empresas Grandes Empresas
    R$ 5.000,00 R$ 7.500,00 R$ 12.000,00

    Aqui, os salários tendem a ser mais modestos em comparação com empresas maiores. Mas ainda assim, a remuneração é bem atraente. Isso porque a advocacia trabalhista é um ramo do direito que costuma ter bastante demanda.

    As empresas de médio porte costumam ter uma estrutura organizacional mais desenvolvida e, consequentemente, podem oferecer salários mais atrativos. Ou seja, é uma ótima área de atuação para um operador do direito.

    Em empresas de grande porte, como escritórios renomados ou multinacionais, os salários para advogados trabalhistas costumam ser mais elevados. Nesse ambiente, os profissionais com experiência e especialização têm grande destaque.

    Agora que você já tem uma ideia da média salarial de um advogado trabalhista em relação ao cargo e porte da empresa, que tal conhecer a remuneração em determinadas áreas e tipos de empresa? Veja abaixo:

    • Empresas de Tecnologia: R$ 8.000,00
    • Escritórios de Advocacia Especializados: R$ 10.000,00
    • Empresas Multinacionais: R$ 15.000,00

    Você pode receber salários bem maiores do que os trazidos aqui. Só depende da qualidade do seu trabalho e da sua experiência. Sem contar que existem algumas maneiras de elevar a sua remuneração.

    Agora que já sabe quanto ganha um advogado trabalhista, não perca mais tempo. Estude em uma universidade conceituada e preparada para oferecer um ensino de qualidade. Na Anhanguera, você poderá cursar Direito com um corpo docente capacitado, concorrer a bolsas de estudos e encontrar formas de ingressar na instituição de forma facilitada!

    Gostou deste conteúdo e deseja estudar Direito na Anhanguera? Então, inscreva-se em nosso vestibular online e tenha vantagem saindo na frente!

    Quanto ganha um advogado em um processo trabalhista?

    O valor que o advogado recebe em um processo trabalhista, depende de vários fatores, como o tipo de caso, a complexidade envolvida, o tempo dedicado ao processo, o sucesso obtido e os honorários aco.

    Quanto custa a hora de trabalho de um advogado?

    Confira qual é o piso salarial dos advogados nos Estados Brasileiros:


    Estado Piso salarial (R$) Carga Horária* Valor médio da hora (R$) Observação
    AC 1.920,00 24 Não possui piso salarial definido por lei, nem sindicato. O piso vigente está inserido na tabela de honorários da OAB/AC.
    AL 2.364,00 29,55 Sugestão do Sindicato dos Advogados do Estado é de três salários mínimos.
    AM 1.600,00 20 Sugestão da OAB/AM.

    * Nos casos em que não havia indicação expressa da carga horária, foi considerada a fixada no Estatuto da OAB (Art. 20. A jornada de trabalho do advogado empregado, no exercício da profissão, não poderá exceder a duração diária de quatro horas contínuas e a de vinte horas semanais, salvo acordo ou convenção coletiva ou em caso de dedicação exclusiva.)

    Veja mais
    Contagem aposentadoria especial

    Como faz a contagem da aposentadoria especial? Entenda como calcular a aposentadoria especial por insalubridade ou periculosidade. Explico aqui como chegar no valor do benefício,

    Leia mais >
    Abrir bate-papo
    Fale com um especialista!
    Olá 👋 , tudo bem ?
    Parece que você está precisando de ajuda! Estamos aqui para ajudá-lo a resolver qualquer dúvida ou problema que esteja enfrentando. Clique aqui para falar com um dos nossos especialistas e encontrar a solução que você precisa. Não hesite, estamos prontos para ajudar!