Sumário

Entre em contato com um especialista

    Advogado em são josé dos campos

    Advogado em São José dos Campos

    Qual o valor da consulta de um advogado?

    Quando estamos doentes ou queremos prevenir o adoecimento procuramos um médico que tenha especialidade naquela questão de saúde da qual precisamos de soluções ou orientações com o objetivo de alcançar determinado resultado. O advogado é o profissional que possui a expertise capaz de auxiliar na solução ou prevenção de questões relacionadas a temas jurídicos. Uma das vertentes dessa atuação é a consultoria jurídica!

    Em um país recordista na edição de leis, como é o caso do Brasil, a necessidade da contratação de uma consultoria jurídica se torna ainda mais evidente, visto que, além de ser impossível conhecer a fundo toda a vastidão de legislações em vigor, o cidadão comum não possui a capacidade técnica para uma interpretação sistemática do texto da lei.

    Neste artigo você vai entender o que é consultoria jurídica, qual a diferença entre assessoria e tirar as principais dúvidas. Confira! 😉

    A consultoria jurídica é um serviço prestado privativamente pelo advogado, ela consiste em indicar soluções e oferecer orientações para quem busca a consultoria, atuando na prevenção, redução de impactos e prejuízos jurídicos, bem como na solução de problemas.

    Através da consultoria jurídica o cidadão possui acesso às respostas que precisa para a tomada de decisões, entendimento e conhecimento acerca da lei relativa à dúvida jurídica levada à consulta.

    Dentro da consultoria jurídica o profissional pode oferecer um vasto leque de serviços relacionados ao consultivo, desde a simples consulta jurídica até a programas completos de compliance. As possibilidades são inúmeras e a forma de atuação varia de acordo com o foco de atuação do profissional, tempo de experiência e conhecimento.

    A consultoria jurídica é uma alternativa de atuação independente do judiciário. É importante destacar este ponto, pois é comum que se acredite que o advogado lida apenas com acompanhamento de processos judiciais.

    Por seu caráter preventivo, a consultoria jurídica aponta caminhos para o cumprimento da lei, evitando-se, assim, que a questão venha a ser discutida perante o judiciário.

    A consultoria jurídica normalmente é pontual e é trazida para a consultoria um tema específico a ser estudado pelo advogado, com o apontamento de uma ou várias soluções. Além disso, pode atender aos interesses e resolver as dúvidas de pessoas físicas ou jurídicas.

    Já a assessoria jurídica costuma ser mais duradoura, envolvendo variadas questões para realização de suporte jurídico ao cliente pelo advogado, podendo ser contratada de forma permanente ou até o término de implementação de um determinado projeto, sendo mais comum sua prestação em favor de empresas de médio e grande porte.

    O Estatuto da Advocacia, em seu artigo 1º, preceitua que são atividades privativas de advocacia, dentre outras, as atividades de consultoria e assessoria jurídicas.

    Portanto, para prestar consultoria jurídica é necessário que o profissional seja advogado, regularmente inscrito nos quadros da OAB.

    A nova redação do Estatuto da Advocacia, co

    Qual é o valor para contratar um advogado?

    As leis e normativas regulam todo o nosso dia-a-dia, mas interpretá-las não é uma tarefa fácil. Muitas vezes pode ser necessária a ajuda de um profissional qualificado. E nesses casos, uma dúvida comum é saber: quanto custa um advogado? Esta Guia de preços te ajudará a descobrir. Teu orçamento é de:

    • Taxas incluídas. Orçamento aproximado.

    Apesar de encontrarmos uma média estável em nosso país, não é possível falar sobre preços exatos para serviços jurídicos. A verdade é que cada profissional pode ter taxas diferentes, numa faixa de preço comum. E há muitos casos que variam em função de cada caso concreto.

    Separamos na tabela a seguir alguns preços aproximados para intervenções e serviços jurídicos. Esses valores são aproximados e podem variar muito dependendo das circunstâncias e regiões brasileiras. É por isso que é sempre vale a pena solicitar orçamentos a advogados especialistas. Dessa forma, eles avaliarão a complexidade do seu caso e, em cima disso, fixarão o valor de seus honorários.

    Por exemplo, o custo de envolver a um advogado pode depender do tipo de audiência. Audiências rápidas ou verbais costumam ter um custo menor do que as audiências comuns.

    E a mesma coisa acontecem com os recursos. Apresentar um recurso de apelação não é o mesmo que um de cassação, por exemplo. Em alguns casos, valores superiores a R$ 3.000 podem ser cobrados.

    Seguindo nesta mesma linha, os custos de um divórcio também podem variar. Não é a mesma coisa trabalhar em um divórcio de comum acordo e em um litigioso. No segundo cenário, o valor dos honorários podem chegar a valores superiores a R$ 4.000.

    E, obviamente, o valor cobrado em um processo trabalhista também depende de outros tantos fatores. Há advogados que orçam uma porcentagem do total recebido e há outros que utilizam da tabela de honorários da Ordem dos Advogados (OAB) de cada estado como base para estipular seus honorários advocatícios.

    Dependendo do caso, a quantia para contratar um advogado pode ser calculada a partir de taxas fixas ou percentuais. É o que acontece, por exemplo, quando precisa recorrer em processos viários ou indenizações trabalhistas. Neste casos é comum que os advogados acordem com seus clientes o pagamento de um percentual do valor obtido (quota litis).

    Essa é uma prática aprovada pelo art. 38 do Código de Ética e Disciplina da OAB. Contudo, a “quota litis” deve ser de caráter excepcional e registrada por contrato. As regras descritas pela OAB visam garantir que os advogados fixem seus valores livremente, mas não fujam tanto da faixa de preço comum.

    Você também pode solicitar um atendimento gratuito através da defensoria pública ou da OAB. Lá, você deve comprovar renda e condição financeira.

    Como qualquer tipo de serviço prestado, cada advogado estabelece seus próprios honorários para uma primeira visita. É verdade que, na maioria dos casos, essa primeira visita pode ser gratuita. Contudo, não se surpreenda se fo.

    Quanto custa para falar com um advogado?

    Consulta online com advogado: qual o valor? Essa é uma pergunta que muitas pessoas fazem quando precisam de assistência jurídica. Com o avanço da tecnologia, a consulta online com advogado se tornou uma opção prática e conveniente para quem precisa de ajuda jurídica. No entanto, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre quanto custa uma consulta online com advogado e o que pode influenciar o preço.

    Se você está pensando em contratar um advogado para uma consulta online, continue lendo este artigo para descobrir tudo o que precisa saber sobre o valor desse serviço.

    O valor de uma consulta com advogado online pode variar bastante, dependendo de diversos fatores. Em média, o preço pode variar entre R$ 150,00 a R$ 500,00. No entanto, esse valor pode ser maior ou menor, dependendo da complexidade do caso e da experiência do advogado.

    Sim, em alguns casos é possível negociar o valor da consulta online com advogado. No entanto, é importante lembrar que o preço não deve ser o único critério de escolha de um advogado. É preciso levar em conta também a experiência e a especialização do profissional, além da confiança e da empatia.

    Em geral, o valor da consulta online com advogado é mais barato do que a consulta presencial. Isso porque o advogado não precisa arcar com os custos de aluguel de sala e deslocamento até o local da consulta. Além disso, a consulta online oferece mais flexibilidade de horários e não há necessidade de deslocamento por parte do cliente, o que pode reduzir os custos também para o cliente. No entanto, é importante lembrar que o valor pode variar de acordo com os fatores mencionados anteriormente, como a experiência e a especialização do advogado, a complexidade do caso, entre outros.

    Em alguns casos, é possível parcelar o valor da consulta online com advogado. No entanto, isso varia de acordo com o escritório de advocacia ou com o próprio advogado. Antes de contratar o serviço, é importante verificar as opções de pagamento e negociar as condições que melhor se adequam às suas necessidades.

    A consulta online com advogado pode ser uma alternativa prática e conveniente para quem precisa de assistência jurídica. No entanto, é importante lembrar que o valor desse serviço pode variar bastante, dependendo de diversos fatores, como a experiência e a especialização do advogado, a complexidade do caso, entre outros. Antes de contratar um advogado para uma consulta online, é importante fazer uma pesquisa detalhada, comparar os preços e as condições de pagamento, além de verificar a reputação do profissional no mercado. Dessa forma, você poderá encontrar um advogado competente e confiável, que possa ajudá-lo a resolver o seu problema jurídico da melhor forma possível.

    Como conseguir um advogado gratuito em São José dos Campos?

    O atendimento da Defensoria Pública é gratuito e prestado a pessoas que não tenham condições financeiras para contratar advogado.

    O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, disponível das 8h às 18h, em dias úteis.

    Assista aqui ao vídeo explicativo sobre o agendamento.

    Se tiver dificuldade com o agendamento online, você também pode agendar ligando gratuitamente para 0800 773 4340. Disponível das 7h às 19h, em dias úteis.

    O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, que você encontra no canto inferior direito da sua tela. Ele está disponível em dias úteis das 8 às 18 horas.

    Nos finais de semana e feriados, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo presta atendimento somente para casos URGENTES, no horário das 7 às 12 horas.

    Caso tenha dúvidas se seu caso é urgente, clique aqui para saber mais.

    Como conseguir um emprego de advogado?

    Um advogado recém-formado pode trabalhar como CLT em uma empresa privada, prestar concurso público, atuar como autônomo, ou abrir o seu próprio escritório de advocacia.

    Após terminar a faculdade de Direito e passar na (temida) prova da OAB, Ordem dos Advogados do Brasil, a maior dúvida dos formados nessa área é: “Onde um advogado recém-formado pode trabalhar?” Indo mais além: “Quanto é possível ganhar por mês com essa profissão?”

    Para responder a essas perguntas é preciso partir do princípio que um advogado por trabalhar para uma empresa privada como CLT, prestar concurso público, ou ainda, se tornar um advogado empresário.

    Nessa última opção, estamos nos referindo a abrir o seu próprio escritório de advocacia, seja com sócios ou não.

    Há também aqueles que atuam como autônomos, ou seja, prestam serviços sem vínculo empregatício e sem ter o seu CNPJ.

    Porém, é importante ter em mente que um advogado pode ter empresa e se beneficiar de todas as vantagens que isso gera, como conferir mais credibilidade para os seus serviços e ter direito a auxílio-doença, auxílio-maternidade, aposentadoria, entre outros benefícios trabalhistas.

    Mas como abrir CNPJ para advogados? Vale a pena para esse profissional ter a sua própria empresa? Quanto pode ganhar um advogado recém-formado que atua dessa forma e um que é contratado pelo regime CLT?

    Confira essas e outras respostas sobre esse tema agora!

    Um advogado recém-formado tem a vantagem de ter um vasto leque de possibilidades de atuação.

    Quanto às opções de áreas, temos:

    • Direito Civil
    • Direito Penal
    • Direito Trabalhista

    Esse profissional também pode se especializar em um segmento e trabalhar como:

    • Advogado Tributarista
    • Advogado do Consumidor
    • Advogado Empresarial

    Como dissemos no início deste artigo, um advogado recém-formado pode trabalhar como autônomo, contratado sob regime CLT em uma empresa, prestar um concurso público, ou ainda abrir o seu próprio escritório de advocacia.

    No caso da contratação CLT, ou seja, de acordo com as regras da Consolidação das Leis do Trabalho, o advogado recém-formado pode buscar pelo empreendedorismo corporativo para o seu crescimento profissional.

    Dependendo da cultura da organização e do modelo de negócio no qual está trabalhando, é possível empreender, mesmo que a empresa não seja sua.

    No caso, consiste em se posicionar como um verdadeiro empreendedor, gerando inovações, vantagens e oportunidades de progresso para si mesmo e para a companhia.

    Já no caso de se tornar dono do seu próprio negócio, os profissionais dessa área precisam se atentar a alguns pontos bastante específicos. E o primeiro passo para isso é saber como abrir CNPJ para advogados.

    A OAB permite que os advogados atuem como pessoas jurídicas, desde que suas empresas sejam abertas nos formatos Sociedade Simples ou Sociedade Individual de Advocacia.

    A Sociedade Simples consiste em um modelo de negócio formado por dois ou mais profissionais que exercem a mesma atividade. Já a Sociedade Individual de Advocacia o advogado recém-formado, ou não, pode atuar sozinho.

    Aqui, vale destacar que um advogado não pode ter empresa Eireli. Isso quer dizer que, cas

    Como conseguir o primeiro emprego de advogado?

    Iniciar a carreira jurídica, em um mundo globalizado e tão dinâmico como o nosso, pode ser bastante desafiador, já que a competitividade é alta e a formação generalista de um bacharel em Direito pode dificultar uma escolha profissional genuína, autêntica e feliz, de maneira a possibilitar um ingresso mais adequado do advogado recém-formado no mercado de trabalho. Ou seja, identificar o que promoverá realização pessoal e profissional, além de uma remuneração que assegure desfrutar de uma vida digna, pode ser difícil para quem vivencia o início da vida profissional. No entanto, com a mente aberta e as escolhas corretas, é possível encontrar o caminho do êxito. É exatamente sobre tal tema que refletiremos durante este texto, que foi pensado e escrito com esse propósito.

    Nas próximas linhas, oferecemos a você reflexões e dicas sobre o contexto profissional de um advogado recém-formado e como ele pode se inserir no mercado de trabalho e conseguir o seu primeiro emprego. Mãos à obra!

    O advogado recém-formado encontra, certamente, diversas dúvidas e desafios em suas primeiras experiências profissionais. A primeira etapa para um recém-formado é ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), para a qual deverá solicitar inscrição. Uma vez inscrito na OAB, é permitido agir profissionalmente como advogado, identificando-se a partir do número de inscrição, assim é com cada profissional.

    Após a conquista da tão sonhada carteira da OAB, é necessário criar um planejamento para o começo da vida profissional. Ou seja, ter um momento de reflexão para definir os primeiros passos é muito importante. É possível para um recém-formado escolher atuar como autônomo ou correspondente, abrir um escritório ou tentar ser aprovado em concursos públicos. Mas para que seja possível decidir por alguns desses caminhos, é preciso definir o que desperta desejo, interesse, entre essas possibilidades.

    Um dos principais desafios para os recém-formados talvez seja identificar a paixão pelo trabalho que deseja desempenhar, pois isso é o maior e principal motivador profissional. Uma carreira jurídica marcada pela insatisfação, em razão da atividade desenvolvida ou pela remuneração recebida, impedirá o alcance do sucesso. É necessário estar feliz todos os dias ao acordar para trabalhar, ter resistência para enfrentar os diversos empecilhos da jornada, e isso apenas será verdadeiramente possível se a sua paixão for identificada.

    Após encontrar o que lhe desperta paixão, faz-se necessário unir a necessidade de encontrar uma atividade rentável à atuação apaixonante determinada. Reflita detidamente sobre o que despertou isso em sua jornada durante a faculdade e como é possível monetizá-la para que consiga auferir renda e construir patrimônio. Há diversas possibilidades e caminhos para o sucesso e modos como acessá-los durante a sua jornada profissional.

    É bastante recomendável iniciar a sua carreira como advogado em algum escritório dentro da área de interesse, já que, nesse ambiente,

    Veja mais
    Abrir conversa
    Fale com um especialista!
    Olá 👋, precisa de ajuda com Advogado em são josé dos campos? Fale agora com um especialista pelo WhatsApp! Estamos prontos para ajudar.