Sumário

Entre em contato com um especialista

    Advogada trabalhista

    ADVOGADA TRABALHISTA

    Qual é a função do advogado trabalhista?

    O advogado trabalhista é um profissional do Direito que atua atendendo os interesses de empresas e colaboradores, podendo representar tanto o empregador quanto os empregados. Ele atua nas relações de emprego na forma de CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) em questões como rescisões, cálculos de horas extras, férias, pagamento de comissões, desvio de funções, entre outras.

    Portanto, o advogado trabalhista é um advogado especializado, com inúmeras particularidades. Para saber mais sobre essa carreira, conversamos com o profissional Thiago Silva Schütz, OAB/SC 25.689, sócio do escritório Schütz e Tavares Advogados Associados, com sede em Florianópolis, que nos falou sobre as nuances da carreira.

    Uma diferença importante do advogado trabalhista é que ele trabalha com uma justiça especializada, assim como a Justiça Eleitoral e a Justiça Militar. Ou seja, há uma Justiça própria para ações trabalhistas. Isto significa, portanto, dizer que existem um conjunto de leis específicas para esse segmento e que o profissional precisa se especializar muito para interpretá-las da melhor maneira possível. E é preciso estar atento, sobretudo em face das recentes modificações legislativas, como a Reforma Trabalhista de 2017.

    A regra geral da Justiça do Trabalho é que ela é mais ágil do que a Justiça Comum, dado que existe uma grande segmentação: são 24 regiões e cerca de 1.400 varas no Brasil, estando presente em todo o território nacional e com uma união que não é encontrada em outros ramos do Judiciário.

    Para ser um advogado trabalhista bem-sucedido é preciso estudar muito. Realizar cursos de especialização e atualização é extremamente importante. Estar sempre em contato com outros advogados do segmento também é essencial. Além disso, cadastrar-se no site do TRT da região em que atua e no site do TST para receber boletins informativos é um meio de estar sempre bem informado sobre as resoluções da área. Fazer parte das comissões da OAB, realizar cursos livres, ler notícias na mídia especializada… tudo isso só irá aumentar o conhecimento do advogado trabalhista.

    O advogado trabalhista pode escolher se especializar em atuar com empresas ou com pessoas físicas – no caso, funcionários de empresas. Pode também atuar com os dois perfis de clientes ao mesmo tempo. A demanda é bastante alta, tanto das empresas que enfrentam processos dos funcionários quanto de funcionários que querem processar as empresas.

    Em época de crise, essa demanda é ainda mais crescente, já que muitos funcionários foram demitidos e precisam assegurar seus direitos. As empresas, por outro lado, em meio às turbulências econômicas, precisam contar com um advogado trabalhista de forma contínua, para realizar um trabalho contencioso e preventivo e assim evitar passivos trabalhistas no futuro, uma dor de cabeça que nenhuma organização deseja.

    O quanto ganha um advogado trabalhista varia, por óbvio. Contudo, de acordo com o Guia Salarial 2017, da consultoria Robert Half, os salários do advogado trabalhista va.

    Qual é o salário de um advogado trabalhista?

    A média salarial do cargo de Advogado Trabalhista Pleno (Brasil) é de R$ 11.500 por mês. A remuneração variável do cargo de Advogado Trabalhista Pleno nessa localização (Brasil) é de R$ 6.000, variando entre R$ 12 e R$ 9.818.

    Quanto cobra um advogado para causa trabalhista?

    Ao procurar por um advogado trabalhista, é comum que passe algumas dúvidas a respeito do assunto. Mas, de todas elas, com certeza a mais comum diz respeito a quanto custa um advogado trabalhista.

    Por mais que seja algo do qual você se vê na obrigação de contratar, isso não quer dizer que não se pode procurar saber a média que geralmente se cobra. No entanto, quanto a esse assunto, há algumas coisas a se considerar.

    Primeiro que, como se trata de uma prestação de serviço, cada advogado pode cobrar o valor que achar justo pelo seu trabalho. Isso quer dizer que é um tanto difícil afirmar que o preço é X ou Y.

    É possível obter uma estimativa do valor. Mas, para que isso aconteça, é necessário levar em consideração alguns fatores, os quais iremos colocar em pauta no decorrer deste artigo. Confira.

    Se você está com o intuito de descobrir o preço de um advogado trabalhista, saiba que há algumas coisas das quais deve levar em conta, uma vez que o valor pode variar bastante de acordo com inúmeras questões. Iremos falar com mais detalhe a seguir.

    Cada advogado tem o livre arbítrio de cobrar os valores que achar mais adequado, uma vez que cada um sabe quais resultados é capaz de proporcionar. Esse é um dos motivos que fazem os valores variarem bastante.

    No entanto, até mesmo para que o consumidor possa ter uma previsibilidade de gastos, é interessante que se tenha ao menos uma base de quais serão os valores cobrados.

    Por isso, nos tópicos seguintes, iremos falar um pouco mais sobre alguns dos fatores que se deve considerar.

    A primeira e principal coisa que se deve atentar diz respeito à região onde você pretende contratar esse serviço. E isso acontece porque cada local possui uma tabela de valores às quais os advogados estão sujeitos.

    Cada estado está sujeito aos valores dispostos na tabela, a qual é emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil de cada Estado. Por isso, a primeira coisa que se deve procurar é essa tabela.

    No entanto, é válido salientar que nem todos os profissionais seguem à risca tudo o que está descrito nesta tabela, uma vez que pode variar de acordo com o tamanho de cada ação e outras características.

    Outro fator a se considerar é se o seu advogado atua com risco, mas o que exatamente isso quer dizer? Em suma, trata-se do profissional que não cobra qualquer valor de entrada ou mensal durante a tramitação do processo.

    Mas, quando é feito um acordo pela justiça, o profissional cobra um percentual. Na maioria das vezes, a porcentagem varia entre 20% e 30%, mas isso depende do profissional.

    Isso quer dizer que, supondo que a sua ação rendeu R$5.000,00, e o advogado cobre o percentual de 30%, o valor que deve ser repassado ao advogado é de R$1.500,00.

    Nesse caso, são os profissionais que cobram um valor de entrada e mais a porcentagem, quando sair o acordo pela justiça. Na maioria dos casos, cobra-se entre R$400,00 e R$800,00.

    Em relação a porcentagem, ela também varia entre 20% e 30%, que é o percentual que está nas tabelas estaduais da OAB.

    Isso vai depender.

    Tem advogado trabalhista de graça?

    O atendimento da Defensoria Pública é gratuito e prestado a pessoas que não tenham condições financeiras para contratar advogado. O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, disponível das 8h às 18h, em dias úteis.

    Assista aqui ao vídeo explicativo sobre o agendamento.

    Se tiver dificuldade com o agendamento online, você também pode agendar ligando gratuitamente para 0800 773 4340. Disponível das 7h às 19h, em dias úteis.

    O agendamento é feito pelo assistente virtual DEFI, que você encontra no canto inferior direito da sua tela. Ele está disponível em dias úteis das 8 às 18 horas.

    Nos finais de semana e feriados, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo presta atendimento somente para casos URGENTES, no horário das 7 às 12 horas.

    Caso tenha dúvidas se seu caso é urgente, clique aqui para saber mais.

    Como faço para conseguir um advogado trabalhista gratuito?

    Está precisando de um advogado e não tenho dinheiro para os honorários? Aprenda neste artigo como conseguir um advogado gratuito pela OAB. Conteúdo atualizado em: 08/09/2023

    Por que confiar no iDinheiro? Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

    Como ganhamos dinheiro? Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

    Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.

    Muitas pessoas podem querer saber como conseguir um advogado gratuito na OAB. Entenda, antes de tudo, que esta assessoria jurídica é destinada para quem não tem condição de pagar um advogado, mas precisa ser representado por esse profissional. Então, antes de conhecer os caminhos conseguir o atendimento grátis, é importante que o interessado compreenda que para conseguir o serviço, terá que ser aprovado na triagem jurídica.

    Com esse esclarecimento, podemos ser objetivos e partir para o principal, ou seja, explicar como conseguir um advogado gratuito na OAB e também outras formas de conseguir esta assistência jurídica grátis. Continue a leitura para saber mais.

    Aprovado pelo Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), as pessoas podem usufruir do exercício da advocacia de forma gratuita. Assim, os advogados podem atuar de graça para entidades sem fins lucrativos, e até mesmo para pessoas físicas que não possuem capital suficiente para contratar um profissional.

    Entretanto, vale lembrar que o profissional que exerce a atividade pro bono, isto é, “para o bem”, não pode pegar processos que estejam relacionados à partidos políticos ou eleitorais. Isso porque a intenção é proibir que esta prática gratuita não seja utilizada para pleitear votos, por exemplo. Ou seja, além de saber como conseguir um advogado gratuito na OAB, é importante entender se sua causa pode ser conduzida por ele.

    Os interessados pelo atendimento precisam ir até a OAB mais próxima para comprovar renda e condição financeira. Para isso, alguns documentos vão ajudar. São eles:

    • Documento de identificação;
    • Comprovante de residência;
    • Comprovante de renda.

    Percebe que não é tão complicado saber como conseguir um advogado gratuito na OAB? Mas, essa não é a única via para quem não pode pagar pelos serviços advocatícios.

    Como você pode perceber, não é preciso ter dinheiro para conseguir atendimento de um advogado. Além da OAB, você também pode ter o apoio da Defensoria Pública, núcleos jurídicos de universidades ou então, do Juizado Especial Cível.

    Portanto, continue a leitura deste artigo para conhecer um pouco sobre essas três formas de conseguir atendimento gratuito de um advogado.

    Qual o valor que o advogado cobra para uma causa trabalhista?

    Um advogado trabalhista pode cobrar de 20% a 50% daquilo que você recebe no processo, vai depender da tabela da OAB do Estado em que ele está inscrito, conforme o artigo 48 do Código de Ética da Advocacia. Saber quanto cobra um advogado trabalhista é bem importante para quem precisa resolver algum problema no trabalho. Eu já te adianto que não existe um valor fixo que deve ser cobrado. Esse preço varia de acordo com o serviço, mas segue alguns parâmetros estabelecidos pela OAB.

    Aqui você vai entender exatamente que parâmetros são esses, como costumam cobrar na prática e o que você precisa considerar antes de contratar um advogado trabalhista. Existem duas premissas básicas na hora de um advogado cobrar seus honorários:

    Começando pela segunda premissa, é bem simples:

    Se você recebeu R$100 mil no processo, o seu advogado não pode receber mais do que R$50 mil. Se ele receber mais do que isso, estará recebendo mais que você, concorda? O limite máximo que pode ser cobrado por um advogado é o valor que você recebe no processo. Ele nunca poderá receber mais do que você.

    A outra premissa é que um advogado não pode cobrar um valor inferior ao estabelecido pela OAB do Estado em que ele está inscrito. Por exemplo, segundo a Tabela da OAB/CE, o limite mínimo a ser cobrado em uma Ação Trabalhista é de 20% do valor recebido pelo cliente. Esse valor sobe para 30% quando a Ação tramitar até o Tribunal Superior do Trabalho. Se um advogado cobra menos do que isso, ele está descumprindo o Código de Ética.

    E cá entre nós, que tipo de serviço será prestado por alguém que está cobrando abaixo do mínimo? O ideal é que você pesquise no google pela Tabela da OAB do seu Estado e confira qual o valor mínimo estabelecido. Para fazer isso, basta pesquisar “Tabela honorários OAB + seu estado” no Google.

    Considerando as premissas que mostrei, um advogado trabalhista poderá cobrar entre 20% e 50% daquilo que você receber no Processo, nunca mais, nunca menos. Assim, a regra é que esse valor fique em um meio termo.

    Na prática, a maioria dos Escritórios cobra 30% daquilo que você recebe e dependendo do caso, um valor de entrada, para cobrir os custos iniciais. Como na maioria dos casos trabalhistas o cliente receberá um valor na Justiça, os advogados não costumam cobrar um valor fixo, antes de entrar com o processo.

    A regra é que os advogados trabalhistas cobram um percentual daquilo que você vai receber ao fim do processo. Chamamos esse tipo de contrato de contrato de risco ou quota litis. Através desse tipo de contrato, o advogado só receberá honorários se você ganhar o processo. Caso não ganhe, o seu advogado não receberá nada. É como uma verdadeira sociedade para aquela causa. O seu advogado só receberá sobre aquele valor que você.

    Como falar com um advogado online grátis?

    Acessando o formulário Advogado Online, você pode escolher qual é o assunto jurídico do seu problema, responder a algumas perguntas básicas e enviar a sua mensagem automaticamente para advogados cadastrados na sua região e especialistas nesse tipo de situação.

    Como saber se o advogado online é confiável? Como identificar um falso advogado?

    Para enviar gratuitamente o seu pedido de diligência aos advogados cadastrados, acesse a página Diretório de Advogados Jusbrasil e siga os passos abaixo:

    • Os números de telefone do chat de atendimento do WhatsApp começam com o número: +1 5517868;
    • Os e-mails do WhatsApp terminam com o endereço @support.whatsapp.com.

    O direito de defesa é garantido pela Constituição e é feito pela Defensoria Pública para quem não tem condição de pagar. As defensorias dão assistência jurídica e atuam em processos de diferentes assuntos, como área familiar, criminal, processos de pensão, trânsito, previdência e etc.

    Tem como entrar com processo trabalhista gratuito?

    Lembre-se: mesmo que a busca por um advogado trabalhista gratuito seja desafiadora, você não está desamparado. A legislação brasileira garante que qualquer cidadão pode ingressar com uma ação trabalhista, com ou sem advogado.

    Veja mais
    Abrir conversa
    Fale com um especialista!
    Olá 👋, precisa de ajuda com Advogada trabalhista? Fale agora com um especialista pelo WhatsApp! Estamos prontos para ajudar.