Sumário

Entre em contato com um especialista

    Advogado em volta redonda

    Advogado em Volta Redonda

    Quanto custa para falar com um advogado?

    Consulta online com advogado: qual o valor? Essa é uma pergunta que muitas pessoas fazem quando precisam de assistência jurídica. Com o avanço da tecnologia, a consulta online com advogado se tornou uma opção prática e conveniente para quem precisa de ajuda jurídica. No entanto, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre quanto custa uma consulta online com advogado e o que pode influenciar o preço.

    Se você está pensando em contratar um advogado para uma consulta online, continue lendo este artigo para descobrir tudo o que precisa saber sobre o valor desse serviço.

    O valor de uma consulta com advogado online pode variar bastante, dependendo de diversos fatores. Em média, o preço pode variar entre R$ 150,00 a R$ 500,00. No entanto, esse valor pode ser maior ou menor, dependendo da complexidade do caso e da experiência do advogado.

    Sim, em alguns casos é possível negociar o valor da consulta online com advogado. No entanto, é importante lembrar que o preço não deve ser o único critério de escolha de um advogado. É preciso levar em conta também a experiência e a especialização do profissional, além da confiança e da empatia.

    Em geral, o valor da consulta online com advogado é mais barato do que a consulta presencial. Isso porque o advogado não precisa arcar com os custos de aluguel de sala e deslocamento até o local da consulta. Além disso, a consulta online oferece mais flexibilidade de horários e não há necessidade de deslocamento por parte do cliente, o que pode reduzir os custos também para o cliente. No entanto, é importante lembrar que o valor pode variar de acordo com os fatores mencionados anteriormente, como a experiência e a especialização do advogado, a complexidade do caso, entre outros.

    Em alguns casos, é possível parcelar o valor da consulta online com advogado. No entanto, isso varia de acordo com o escritório de advocacia ou com o próprio advogado. Antes de contratar o serviço, é importante verificar as opções de pagamento e negociar as condições que melhor se adequam às suas necessidades.

    A consulta online com advogado pode ser uma alternativa prática e conveniente para quem precisa de assistência jurídica. No entanto, é importante lembrar que o valor desse serviço pode variar bastante, dependendo de diversos fatores, como a experiência e a especialização do advogado, a complexidade do caso, entre outros. Antes de contratar um advogado para uma consulta online, é importante fazer uma pesquisa detalhada, comparar os preços e as condições de pagamento, além de verificar a reputação do profissional no mercado. Dessa forma, você poderá encontrar um advogado competente e confiável, que possa ajudá-lo a resolver o seu problema jurídico da melhor forma possível.

    Onde encontrar um bom advogado?

    Comprou um produto com defeito e a loja não quer realizar a troca? Um parente faleceu e será necessário realizar a divisão dos bens da herança? Decidiu se separar, mas não consegue chegar a um acordo com relação à guarda dos filhos? Quer dar entrada no pedido de aposentadoria, mas não sabe quais documentos precisa apresentar? Essas são situações complexas da vida que acabam demandando a contratação de um advogado.

    Escolher um bom advogado pode significar, muitas vezes, a solução do problema, por isso é importante ter certeza quanto à qualidade e as habilidades técnicas do profissional antes mesmo de contratá-lo.

    Para saber como escolher um bom advogado, confira algumas dicas!

    Apenas o diploma não é certeza da contratação de um bom profissional. Para que um advogado possa exercer sua profissão legalmente, é necessário que esteja inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Assim, antes de contratá-lo, cheque junto ao site da instituição do seu estado se o advogado em questão está habilitado para exercer suas funções. Em São Paulo, essa busca pode ser feita pelo nome do profissional ou pelo número da OAB.

    Para escolher um bom advogado, a recomendação sempre é um caminho, afinal, a advocacia é uma profissão que depende da confiança do cliente. Converse com outras pessoas que passaram pela mesma situação que você e contrataram um determinado profissional. Pergunte, principalmente, sobre o atendimento oferecido e os valores cobrados em cada etapa do processo. Isso vai ajudá-lo a escolher o defensor certo.

    O Direito conta com diversos ramos de atuação que são regulados por legislações específicas e possuem tribunais certos para a demanda de processos. Cada área do Direto tem uma dinâmica bastante própria, por isso, é preciso contar com um profissional que esteja constantemente atualizado em seu ramo de atuação. Para escolher um bom advogado para o seu caso, não hesite em contratar um profissional especialista, que atue diretamente no ramo do direito ao qual recai a sua questão.

    Antes de contratar o profissional, avalie quais são os valores cobrados pelos honorários. Verifique, também, a maneira como são feitas as cobranças. Boa parte dos profissionais costuma cobrar por hora, porém, há quem cobre apenas pelo trabalho realizado. Despesas como idas ao fórum, telefonemas e até cópias costumam ser cobradas a parte. Vale a pena verificar para não se assustar com a fatura depois.

    Antes de ir diretamente ao escritório, agende uma visita por telefone. É importante citar, em linhas gerais, seu problema, sem mencionar os nomes das partes, para checar se o advogado em questão está habilitado para atendê-lo. Logo no primeiro contato, verifique se o profissional cobra pela visita e cheque, também, se não existe conflito de interesses. Se o advogado atua na área de bancos, por exemplo, e você possui justamente um problema com a instituição, esse não é o profissional ideal para contratar.

    Para escolher um bom advogado, é importante que você avalie suas próprias impressões.

    Qual o valor cobrado por um advogado trabalhista?

    Nem sempre um contrato de trabalho é firmado com tranquilidade. Com isso, muitos trabalhadores acabam tendo problemas, principalmente na hora de finalizar o vínculo. Se este é o seu caso e você está pensando em contratar um profissional para te auxiliar, uma das providencias que deve tomar é saber quanto custa um advogado trabalhista.

    E para obter esse tipo de informação, é preciso que você entenda como esse tipo de serviço é cobrado.

    Continue sua leitura e conheça alguns fatores que deve levar em consideração na hora de contratar um advogado trabalhista.

    Seu orçamento é: R$ – Orçamento aproximado.

    Para saber quanto custa um advogado trabalhista, você precisa entender os fatores que podem ser levados em consideração na cobrança desse tipo de serviço. Entre os principais estão:

    • A tabela de preços emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil de cada Estado, que serve como base para os valores cobrados na região.
    • O tipo de ação a ser realizada, com exemplos de custos médios para diferentes serviços.
    • A possibilidade do advogado atuar com risco, cobrando apenas uma porcentagem do valor determinado pela justiça em caso de acordo favorável.

    Consultar a tabela de honorários advocatícios da OAB SP pode ser um bom ponto de partida para ter uma ideia dos valores praticados na região. É importante ressaltar que os valores podem variar conforme o estado brasileiro.

    Um advogado trabalhista que atua com risco geralmente não cobra honorários antecipados, mas sim uma porcentagem sobre o valor do acordo determinado pela justiça. Essa prática pode ser uma boa opção para quem não deseja arcar com custos imediatos e prefere pagar somente após obter o resultado desejado.

    Como falar com um advogado trabalhista gratuito?

    O atendimento da Defensoria Pública é gratuito e prestado a pessoas que não tenham condições financeiras para contratar advogado.

    O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, disponível das 8h às 18h, em dias úteis.

    Assista aqui ao vídeo explicativo sobre o agendamento.

    Se tiver dificuldade com o agendamento online, você também pode agendar ligando gratuitamente para 0800 773 4340. Disponível das 7h às 19h, em dias úteis.

    O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, que você encontra no canto inferior direito da sua tela. Ele está disponível em dias úteis das 8 às 18 horas.

    Nos finais de semana e feriados, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo presta atendimento somente para casos URGENTES, no horário das 7 às 12 horas.

    Caso tenha dúvidas se seu caso é urgente, clique aqui para saber mais.

    Quanto o advogado ganha em um processo trabalhista?

    O valor recebido pelo advogado é de até 30% sobre toda a ação trabalhista ou outra porcentagem acordada por ambas as partes, como é de conhecimento geral. Entretanto, como ficam os valores quando o processo trabalhista é vendido? Afinal, devo pagar o honorário do profissional da mesma forma ou a empresa compradora do crédito assumirá essa responsabilidade? Confira essa e mais respostas nesse artigo! Dessa forma, você consegue saber, em detalhes, como proceder em caso de venda e ficar atento aos valores que pertencem a você ou ao advogado.

    Quando somos lesados dentro da lei trabalhista, é justo pedirmos um ressarcimento equivalente por tais danos. Com isso, nasce um processo trabalhista onde, justamente, pagamos ao advogado pelo serviço prestado. Entretanto, pela longa burocracia nesses processos, também sabemos que a venda de créditos trabalhistas vale a pena e com isso, cedemos o crédito. Com esse cenário, é comum surgir a dúvida “Como ficam os honorários do meu advogado no processo trabalhista?”. E é então que eu te explico as possibilidades:

    No primeiro caso, a Trabalhista Cred compra seu crédito e você paga o seu advogado pelo trabalho prestado até essa transação – ou seja, você os honorários do trabalho feito até o momento da compra. Dessa forma, o profissional de direito deve receber 30% – ou o valor acordado – da quantia paga pela cessão do crédito trabalhista. A Trabalhista Cred negocia diretamente com o advogado sobre o valor que lhe é devido. Nesse caso, a negociação seria de 30% sobre o valor do processo caso o resultado seja favorável. Sendo esse valor pago apenas após o término do processo.

    Cada processo deve ser analisado para que as partes entrem em um acordo de benefício mútuo. Assim, não podemos prever com exatidão o resultado de cada negociação, mas essas possibilidades devem ser levadas em consideração pelo autor da ação trabalhista.

    Basicamente, podemos ver que o advogado deve concordar com uma das vias para firmar uma nução, visto que na primeira opção ele consegue antecipar seu valor previsto e na segunda deve aguardar a decisão final do juiz.

    Após vender o crédito do processo trabalhista, o seu advogado não atua mais no caso, pois agora a responsabilidade é totalmente da empresa compradora e ela possui sua equipe de profissionais para dar andamento ao caso.

    Como mencionado, em caso de venda do processo, o advogado possui duas alternativas: Receber o valor do cliente pelo trabalho feito até então, ou aguardar o término do processo para receber o valor negociado pela empresa compradora.

    Caso o advogado prefira a primeira alternativa, ele recebe o valor devido e sua relação com o cliente e com a empresa compradora se encerram. Escolhendo a segunda via, o profissional deve apenas aguarda o término do processo para receber seu valor, mas continua não atuando como responsável.

    É importante ressaltar que em nenhum caso o advogado decide se o autor da ação pode ou não vender o processo, essa decisão é inteiramente dele e caso isso est

    Como funciona para contratar um advogado trabalhista?

    A melhor forma de contratar um bom advogado trabalhista é através de pesquisa da reputação do advogado. Você pode pesquisar em sindicato, você pode pedir indicação e amigos, você pode pesquisar no Google.

    Veja mais
    Abrir conversa
    Fale com um especialista!
    Olá 👋, precisa de ajuda com Advogado em volta redonda? Fale agora com um especialista pelo WhatsApp! Estamos prontos para ajudar.