Sumário

Entre em contato com um especialista

    Advogado em guaratinguetá

    Advogado em Guaratinguetá

    Qual valor pago para um Advogado?

    Olá! Quer uma ajudinha para descobrir seu curso ou faculdade ideal?

    Selecionamos informações sobre a profissão de Advogado, incluindo salários por cidade e especialidade. Tudo para você escolher a carreira perfeita para você. Com a Quero Bolsa é assim, a gente te ajuda a escolher sua carreira e entrar na faculdade ideal com um super desconto.

    Salário médio no Brasil

    Advogado R$ 4.752,14
    Maior salário médio por estado Distrito Federal R$ 7.310,51
    Maior salário médio por especialidade Advogado (Direito do Trabalho) R$ 11.023,82

    O salário médio de um Advogado no Brasil é de R$ 4.752,14.

    Os estados onde a profissão de Advogado têm os melhores salários são Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo.

    As especialidades com os melhores salários são Advogado (Direito do Trabalho), Advogado (Direito Penal) e Advogado (Areas Especiais).

    Essas informações são baseadas nas 11475 contratações que aconteceram no último ano, em todo o Brasil.

    Salário de um Advogado por especialidade

    Um advogado é um profissional que trabalha no campo do direito, representando indivíduos, empresas ou organizações em questões legais. O trabalho de um advogado começa com a análise do caso e a pesquisa de leis e precedentes relevantes. Eles se comunicam com seus clientes para entender os fatos e circunstâncias do caso e discutir as opções disponíveis. O advogado de defesa então prepara documentos legais, como petições, moções e ações judiciais, e apresenta-os aos tribunais ou outras autoridades competentes. Eles também podem negociar acordos com a outra parte, representar seus clientes em audiências e julgamentos, e fornecer aconselhamento jurídico contínuo. Além disso, os advogados também são responsáveis por manter-se atualizados com as mudanças na legislação e regulamentação e interpretar o impacto dessas mudanças para seus clientes. Eles também podem aconselhar empresas em questões relacionadas à conformidade regulatória e gerenciamento de risco. A atuação do advogado envolve atividades de advocacia e de consultoria jurídica. Ambas as denominações se referem a atuações distintas. Isso porque a advocacia envolve representar e defender os interesses legais de clientes em processos judiciais ou administrativos. Já a consultoria jurídica envolve fornecer aconselhamento e orientação jurídica a indivíduos, empresas e organizações em questões legais, sem necessariamente representá-los em processos judiciais. A advocacia abrange diferentes áreas de especialização, permitindo que os advogados concentrem seus conhecimentos e práticas em diferentes ramos do direito. As possibilidades englobam:

    • Advogado (Direito do Trabalho)
    • Advogado (Direito Penal)
    • Advogado (Areas Especiais)

    Em resumo, o trabalho de um advogado envolve uma ampla gama de atividades.

    Quais são os tipos de advogados que tem?

    Depois de realizar o sonho de concluir o bacharelado em Direito, muitos começam a pensar nos tipos de advogados que existem e qual área desejam seguir depois de passar no exame da OAB. Inclusive, é muito comum que, nessa fase, os recém-formados fiquem em dúvida sobre as possibilidades de atuação na área do Direito e qual setor eles mais possuem familiaridade. Afinal, existem muitas opções de carreira nesse mercado.

    Se você também está em dúvida e deseja conhecer melhor as especificidades de cada área antes de escolher qual seguir, continue a leitura. Com certeza isso vai ajudar muito no final do seu curso de Direito. Nesse post, listamos os principais tipos de advogados que existem e qual a função de cada um deles. Confira!

    No mercado da advocacia existe uma série de opções para atuação dos advogados, já que esses profissionais podem se especializar em setores que mais se identificam e que possuem mais facilidade de trabalhar. Algumas das áreas mais procuradas são:

    • Advogado Cível
    • Advogado Trabalhista

    O advogado cível é um dos tipos mais comuns de advogados. Essa grande popularidade acontece principalmente por conta da grande demanda por esse profissional no mercado e pela possibilidade de atender tanto pessoas físicas como jurídicas. O principal papel desse tipo de advogado é representar os direitos dos seus clientes em questões que envolvem relações entre indivíduos, empresas e organizações. Por isso, no dia a dia, o advogado cível lida bastante com questões relacionadas a contratos, posses, bens e questões familiares. Um exemplo da atuação desse profissional é em casos de divórcio, compra e venda e inventários. É comum que os advogados que se especializam na área do Direito Civil atuem individualmente em escritórios próprios, além da possibilidade de serem contratados por empresas ou órgãos públicos. No geral, a média salarial de um advogado cível no Brasil é de R$3.100,00.

    O Direito Civil é a espinha dorsal do sistema jurídico, lidando com questões que tocam diretamente a vida das pessoas, como contratos, família, propriedades, e obrigações. Advogados civis se deparam com uma vasta gama de casos, desde disputas contratuais até questões de sucessão. A adaptabilidade e a compreensão profunda dos princípios jurídicos são indispensáveis para quem escolhe este caminho.

    O advogado trabalhista, como o nome sugere, é aquele que atua diretamente nas causas relacionadas ao trabalho, representando empregados ou empregadores em questões trabalhistas. A função desse profissional é garantir que as relações estejam em conformidade com a legislação trabalhista vigente. Em sua rotina, o advogado trabalhista lida com rescisão de contrato de trabalho, horas extras, férias, licenças, assédio moral, discriminação no ambiente de trabalho, direitos previdenciários, entre outras atribuições. A atuação desses tipos de advogados pode acontecer tanto do lado do empregado como do empregador, dependendo do tipo de cliente ele optou por atender. O salário de um advogado trabalhista gira em torno de R$4.100,00.

    Quais serviços o Advogado oferece?

    Um advogado possui diversas funções e serviços para prestar aos seus clientes. Um dos mais conhecidos é a representação em processos judiciais, seja em ações de defesa ou de cobrança. Nessa atuação, o advogado apresenta a defesa do cliente, apresentando argumentos, requerendo provas e agindo em prol dos interesses do cliente.

    Outro serviço muito importante é a consultoria jurídica. Nessa atuação, o advogado oferece orientações e esclarecimentos acerca de leis, normas e regulamentos que regem determinado negócio ou situação. Dessa forma, é possível evitar problemas futuros e tomar decisões mais conscientes e seguras.

    Além disso, o advogado também pode atuar em processos de mediação e arbitragem. Nesse contexto, a intenção é encontrar uma solução consensual para o conflito, sem que seja necessário acionar a Justiça. O advogado atuará como mediador ou árbitro, auxiliando nas negociações e na tomada de decisões.

    Outra área que um advogado pode atuar é o Direito Trabalhista. Nesse contexto, o profissional presta serviços para empregadores ou empregados, atuando na resolução de conflitos trabalhistas, elaboração de contratos de trabalho, entre outros assuntos.

    No que diz respeito ao Direito Imobiliário, o advogado pode prestar serviços como a elaboração de contratos de compra e venda de imóveis, locação, análise de documentos e regularização de propriedades.

    Por fim, é importante destacar que um advogado pode atuar em diversas outras áreas do Direito, como penal, tributário, de família, entre outras. Em todas essas áreas, o intuito é fornecer auxílio e representação ao cliente, visando atender suas necessidades e defender seus interesses.

    Um advogado é um profissional do direito que presta diversos serviços para seus clientes. Esses serviços vão além do atendimento em processos judiciais, incluindo consultoria, orientação, análise de documentos e participação em negociações.

    Um dos principais serviços prestados por um advogado é a consultoria jurídica. Nesse caso, o advogado pode orientar seus clientes sobre questões legais em diversas áreas, tais como direito civil, trabalhista, tributário, previdenciário, entre outros. Essa consultoria pode ser realizada de forma presencial ou online, dependendo da preferência do cliente.

    Outro serviço que um advogado pode prestar é a análise de documentos. Essa análise é importante em situações como contratos, acordos comerciais, compra e venda de imóveis, entre outros. O advogado pode verificar se há cláusulas abusivas ou se todas as informações estão em conformidade com a legislação, garantindo a segurança jurídica do cliente.

    O advogado também atua na representação dos clientes em processos judiciais e extrajudiciais. Nesse caso, o advogado pode atuar tanto na defesa como na acusação, sempre buscando a melhor solução para o cliente. Além disso, o advogado pode auxiliar na negociação de acordos e na mediação de conflitos.

    Por fim, um advogado pode prestar serviços em áreas específicas do direito, como propriedade intelectua.

    Quais são as especialidades do Direito?

    Uma das coisas que mais encanta pessoas que decidem estudar o direito é provavelmente a sua abrangência na sociedade. As áreas do direito são inúmeras, possibilitando diferentes tipos de atuação e de escolha de carreira.

    Entretanto, essa pluralidade pode dificultar a decisão de profissionais, novos e veteranos, que querem começar a trabalhar em uma área específica do direito, ou procuram se especializar nas que já conhecem.

    Por isso, desenvolvemos este artigo, que tem como objetivo explicar as principais áreas do direito no setor privado e público, além de abordar alguns ramos pouco explorados e algumas tendências para o futuro do mercado dos profissionais do direito. Continue lendo!

    Navegue pelo conteúdo:

    O direito é uma das áreas de estudo mais abrangentes de todas.

    Se for considerar apenas a atuação advocatícia, a quantidade de ramos do direito, tanto na esfera pública quanto na privada, é imenso.

    Dessa forma, é importante que os profissionais da área que ainda procuram se estabelecer e encontrar o seu nicho, conheçam as principais opções de atuação.

    Veremos, abaixo, as principais áreas de atuação para profissionais do direito nos setores público e privado, além de abordar algumas áreas promissoras, porém pouco exploradas.

    No setor privado:

    A grande maioria dos estudantes de direito que se graduam acabam atuando profissionalmente no setor privado, seja em sociedade, com outros colegas, ou em firmas de terceiros.

    Abaixo, abordaremos os ramos do direito mais comuns que advogados atuam dentro do direito brasileiro.

    O Direito Civil é a área mais fértil e provavelmente a área mais comum do direito brasileiro.

    A maioria dos advogados trabalha com direito civil, ou de forma exclusiva, ou de vez em quando.

    Dentro das áreas do direito civil e do direito processual civil, o advogado lidará com questões como:

    • Direito familiar
    • Direito imobiliário
    • Direito tributário
    • Direito empresarial

    O direito penal tem chamado mais a atenção de jovens advogados, tendo mais pessoas se especializando na área nos últimos anos.

    O advogado criminalista se especializa em lidar com crimes e contravenções.

    O advogado trabalhista tem como área de atuação a defesa e acusação de trabalhadores e empresas, buscando proteger os direitos do seu cliente e fazer demandas de a.

    Qual o valor de um advogado trabalhista?

    Nem sempre um contrato de trabalho é firmado com tranquilidade. Com isso, muitos trabalhadores acabam tendo problemas, principalmente na hora de finalizar o vínculo. Se este é o seu caso e você está pensando em contratar um profissional para te auxiliar, uma das providencias que deve tomar é saber quanto custa um advogado trabalhista.

    E para obter esse tipo de informação, é preciso que você entenda como esse tipo de serviço é cobrado.

    Continue sua leitura e conheça alguns fatores que deve levar em consideração na hora de contratar um advogado trabalhista.

    Seu orçamento é:

    R$ –

    Orçamento aproximado.

    Para saber quanto custa um advogado trabalhista, você precisa entender os fatores que podem ser levados em consideração na cobrança desse tipo de serviço. Entre os principais estão:

    • A primeira coisa que você precisa ter em mente é que os serviços de advocacia possuem uma tabela de preços emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil de cada Estado.
    • Essa é uma tabela que serve de base para todos os profissionais saberem a média de valores cobrados na Região. Claro que não são todos os especialistas nessa área que seguem ela, uma vez que os valores podem mudar com o tamanho da ação.

    Contudo, consultar essa tabela já ajuda a ter uma base sobre o preço cobrado por determinados serviços.

    Por exemplo, um Pedido de homologação judicial de demissão de estável e de transação com opção pelo FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) custa em média R$ 2.977,13, e tem uma porcentagem de 20% sobre a ação.

    Agora, a representação em uma ação coletiva de uma empresa de até 100 empregados custa em média R$ 5.954,25. Uma ação de indenização por acidente de trabalho, por sua, vez, terá uma porcentagem de 20% a 30% sobre o valor econômico da questão, além da cobrança de R$ 3.695,01 de honorários.

    Todos esses valores são da “TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS” da OAB SP. Ou seja, em outros Estados brasileiros esses valores podem mudar.

    Um segundo fator que você precisa entender para saber quanto custa um advogado trabalhista, é se ele atua com risco. O que isso quer dizer?

    Basicamente esse tipo de profissional não cobra nenhum valor de entrada ou mensalmente enquanto o processo transita. Mas, quando o acordo for feito pela justiça, é cobrado um percentual em cima do valor determinado pela justiça.

    Geralmente essa porcentagem varia entre 20% e 30%. Vamos supor, por exemplo, que o advogado cobra 30% e que a sua ação ganha rendeu R$ 3.000.

    Isso quer dizer que o advogado vai cobrar R$ 900 pelo serviço.

    Normalmente, especialistas que cobram honorários dessa forma são iniciantes, ou trabalham exclusivamente com o ramo trabalhista.

    O bom desse tipo de cobrança é que o trabalhador não precisa tirar nenhum dinheiro do bolso de imediato. Apenas quando ele receber é que ele terá que dar parte do acordo para o advogado.

    Essa é uma excelente alternativa para quem não tem muito conhecimento sobre o assunto, mas sa.

    Quanto ganha um advogado em um processo trabalhista?

    Se você deseja seguir carreira na área do Direito, já deve ter se perguntado: quanto ganha um advogado trabalhista? Certamente, essa é uma dúvida bastante comum para quem está em busca de uma profissão. A área jurídica oferece ótimas remunerações, dependendo da região, do campo de atuação e do tempo de trabalho. Por isso, preparamos este artigo para explicar quanto ganha um advogado trabalhista. Boa leitura!

    Atualmente no Brasil, um advogado trabalhista ganha em média R$ 6.232,53* para uma jornada de trabalho de 42 horas semanais. No entanto, os valores podem ser bem maiores, já que o teto salarial é cerca de R$ 14.979,35*. Vale destacar que existem diversos fatores que podem influenciar na remuneração do advogado. Principalmente a região onde o profissional atua. Nesse caso, o valor pode sofrer alterações, como:

    • Para garantir um futuro profissional de sucesso, é fundamental conhecer a média salarial por cargo e área de atuação. Sabendo o quanto você pode ganhar no decorrer da carreira, fica muito mais fácil se planejar financeiramente.

    Confira a seguir, o valor médio do advogado trabalhista em diferentes áreas e cargos!

    Aqui, os salários tendem a ser mais modestos em comparação com empresas maiores. Mas ainda assim, a remuneração é bem atraente. Isso porque a advocacia trabalhista é um ramo do direito que costuma ter bastante demanda.

    As empresas de médio porte costumam ter uma estrutura organizacional mais desenvolvida e, consequentemente, podem oferecer salários mais atrativos. Ou seja, é uma ótima área de atuação para um operador do direito.

    Em empresas de grande porte, como escritórios renomados ou multinacionais, os salários para advogados trabalhistas costumam ser mais elevados. Nesse ambiente, os profissionais com experiência e especialização têm grande destaque.

    Agora que você já tem uma ideia da média salarial de um advogado trabalhista em relação ao cargo e porte da empresa, que tal conhecer a remuneração em determinadas áreas e tipos de empresa?

    • Você pode receber salários bem maiores do que os trazidos aqui. Só depende da qualidade do seu trabalho e da sua experiência. Sem contar que existem algumas maneiras de elevar a sua remuneração.

    Agora que já sabe quanto ganha um advogado trabalhista, não perca mais tempo. Estude em uma universidade conceituada e preparada para oferecer um ensino de qualidade. Na Anhanguera, você poderá cursar Direito com um corpo docente capacitado, concorrer a bolsas de estudos e encontrar formas de ingressar na instituição de forma facilitada!

    Gostou deste conteúdo e deseja estudar Direito na Anhanguera? Então, inscreva-se em nosso vestibular online e tenha vantagem saindo na frente!

    Quanto ganha um advogado em um processo trabalhista? O valor que o advogado recebe em um processo trabalhista, depende de vários fatores, como o tipo de caso, a complexidade envolvida, o tempo dedicado ao processo, o sucesso obtido e os honorários aco.

    Como conseguir um bom advogado trabalhista?

    A melhor forma de contratar um bom advogado trabalhista é através de pesquisa da reputação do advogado. Você pode pesquisar em sindicato, você pode pedir indicação e amigos, você pode pesquisar no Google.

    Quando contratar um advogado trabalhista?

    Uma das maiores preocupações dos empreendedores são as complexas obrigações trabalhistas. A falta de orientação de advogados trabalhistas e a ausência de uma abordagem preventiva podem resultar em muitos prejuízos. Um profissional dessa área poderá orientá-lo sobre como proceder, por exemplo, para garantir que os direitos dos empregados sejam devidamente atendidos. Mas essa não é a única situação em que esse profissional pode atuar. Neste artigo, exploraremos 9 situações em que a contratação de advogados trabalhistas é crucial para garantir o pleno cumprimento das leis e manter a saúde jurídica da sua organização. Acompanhe!

    O Direito do Trabalho no Brasil começou a ser desenvolvido e regulamentado no início do século XX, principalmente a partir da década de 1930. Antes disso, as relações de trabalho no país eram marcadas por uma legislação muito incipiente e os direitos dos trabalhadores eram frequentemente desrespeitados. O marco inicial desse processo de regulamentação foi a criação do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio em 1930, durante o governo de Getúlio Vargas. A partir desse momento, foram promulgadas leis trabalhistas importantes, como a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) em 1943, que reuniu e sistematizou a legislação trabalhista existente. A CLT foi um grande avanço na proteção dos direitos dos trabalhadores no Brasil, estabelecendo regras relacionadas a questões como jornada de trabalho, férias, salário mínimo, segurança no trabalho, entre outras. Além disso, criou-se a Justiça do Trabalho, um ramo do Poder Judiciário dedicado exclusivamente a questões trabalhistas. Desde então, o Direito do Trabalho no Brasil passou por diversas transformações e atualizações legislativas, acompanhando as mudanças na sociedade e na economia do país. O objetivo geral tem sido o de garantir condições dignas de trabalho e a proteção dos direitos dos trabalhadores, promovendo relações laborais mais justas e equilibradas.

    Na hora de contratar novos colaboradores, é preciso garantir que os contratos de trabalho estejam em conformidade com a legislação trabalhista. Advogados trabalhistas ajudam na elaboração desses contratos para que eles respeitem a lei e não gerem prejuízos no futuro. Quando chega o momento de encerrar o vínculo empregatício, existem procedimentos que você precisa seguir para evitar ações trabalhistas. Os advogados podem auxiliar na elaboração de termos de rescisão e também no cálculo de verbas rescisórias. Esses profissionais também estão aptos para representar sua empresa nas negociações com funcionários e sindicatos para garantir acordos justos e em conformidade com a legislação. Quando sua empresa enfrentar ações judiciais trabalhistas, bastante comuns no cenário brasileiro, um advogado trabalhista estará pronto para defender seus interesses e buscar uma resolução adequada. Os advogados podem ajudar a entender e cumprir as normas de segurança e saúde ocupacional. Assim você conseguirá manter um ambiente de trabalho adequado para você.

    Veja mais
    Abrir conversa
    Fale com um especialista!
    Olá 👋, precisa de ajuda com Advogado em guaratinguetá? Fale agora com um especialista pelo WhatsApp! Estamos prontos para ajudar.